Ganhador.com

NBA

Há vida depois dos 60 pontos, Klay Thompson?

Foto: Andy Lyons/Getty Images

Ala dos Warriors volta à quadra depois da histórica atuação de terça

Brincadeira do momento entre os fanáticos da NBA no Brasil: há homens com a mão quente, mas só a de Klay Thompson tem um GPS. Ala e camisa 11 do Golden State Warriors, ele anotou surreais 60 pontos em 29 minutos na sua histórica atuação contra o Indiana Pacers na madrugada da última terça-feira.

Nem é preciso dizer que este é seu recorde pessoal, pois poucos outros em todos os tempos na NBA foram capazes de chegar perto da sua impressionante marca.

Vale a pena esmiuçar. Klay obteve 21/33 nas bolas do perímetro, 8/14 nas bolas de três pontos e 10/11 nos lances livres. Seu desempenho foi tão assombroso que o técnico Steve Kerr, outro exímio arremessador de longe, sequer o colocou em quadra no último quarto do jogo, pois já estava definido. Final, Warriors 142, Pacers 106. Uma surra!

Perto de Thompson, apenas o que fez Kobe Bryant também em um dezembro, mas de 2005, quando o astro do Lakers arrasou os Mavs com 62 pontos em 32 minutos.

O gatilho de Thompson fuzilou também o recorde geral da temporada 2016/2017, que era de Russell Westbrook e seus 51 pontos sobre o Phoenix Suns – depois de uma prorrogação, é bom lembrar. Chamado de “Splash Brother” pela eficiência dos arremessos ao lado do igualmente eficiente Stephen Curry, seu companheiro de Warriors, Thompson é simplesmente um dos maiores cestinhas da história da NBA, na análise de ninguém menos que Kobe Bryant: “O que ele é Curry estão fazendo é de se admirar, poucos outros têm esta capacidade. Ver o arremesso desses caras é como ver um filme”, disse o astro do Lakers.

Thompson tomou um banho de gelo do amigo Curry depois da partida. “E ainda assim estou quente”, brincou, falando da eficiência nos arremessos. “Daria para chegar aos 80 pontos se jogasse até o final, mas 60 pontos em 29 minutos não é uma marca tão ruim assim, não é verdade?”, seguiu, aos risos.

O espetacular desempenho de Thompson espantou tanto o Brasil que nem deu para sentir falta de Anderson Varejão, que segue sem oportunidade no Golden State.

Brasil, que vale lembrar, viu Thompson de pertinho na Olimpíada, quando o ala brilhou também com os Estados Unidos que conquistaram uma tranquila  medalha de ouro, repetindo o feito do Mundial da Espanha dois anos antes.

Thompson não é um garoto. Tem 26 anos e 2,01 metros, e atua na NBA, sempre pelo Golden State Warriors, desde 2011. Antes desta semana, apenas no ano passado, com uma atuação na casa dos 50 pontos, ele havia feito algo semelhante, tanto que sua melhor média de pontos na carreira em uma temporada foi de 22 pontos, em 2014/2015.

Thompson e o Golden State voltam à quadra nesta noite para mostrar o que muda na vida de Klay e da equipe depois da estrondosa atuação. Os Warriors visitam o Los Angeles Clippers na partida que começa à 1h30 (de Brasília) desta quinta. Sinal verde para os Warriors, cuja vitória devolve R$ 1,56 a cada R$ 1,00 apostado, contra R$ 2,46 do triunfo dos Clippers.

Tem tudo para ser um jogão. Os Warriors lideram a Conferência Oeste, com os Clippers na terceira posição (as campanhas estão 18-3 a 16-3).

Pelo lado de Los Angeles é bom prestar atenção em um quarteto bastante conhecido do público brasileiro. O primeiro componente é o armador Chris Paul, de 31 anos, que abastece as ações ofensivas do ala Paul Pierce, do pivô DeAndre Jordan e do ala-pivô Blake Griffin.

A promessa é também de um duelo de altíssima contagem. A média de pontos dos Warriors até aqui é uma das maiores da NBA nos últimos tempos, com 120 pontos por jogo. Os Clippers têm um número inferior, se é que dá para considerar assim: são 108 pontos por partida.

 

Os dez jogos da NBA nesta noite são:

  • 22h00 – Orlando Magic (2,67) x Boston Celtics (1,50)
  • 22h00 – Charlotte Hornets (1,43) x Detroit Pistons (2,84)
  • 22h30  – Atlanta Hawks (1,25) x Miami Heat (3,93)
  • 22h30 – Brooklyn Nets (2,67) x Denver Nuggets (1,48)
  • 23h00 – Milwaukee Bucks (1,75) x Portland Trail Blazers (2,09)
  • 23h00 – Houston Rockets (1,09) x Los Angeles Lakers (7,61)
  • 23h00 – New York Knicks (3,75) x Cleveland Cavaliers (1,26)
  • 23h30  – Dallas Mavericks (2,35) x Sacramento Kings (1,61)
  • 00h00 – Phoenix Suns (2,56) x Indiana Pacers (1,61)
  • 01h30 – Los Angeles Clippers (2,46) x Golden State Warriors (1,56)

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar