Notícias

Vasco busca placar em Recife e se classifica em jogo emocionante de cinco gols

Se o jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil não terminou com o melhor resultado possível para o Vasco da Gama, pelo menos a volta deu aos cariocas um alento. O time treinado por Jorginho e seu auxiliar Zinho foi buscar um resultado complicado em Recife para poder continuar sonhando com uma vaga na Taça Libertadores da América em 2017 ao vencer a equipe do Santa Cruz por 3 a 2 em pleno Arruda.

Sem contar com Nenê, seu principal astro no setor ofensivo, e com Andrezinho pouco se sobressaindo, o Vasco teve que apostar na força de seu conjunto. E foi assim que o time carioca triunfou mais uma vez. Aproveitando um contragolpe, Jorge Henrique acionou Julio Cesar na esquerda, que cruzou. A bola resvalou na zaga do Santinha e sobrou na medida para Andrezinho. Observando o canto oposto aberto, o meia do Vasco buscou o ângulo com um chute seco. Certeiro!

Yago Pikachu foi o responsável por alimentar ainda mais a esperança vascaína aumentando o placar no segundo tempo. Keno ainda tentou manter o Santa vivo logo depois, mas Jorge Henrique acabou com a esperança do time nordestino aos 48. Ainda deu tempo para um segundo gol dos donos da casa, mas ficou nisso. A torcida não perdoou e vaiou o Santinha, que perdeu por 4 a 3 no placar agregado.

De acordo com o site ‘OddsShark.com/br’, quem pôs fé na equipe carioca obteve um retorno de 2,38 por dólar investido. Lucro bem maior do que aquele que investiu em um triunfo do Cruzeiro diante do Vitória, por exemplo. A vitória da equipe mineira estava pagando apenas 1,63 e beneficiou apenas os investidores mais conservadores.

Com um gol relâmpago de Ábila aos 44 segundos da etapa final e o goleiro Fábio defendendo pênalti de Diego Renan, o jogo no Mineirão ainda contou com tentos de Bruno Ramires e Marinho para chegar aos mesmos 2 a 1 que classificou a equipe do técnico Paulo Bento com folga para as oitavas de finais da competição.

Santos desperdiça chances e apenas empata

No Distrito Federal, a equipe do Santos tentou bastante, mas não conseguiu sair do 0 a 0 diante do Gama e terá que fazer o jogo da volta com a missão de vencer por qualquer diferença de gols. Os visitantes não fizeram jus ao enorme favoritismo que dava apenas 43 cents de lucro para quem colocasse um dólar no triunfo da equipe de Dorival Junior. Melhor para o Gama, que agora terá a chance de jogar na Vila Belmiro precisando de qualquer empate que não seja o 0 a 0 para se classificar para a próxima fase.

Atlético-PR e Chapecoense finalizam a rodada

No único jogo válido pela Copa do Brasil nesta quinta-feira (20), o Atlético Paranaense recebe a Chapecoense na Arena da Baixada, em Curitiba. Será apenas o jogo de ida do confronto entre as equipes da Série A do Campeonato Brasileiro. E o técnico Paulo Autuori promete vir com tudo para cima dos catarinenses visando já fazer um ótimo resultado dentro de casa para não precisar correr atrás do prejuízo na semana seguinte, atuando na sempre complicada Arena Condá.

O maior problema do Furacão está nos vários desfalques. O goleiro Rodolfo, os zagueiros Marcão e Wanderson e o volante Matheus Rossetto não podem atuar por já terem jogado pela Ferroviária na mesma competição. Mesma situação do atacante Lucas Fernandes, mas este fará menos falta, já que Walter e André Lima deverão formar o trio ofensivo com Nikão. Vinicius volta ao meio de campo, mas Autuori também pensa no Brasileirão e, por isso, ainda não definiu 100% a equipe.

“O Vinícius volta. A possibilidade de o André (Lima) e o Walter jogarem é grande. Poderá acontecer. Vamos ver. O importante é entendermos que, deste jogo para o jogo contra o Fluminense, teremos pouco tempo de recuperação. Vamos ter que trabalhar em cima de uma análise bem feita. Importante é que a equipe entre em campo com bom nível”, disse o treinador em entrevista coletiva realizada nessa quarta.

A preocupação faz sentido, já que a equipe do Paraná faz uma excelente campanha no Campeonato Brasileiro e aparece na quinta colocação, com 24 pontos. Já a Chapecoense ocupa apenas a 13ª posição com 19 pontos e pensa mais em se livrar do rebaixamento do que em encostar no G-4.

Por essas e outras, e também pelo fato de atuar em casa onde é muito forte, o Atlético Paranaense é bastante favorito para levar a melhor no confronto. De acordo com estatísticas do site de probabilidades ‘OddsShark.com/br’, caso você invista no time de Paulo Autuori, levará para casa apenas 58 cents por dólar. Em compensação, um triunfo inesperado da Chape traria um sorriso enorme no rosto de quem colocou fé na equipe de Caio Júnior. Com um dólar apostado você leva tem um retorno de 5,91. Vale a fé?

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar