Ganhador.com

Fórmula 1

Hamilton tem prognóstico de favorito, mas Rosberg pode ser campeão da F1 já neste domingo

Foto: Mark Thompson / Getty Images

O circo da Fórmula 1 já aportou no autódromo Hermanos Rodríguez, que será sede do Grande Prêmio do México de Fórmula 1, no próximo domingo (30), às 17h (horário de Brasília). E na segunda edição da corrida, após o hiato de 23 anos sem disputas na principal categoria do automobilismo, poderemos ter a definição do campeão. Possibilidade que só se tornaria real caso Nico Rosberg, da Mercedes, líder com 331 pontos, somar mais 25 com a vitória (356 no total), e o companheiro de equipe dele, Lewis Hamilton, segundo colocado com 305 pontos, abandonar a prova. Com apenas mais dois GPs até o fim da temporada, Brasil e Abu Dhabi, seriam apenas mais 50 pontos em disputa.

Mas no que diz respeito à antepenúltima prova do calendário de 2016, o Oddsshark.com/br elege como favorito a subir no degrau mais alto do pódio o atual bicampeão, Hamilton, com a cotação de R$ 1,91 sobre cada real em cima deste palpite. Logo em seguida, Rosberg aparece com valorização nos aportes bem próxima a do inglês, como a segunda melhor opção para alcançar o triunfo na Cidade do México: 238%. É importante ressaltar que o Oddsshark.com/br acertou este mesmo prognóstico, na semana passada, no GP dos EUA, com a confirmação da dobradinha do time alemão.

 

EXPECTATIVAS QUANTO AO SEGUNDO ESCALÃO

Daniel Ricciardo (RBR) é o piloto que lidera o pelotão dos competidores “de carne e osso”, já que a dupla da Mercedes parece ser de outro mundo, quando, pelo terceiro ano consecutivo, esteve anos-luz da concorrência. Mas com relação ao australiano, que venceu o último GP da Malásia, se ele obtiver a consagração no México – quando repetiria o estranho ritual de beber o champanhe no próprio calçado – proporcionaria o pagamento de R$ 13/R$ 1. Na sequência, em uma clara constatação de que a Red Bull se consolidou como a segunda força da F1, temos o prodígio Max Verstappen, que garante o lucro generoso de 1500%, se receber a bandeirada quadriculada.

Abaixo do time austríaco, temos a Ferrari, que vai se despedindo da temporada com o gosto amargo da decepção. Muito, mas muito mesmo foi investido para que a escuderia italiana se aproximasse dos atuais líderes do Mundial de Construtores. Esforço em vão. Resultados pífios, falta de entendimento entre técnicos e dirigentes e o nono ano seguido sem alçar um piloto ao título. Nas três últimas provas do ano, resta a esperança da torcida de que Sebastian Vettel ou Kimi Haikkonen deem uma única vitória aos apaixonados ferraristas.

Quem tem maiores chances de conseguir tal façanha, no próximo domingo, é Vettel, quando aquele que seria seu primeiro triunfo, em 2016, traria a valorização de 1700% no aportes, contra 3300%, caso o Homem de Gelo termine a corrida em primeiro lugar. Só mesmo os fãs da Ferrari para acreditarem que o cavalo negro, símbolo da equipe, daria lugar a uma zebra.

 

MISSÃO IMPOSSÍVEL

Fora os seis primeiros colocados na tabela, você tem a possibilidade de apostar em hipóteses das mais absurdas, porém, altamente rentáveis. As opções vão desde a dupla da Force India, Nico Hulkenberg e Sergio Pérez – ambos cotados em R$ 250/R$ 1; passando pelos veteranos Fernando Alonso e Jenson Button (que trariam a mesma recompensa de R$ 500/R$ 1); além de Felipe Massa, da Williams, com o mesmo valor dos pilotos da McLaren. Já Valtteri Bottas, companheiro do brasileiro na equipe inglesa, se alcançar a façanha de ouvir o hino da Finlândia no pódio, contemplaria os investidores com a bagatela de R$ 300/R$ 1.

 

QUEM VAI LARGAR NA POLE?

Lewis Hamilton pode garantir o mesmo valor de uma eventual vitória, se também cravar o melhor tempo no treino de classificação. A pole do tricampeão vale R$ 1,90/R$ 1. A cotação sobe para R$ 2,10/R$ 1 com Nico Rosberg abrindo a primeira fila. Abaixo, seguem os sete potenciais candidatos a liderar o grid:

  • Daniel Ricciardo: R$ 13,00/R$ 1
  • Max Verstappen: R$ 15,00/R$ 1
  • Sebastian Vettel: R$ 17,00/R$ 1
  • Kimi Raikkonen: R$ 26,00/R$ 1
  • Nico Hulkenberg: R$ 101/R$ 1
  • Sergio Pérez: R$ 101/R$ 1
  • Valtteri Bottas: R$ 201/R$ 1

 

FASTEST LAP

Aqui, no entanto, há empate da dupla da Mercedes. Veja as prévias para a volta mais rápida do GP do México:

  • Hamilton: R$ 2,63/R$ 1
  • Rosberg: R$ 2,63/R$ 1
  • Ricciardo: R$ 10,00/R$ 1
  • Verstappen: R$ 10,00/R$ 1
  • Vettel: R$ 10,00/R$ 1
  • Raikkonen: R$ 15,00/R$ 1
  • Hulkenberg: R$ 45/R$ 1
  • Pérez: R$ 45/R$ 1
  • Bottas: R$ 51/R$ 1

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar