Ganhador.com

Brasileirão Série A

Santos assume vice-liderança; Internacional retorna ao Z-4. Saiba o que rolou na 34ª rodada do Brasileirão!

Foto: Friedemann Vogel/Getty Images

Falta pouco para o desfecho do Campeonato Brasileiro! Tudo bem que a 34ª rodada ainda não foi concluída — Grêmio e Sport Recife enfrentam-se, hoje (07), às 20h, em Porto Alegre —, mas, como os principais protagonistas em busca do título, vagas na Copa Libertadores da América e fuga do rebaixamento já concluíram suas missões, é possível traçar um panorama sobre o atual momento da disputa.

E a rodada começou com tudo, no sábado, com dois clássicos regionais de arrepiar. De volta ao Maracanã, Flamengo e Botafogo protagonizaram um jogo de muita luta, correria e poucas chances claras de gol. Uma dessas oportunidades foi desperdiçada pelo alvinegro Rodrigo Pimpão, aos 47 minutos do segundo tempo, cara a cara com o goleiro Muralha. No fim, o empate em 0 a 0 acabou sendo mais prejudicial ao Fla, que viu as chances de sagrar-se campeão brasileiro diminuírem ainda mais, enquanto o Bota depende só de si para garantir-se na Libertadores. Quem teve motivos para sorrir mesmo foram os investidores que optaram pelo placar igual e ficaram com a boa margem de lucro de 373%.

Ainda no sábado, quem deixou de ir ao Morumbi, por pensar que São Paulo e Corinthians judiariam da bola, quebrou a cara. Bom, os corinthianos que ficaram em casa acabaram se poupando, pois o Tricolor foi avassalador. A goleada por 4 a 0, com direito a show de Cueva, não só, praticamente, sepultou a possibilidade de rebaixamento como serviu de vingança dos 6 a 1 aplicados pelo Timão, no ano passado. Como os são-paulinos eram favoritos, as aplicações tiveram 211% de valorização.

Ontem (06), mais sete partidas de colocar os batimentos cardíacos dos torcedores à prova foram realizadas. Logo pela manhã, e de virada, o Santos deixou o Fla para trás e tornou-se o novo vice-líder da Série A. De quebra, a vitória do Peixe, em Campinas, sobre a Ponte Preta, por 2 a 1, se consolidou como o palpite mais rentável da rodada: 304%.

Por uma diferença de quatro horas, os santistas ficaram a três pontos do Palmeiras. Mas a alegria, literalmente, durou pouco, já que o time de Cuca não poupou o Internacional, no Allianz Parque, e venceu pelo placar mínimo. Com a confirmação do resultado, o Verdão está seis pontos à frente do time da Vila Belmiro e cada vez mais perto do título. Como tratava-se de uma barbada, a recompensa em cima deste palpite foi de R$ 1,60 sobre cada real.

No mesmo horário de Inter e Palmeiras, Vitória e Atlético Paranaense fizeram um duelo épico, em Salvador, com direito a duas viradas. Os baianos abriram o placar, mas logo viram os paranaenses assumir a liderança no marcador. Mas na raça, o Leão da Barra, comandado por Marinho, chegou aos 3 a 2 e empurrou o Colorado para o Z-4. Beneficiado pelo tropeço do Corinthians, o Furacão se segurou no G-6. Quem confiou na força dos mandantes, pulou como se estivesse no Carnaval da Bahia: 81% de lucratividade.

E quem desperdiçou uma chance de ouro de entrar no G-3 (que garante classificação direta à fase de grupos da Libertadores) foi o Atlético-MG. No Couto Pereira, o Galo sucumbiu diante do Coxa e acabou derrotado por 2 a 0. Melhor para a equipe da casa (que abriu quatro pontos de frente para a zona da degola,) e os investidores, contemplados com a boa recompensa de R$ 2,48/R$ 1.

Já o arquirrival dos atleticanos, o Cruzeiro, fez barba, cabelo e bigode pra cima do Fluminense, no Mineirão. Outro que vai se livrando do risco de queda para a Segundona, a Raposa, com o triunfo por 4 a 2, brindou os apostadores com 83% de valorização nos aportes. Pior para o Tricolor das Laranjeiras, que, pelo visto, terá que se contentar com uma vaguinha na Copa Sul-Americana do ano que vem. Ao fim do confronto, o presidente do Flu, Peter Siemsen, anunciou a demissão do técnico Levir Culpi.

Sem desespero, mas também com poucas pretensões na competição, a Chapecoense aumentou o calvário do Figueirense, na Arena Condá, ao somar mais três pontos, garantidos pelo placar mínimo. Com o terceiro revés em cinco jogos, sendo que apenas empatou os outros dois, o Figueira depende de um milagre para não cair. Mas quem acabou abençoado foi o investidor que aplicou na vitória da Chape e, assim, levou o prêmio de R$ 1,83/R$ 1.

Por fim, o Santa Cruz se saiu melhor no duelo dos desesperados contra o América-MG, no Arruda. Com o triunfo por 1 a 0, o Santa entregou a lanterna do Brasileirão para o Coelho. O resultado gerou 82% de rentabilidade aos investimentos.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar