Notícias

Lawler vai para sua terceira defesa de cinturão diante de Woodley no UFC 201

Um dos atletas mais sanguinários do Ultimate, Robbie Lawler voltará a subir no octógono neste sábado (30), quando medirá forças com Tyron Woodley na luta principal do UFC 201, que será disputado em Atlanta (EUA). O experiente atleta norte-americano fará a sua terceira defesa de cinturão dos meio-médios (77 kg), título que conquistou em dezembro de 2014 após vencer Johny Hendricks por decisão dividida.

Lawler ficou conhecido pelo seu estilo guerreiro e que coloca tudo de si dentro da cage toda vez que luta. O americano travou verdadeiras guerras em suas apresentações recentes. Contra Rory MacDonald o nocaute veio apenas no último round e rendeu aos atletas o prêmio de ‘Luta do Ano’ de 2015. Já diante de Carlos Condit, novamente outra luta incrível que rendeu aos lutadores a ‘Luta da Noite’ do UFC 195, disputado em janeiro deste ano.

O estilo trocador nato de Robbie Lawler também é comprovado com números. Recentemente, o site ‘Fightmetric’ divulgou a lista dos dez atletas que mais foram golpeados em eventos do UFC, WEC e Strikeforce. O norte-americano aparece em nono, com 467 golpes relevantes que o atingiram vindo de seus rivais. Ele é o quinto entre lutadores que ainda estão em atividade. E esse número pode aumentar ainda mais neste sábado, já que terá pela frente um adversário que tem como especialidade o wrestling, mas que também sabe lutar em pé.

Tyron Woodley é um atleta versátil. Das suas 15 vitórias na carreira, cinco foram por nocaute, cinco por finalização e cinco por decisão dos árbitros laterais. Dentro do Ultimate, o desafiante ao título vem demonstrando luta após luta como a sua mão é poderosa. Dos seus cinco triunfos, quatro foram por nocaute. No entanto, o atual número quatro do ranking oficial do UFC tem um fator que joga contra: seu longo período de inatividade. O norte-americano não luta desde janeiro de 2015, quando derrotou Kelvin Gastelum por decisão dividida dos juízes.

É por isso que Woodley é tido como azarão para a luta principal do UFC 201. De acordo com o site de probabilidade ‘OddsShark.com/br’, uma vitória do desafiante está pagando 2,20 dólares por dólar apostado. Já o triunfo do campeão traria 71 cents de lucro por cada dólar investido.

Mulheres no co-main event

Novamente mulheres estarão nos holofotes de um grande evento do Ultimate. Depois de Amanda Nunes triunfar diante de Miesha Tate na luta principal do UFC 200 e de Holly Holm ser desbancada por Valentina Shevchenko também no duelo mais aguardado do UFC on Fox 20, na semana passada, agora é a vez de Rose Namajunas e Karolina Kowalkiewicz representarem o lado feminino no UFC 201.

O duelo deve definir a próxima desafiante ao título da categoria dos palhas (52 kg), que hoje em dia é dominada por Joanna Jedrzejczyk. Namajunas se encontra em uma excelente fase. Depois de perder para Carla Esparza, a norte-americana engatou boas atuações e vitórias empolgantes diante de Angela Hill, Paige VanZant e Tecia Torres. Atual número três do ranking, ela terá a missão de acabar com a invencibilidade de sua oponente.

Karolina tem 30 anos, nove vitórias e nenhuma derrota como atleta profissional. Número cinco da lista dos palhas, ela venceu Randa Markos e Heather Jo Clark desde que chegou ao maior torneio de MMA do mundo. Mas ainda falta para a polonesa um teste de fogo, e ele virá diante de Namajunas. Um triunfo da polonesa renderá um retorno interessante de 2,75 dólares, enquanto que o resultado positivo da americana paga apenas 1,47.

Brasil também representado no UFC 201

Obviamente que o Brasil também terá seu representante em Atlanta. Wilson Reis será o único atleta local a fazer parte do UFC 201. O mineiro estava escalado para disputar o cinturão dos moscas (57 kg), que pertence a Demetrious Johnson. No entanto, o americano se machucou e teve que abandonar o card, fazendo com que o brazuca fosse reagendado para medir forças com o estreante Hector Sandoval – o duelo não valerá pelo título.

Muito mais conhecido no cenário internacional e com experiência de sobra tanto no UFC como em outros torneios, Wilson é franco favorito e um triunfo do brasileiro renderia pouco. Ainda segundo o ‘OddsShark.com/br’, a vitória do mineiro paga 1,31, enquanto o triunfo do americano faria muita gente feliz com o 3.60 de índice.

O UFC 201 tem previsão para começar às 19h30 – horário de Brasília. Já o card principal deve ter início às 23h.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.