Notícias

Futebol olímpico: no feminino, empates de Brasil e EUA no tempo normal quadriplicou os investimentos dos apostadores

O mesmo aconteceu com as vitórias de Canadá e Honduras, no torneio masculino

Definidos os classificados para as semifinais do torneio olímpico de futebol, tanto no masculino como no feminino, é hora de fazer o balanço de quem se deu bem, segundo as projeções do Oddsshark.com/br. E as maiores surpresas vieram do lado das mulheres, com três resultados considerados “fora da curva”.

Começamos com o sufoco que as meninas do Brasil passaram na última sexta-feira, nas quartas de final contra a Austrália. Jogando no Mineirão, estádio do traumático 7 a 1 da Alemanha na Copa de 2014, as jogadoras comandadas pelo técnico Vadão se depararam com uma adversária que não se rendeu fácil.

Tanto no tempo normal como nos trinta minutos da prorrogação, a bola teimou em não entrar em ambos os lados, em um duelo que deixou a torcida e as próprias jogadoras com os nervos à flor da pele. E como diz o ditado, disputa de pênalti só é bom quando é do time dos outros. Mais emoção pela frente.

Até a experiente craque Marta sentiu o peso da decisão e perdeu sua cobrança. Mas, para a alegria dos brasileiros, a goleira Bárbara estava em noite inspirada e defendeu duas penalidades. Alívio e festa do Brasil, que está na semifinal. E também comemorou quem apostou no empate nos 90 minutos de jogo, que faturou R$ 4,33 por cada real aplicado.

A adversária das donas da casa, na próxima fase, é ainda mais surpreendente. Contra todos os prognósticos, a seleção sueca eliminou os Estados Unidos, grandes favoritos ao ouro, também na disputa por pênaltis.

E, finalmente, as provocação da torcida brasileira contra a goleira americana Hope Solo, que fez um polêmico vídeo ironizando os casos de zika vírus no país-sede dos Jogos Olímpicos, surtiram efeito. A cada movimento da arqueira, um forte grito em uníssono da palavra zika ecoava nas arquibancadas. Com o placar igual no tempo normal, os apostadores que acertaram este palpite se deram muito bem, já que vão resgatar R$ 4,38 sobre a quantia investida.

Outros resultados do torneio feminino:

China 0 x  1 Alemanha (R$ 1,41)

Canadá (R$ 4,72) 1 x 0 França

Confrontos da semifinal do futebol feminino:

Brasil x Suécia – 16/8 – 13h (Maracanã)
Canadá x Alemanha – 16/8 – 16h (Mineirão)

Honduras É Única Surpresa No Torneio Masculino

No sábado, foi a vez do futebol masculino ter a definição dos quatro semifinalistas. Em São Paulo, na Arena Corinthians, a Seleção Brasileira encarou a perigosa equipe da Colômbia, que parece ter esquecido o bom futebol em casa e preferiu caçar os jogadores brasileiros em campo. E a vítima preferida deles foi Neymar. O craque do Barcelona, que chegou a ser dúvida para o confronto, levou incontáveis pontapés durante o jogo, mas jamais se intimidou. E a resposta veio na bola. De tanto tentar balançar as redes em uma cobrança de falta, o capitão do Brasil, finalmente, comemorou seu primeiro gol na Rio 2016.

No segundo tempo, os colombianos pressionaram cada vez mais, quando pararam em boas intervenções do goleiro Weverton. Mas o placar apertado não transmitia qualquer segurança à torcida, que temia por mais um vexame. Para alívio da nação, Luan fez um belo de gol de cobertura, aos 38 minutos da segunda etapa, e decretou a classificação do Brasil. O resultado proporcionou, de acordo com o Oddsshark.com/br, lucro de R$ 1,50 sobre cada real aplicado.

E o oponente da Seleção Brasileira na semifinal será uma das principais zebras do torneio olímpico de futebol masculino. Depois de contribuir para a precoce eliminação da Argentina, na fase de grupos, Honduras superou a Coreia do Sul, no Mineirão, por 1 a 0, e vai encarar os comandados de Rogério Micale na próxima quarta-feira, às 17h, no Maracanã. A façanha da equipe da América Central fez com que os apostadores quadruplicassem seus investimentos.

Nas outras partidas das quartas de final, a lógica prevaleceu. Com ótima campanha no Olimpíada, a Nigéria, que foi ouro em Atlanta 96, bateu a Dinamarca por 2 a 0, na Arena Fonte Nova. Antes da partida, a cotação dos nigerianos era de R$ 1,59/R$ 1. Melhor para quem acreditou que o axé da Bahia contagiaria o selecionado africano, já que conseguiu 59% de valorização nas aplicações.

Às 16h, na próxima quarta-feira, no estádio do Corinthians, a Nigéria vai encarar a Alemanha, que não tomou conhecimento de Portugal e sapecou uma goleada por 4 a 0. Promessa de um grande duelo, que garantirá ao vencedor uma vaga na final olímpica. Entre os favoritos, o triunfo alemão foi o que trouxe melhor margem de resgate em uma vitória simples. Bom para quem apostou neste palpite e faturou R$ 2,36 sobre cada real investido.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.