Ganhador.com

NBB

Pinheiros é o destaque de momento da terceira rodada da NBB

Foto: Tiago Ferreir/Macaé Basquete

Não é só a NBA que está a todo vapor. O Novo Basquete Brasil (NBB) está na terceira rodada, quando o equilíbrio e a qualidade dos times dão o tom da disputa. Os três primeiros jogos aconteceram no feriado do dia 15, sendo que o máximo de vantagem no marcador que uma equipe exerceu sobre a outra foi de 11 pontos. Confira como ficaram os ganhos dos investidores, seguindo as projeções do Oddsshark.com/br.

No ginásio Cajazeiros, uma das grandes surpresas da competição, o Vitória-BA chegou ao segundo triunfo em dois confrontos contra o poderoso Brasília, atual líder da NBB. Com o placar de 88 a 77, o Leão da Barra, que não era favorito, fez com que os apostadores acertassem uma cesta de três pontos do meio da quadra com o ótimo faturamento de R$ 2,47 por R$ 1. O resultado fez o rubro-negro baiano escalar cinco posições na tabela, parando no quarto posto.

Outro quinteto que está representando muito bem o Nordeste é o Basquete Cearense que, ontem (16), bateu o Minas, no ginásio Paulo Sarasate, por 78 a 71. Foi a primeira vitória do time de Fortaleza, que, agora, ocupa o nono lugar da tábua de classificação, que garante uma vaga nas oitavas de final da NBB. Com a boa performance do BC, os apostadores alcançaram a margem de lucro de 25% nas aplicações.

E no único triunfo de uma equipe visitante, até o momento na terceira rodada, o Esporte Clube Pinheiros venceu o Macaé, em plena quadra do Tênis Clube De Macaé, por apenas dois pontos de diferença, com o dilatado marcador de 92 a 90, em um jogaço que ficou marcado pela alternância na liderança e muita emoção até o fim. Acabou sobressaindo o melhor preparo do conjunto paulistano, que passou a dividir a liderança com o Brasília. O desfecho da partida já era pedra cantada, no que diz respeito às projeções. Sendo assim, os investidores conseguiram 54% de lucratividade.

 

SEGUIMENTO DA RODADA NA QUARTA-FEIRA

Ontem (16), mais dois duelos movimentaram a rodada de número 3 do Novo Basquete Brasil. E os donos da casa não deram chances para os adversários. Começamos com a boa atuação do Club Athletico Paulistano, que não deu qualquer possibilidade de o Bauru sonhar com a triunfo, no ginásio Antônio Prado Jr. No fim, o placar de 90 a 66, em favor do Paulistano, fez jus ao melhor volume de jogo e organização da equipe de São Paulo.

O maior pontuador do time da casa foi Renato, com 18 acertos, enquanto Lucas garantiu a superioridade no garrafão, com oito rebotes, e De Paula colaborou sete assistências. Quem apostou na vitória do agora décimo colocado ganhou R$ 2,24 por R$ 1.

Por outro lado, este foi o segundo revés do Bauru em três duelos no NBB. Os atuais vice-campeões precisam buscar logo a reação, na sexta-feira, quando enfrentam a Liga Sorocabana, na quadra do rival. No mesmo dia, o Paulistano corre atrás do segundo triunfo seguido, em casa, contra o Franca.

Meia hora depois, tivemos um duelo entre duas fortes escolas do basquete paulista, quando sorocabanos e francanos se enfrentaram no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba. E os mandantes se impuseram pelo marcador de 87 a 66, confirmando 100% de aproveitamento na competição, ao lado de Flamengo, Vitória e Mogi das Cruzes. Assim como no outro jogo da quarta-feira (16), o visitante ostentava o favoritismo. Logo, quem acreditou nos anfitriões está todo orgulhoso com a lucratividade de 224% em cima das aplicações.

 

COMPLEMENTO DA RODADA NESTA QUINTA-FEIRA

Fechando a terceira rodada do Novo Basquete Brasil, mais dois confrontos com muita expectativa de bons lucros. Em São Januário, às 19h30 (horário de Brasília), o Vasco da Gama, que está na décima segunda posição, recebe o Campo Mourão, décimo quinto, em um embate de duas equipes que precisam muito ganhar fôlego na tabela. Pelas previsões, os cariocas devem conquistar o triunfo, quando a margem de resgate para este palpite é de 38%. Já a cotação, caso os paranaenses surpreendam fora de casa, é de R$ 2,80/R$ 1.

No outro duelo da noite, os gaúchos do Caxias do Sul enfrentam o Mogi das Cruzes, em seus domínios, mais precisamente no ginásio Vasco da Gama, às 20h05 (horário de Brasília). E o pagamento da vitória do mandante é altíssimo: R$ 4,90/R$ 1. Logo, ficou claro que os paulistas, apesar dá campanha ruim, quando ocupam apenas a 13ª colocação, contam com o favoritismo, que traria 14% de rentabilidade nas aplicações.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar