NBA

Olho nele! Como o “maluco beleza” James Harden está encantando a NBA

Foto: Gregory Shamus/Getty Images

Cotado ao MVP pelas previsões, armador do Rockets volta à quadra nesta noite contra os Celtics

A barba longa, o riso fácil, a estigmatizada camisa 13 e o ar desleixado bem que enganam, mas é ele, o “maluco beleza” James Harden, quem surge como um dos grandes favoritos ao posto de jogador mais valioso da NBA.

Tudo bem que ele ainda não tenha, por exemplo, a cotação de MVP que exibe Russell Westbrook, do Oklahoma City Thunder (R$ 2,00 contra R$ 5,00 de Harden), mas suas atuações mostram que a inversão desses valores está a caminho de ser mera questão de tempo. Harden está genial – e como poucos outros na história estiveram em um arranque de temporada.

A fase do seu Houston Rockets contribui para isto, é a pura verdade. Mas aí entramos quase num dilema de ovo ou galinha: os Rockets estão assim por Harden ou Harden está assim pelos Rockets? Pouco importa. O fato é que qualquer partida do time de Houston é um bombardeio de bolas longas e precisas.

Anotem a placa, ou melhor, o placar: o Houston cravou nas últimas cinco partidas contagem sempre acima dos 100 pontos. A lista: 128, 132, 101, 130 e 117. Só vitórias. Sobre os Nuggets, os Warriors, o Jazz, o Portland e os Kings, respectivamente.

A atuação de Harden nesses jogos – não é exagero dizer – esteve perto do épico. Em primeiro lugar, pela sua média de pontos, beirando os 30, quase a mesma da última temporada (29 pontos), mas o seu leque de recursos aumentou espantosamente, mostrando como são maldosos aqueles que o chamam de “maravilhosa máquina de arremessar”.

Harden, no alto do seu 1,96 metro, está arrebentando também na média de assistências (11,8) e rebotes (7,6) por partida, números bem acima do que exibia. A fase é tão espetacular que ele, aos 27 anos, faz do “triplo-duplo” um lugar-comum a cada partida.

Russell Westbrook não consegue por enquanto levar o Oklahoma além do sexto lugar na Conferência Oeste até aqui, com 12-8. Já Harden e seu Houston estão firmes na quarta colocação da mesma zona da tabela: 13-7. E com a chance de melhorar de posição ainda mais. Os Rockets têm uma verdadeira maratona de partidas em casa nos próximos dias. Começa às 23h30 (de Brasília) desta segunda-feira, recebendo os Celtics e com favoritismo evidente apontado pelo Oddsshark.com/br. A vitória do Houston devolve R$ 1,52, contra R$ 2,55 do triunfo do time de Boston.

A série dos Rockets jogando em Houston segue contra Lakers, Mavs, Nets, Kings e Pelicans – a única exceção nesta sequência será justamente contra o Thunder – de Westbrook! – na sexta-feira em Oklahoma.

O que esperar do Houston nesta sequência? O tiroteio incentivado pelo técnico Mike D’Antoni desde sua chegada ao Rockets. Se Harden é o “maluco beleza” em quadra, D’Antoni pode ser considerado seu par pelo estilo tão ofensivo e de tamanho fetiche por bolas longas. Não é raro, por exemplo, ver todos os atletas de Houston “abertos”, buscando chutes de longe e confundindo a marcação acostumada a parar times que forçam o jogo no garrafão – algo que Harden quase nunca faz nesta temporada.

Pura verdade: é exagero atribuir a Harden a exclusividade do gatilho de Houston. Seus colegas também estão com a mão quente. Eric Gordon, Ryan Anderson, Trevor Ariza e Patrick Beverley mantêm boas médias de chutes longos, superando sempre os 30% por partida. Em time que arrisca média de 37 (!!!) arremessos de três pontos por jogo, é de se imaginar que a estratégia só funcione quando a taxa de conversão justifica tamanho risco ofensivo.

O que também colabora para o jogo kamikaze de Houston funcionar é a eficiência de Harden nos lances livres. Ele acerta oito de cada dez tentativas, a dose exata para os instantes decisivos da partida – delicioso momento em que ele, com um inacreditável sorriso na barba, prende a bola como ninguém.

 

Mas a NBA está longe de ser só Harden e só os Rockets. A noite desta segunda-feira contará com 11 jogos:

  • 22h00 – Philadelphia 76ers (2,48) x Denver Nuggets (1,54)
  • 22h30  – Brooklyn Nets x  Washington Wizards *
  • 22h30 – Atlanta Hawks (2,90) x  Oklahoma City (1,42)
  • 22h30 – Toronto Raptors (1,80) x Cleveland Cavaliers (2,02)
  • 23h00 – Chicago Bulls (1,44) x  Portland Trail Blazers (2,81)
  • 23h00 – Milwaukee Bucks (2,86) x  San Antonio Spurs (1,43)
  • 23h00 – New Orleans Pelicans (1,37) x  Memphis Grizzlies (3,07)
  • 23h00 – Houston Rockets (1,52) x Boston Celtics (2,55)
  • 23h30 – Dallas Mavericks (2,48) x Charlotte Hornets (1,55)
  • 1h30 – Los Angeles Lakers x Utah Jazz*
  • 1h30 – Golden State Warriors x Indiana Pacers*

* Sem odds disponíveis até o fechamento desta edição.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.