Futebol

Vitória da Udinese sobre a Juve soa como milagre e traria “benção”

Nos últimos cinco anos, o futebol italiano é visto em preto e branco. O motivo? Os anos-luz de distância da Juventus para as outras equipes do Calcio, panorama que se repete, mesmo com as contratações milionárias da arquirrival Inter de Milão, único time a bater os atuais pentacampeões na atual temporada. Fora a derrota no Giuseppe Meazza, a Juve venceu com sobras todos os compromissos.

No sábado (15), em Turim, às 15h45 (horários de Brasília), os bianconeri recebem a Udinese, longe dos tempos em que infernizava a vida dos grandes da Bota e, atualmente, figura na parte de baixo da tabela. A missão da equipe em que Zico atuou na década de 1980 é das mais ingratas, mas com a possibilidade de gerar uma pequena fortuna aos apostadores, com a escandalosa margem de lucro de 1502%, contra a cotação “pés no chão”, em caso de vitória juventina, de R$ 1,21 por R$ 1. O empate vale R$ 6,81/R$ 1.

Mais cedo, às 10h (horário de Brasília), teremos o clássico entre Napoli e Roma na terra da pizza. Na caça à Vecchia Signora, os napolitanos precisam superar a equipe da capital para não perder contato com o líder – distância de quatro pontos. Ainda resignados com a saída do artilheiro Gonzalo Higuaín, justamente para a Juventus, os azzurri têm condições de alcançar o triunfo no estádio San Paolo, quando os investimentos seriam duplicados. Ainda irregular, a squadra giallorossi renderia o prêmio de R$ 3,80 sobre cada real com a conquista dos três pontos longe da Cidade Eterna. Se o derby terminar empatado, os aportes ganham a valorização de 357%.

No domingo, às 11h (horário de Brasília), a Internazionale busca a recuperação na Série A diante do Cagliari, depois de despencar seis posições na tábua de classificação – queda provocada por um empate e uma derrota nos últimos dois jogos. Em Milão, os nerazzurri prometem bater o principal clube da Sardenha, com o retorno de 41% sobre as aplicações. A zebra sarda, galopando em triunfo, garantiria a segunda maior lucratividade da rodada: R$ 8,44/R$ 1. No caso de ambos somarem apenas um ponto, o pagamento neste palpite será de R$ 4,70/R$ 1.

No mesmo horário, a Lazio, que pegou o elevador nas duas últimas rodadas, recepciona o Bologna no estádio Olímpico de Roma. Uma terceira vitória consecutiva dos biancocelesti é o palpite mais indicado, com a cotação de R$ 1,51 sobre cada real. Na décima colocação, a equipe da terra da lasanha reserva uma rentabilidade que soa como fartura: 717%. O empate vale R$ 4,15/R$ 1.

Cedinho no domingo, às 8h30 (horário de Brasília), a Fiorentina, descendo a ladeira na classificação, quer fazer as pazes coma a vitória, quando atuará em seus domínios diante da Atalanta. Os números estão em favor da Viola, com a margem de lucro de 74%. Confiante depois do triunfo maiúsculo sobre o vice-líder, Napoli, a equipe de Bergamo, cidade próxima a Milão, pode se aproveitar bem da inconstância técnica do time de Firenze e conseguir mais três pontos, que fariam os apostadores garantirem retorno de 509%, enquanto o placar igual está precificado em R$ 3,70/R$ 1.

E chegou a vez de falarmos do Milan, clube de grandes glórias no passado, mas que, lamentavelmente, ganhou a condição de coadjuvante na Série A. No domingo, às 16h45 (horário de Brasília), os rossoneros vão se deslocar até Verona, mais precisamente ao estádio Marcantonio Bentegodi, onde medirão forças contra o Chievo.

É importante ressaltar que ambos estão empatados com 13 pontos na classificação. Por fim, a tradição determina o sutil favoritismo aos milanistas, com a margem de resgate de 280%, contra 285% em favor da squadra gialloblu. Em caso de coluna do meio, o investidor fica com 300% de retorno.

O último confronto da rodada será realizado, na segunda-feira (17), entre Palermo e Torino, às 16h45 (horário de Brasília), no estádio La Favorita. O Toro, que subiu para a sétima posição, depois dos dois triunfos consecutivos na Séria A, terá pela frente um adversário que, mesmo em casa, não apresenta bom futebol e fecha a zona de rebaixamento. É grande a vantagem do lado do time de Turim, com a previsão de pagamento de R$ 1,99 por R$ 1. Com relação ao time do Sul da Bota, a recompensa é de R$ 4,03/R$ 1, enquanto o placar igual vale R$ 3,40.

 

Mais partidas da Série A:

  • 15/10 – 13h: (R$ 2,43) Pescara x Sampdoria (R$ 3,06) – Empate: R$ 3,30
  • 16/10 – 11h: (R$ 1,79) Genoa x Empoli (R$ 5,00) – Empate: R$ 3,57
  • 16/10 – 11h: (R$ 1,43) Sassuolo x Crotone (R$ 8,19) – Empate: R$ 4,53

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar