Notícias

Corinthians toma liderança do Palmeiras e fica a dois jogos do título simbólico do primeiro turno do Brasileirão

Timão bate Inter no Beira-Rio e conta com derrota do arquirrival, que sofreu revés diante do Botafogo; Grêmio tropeça diante do lanterna América-MG e Santos vence Cruzeiro

Bem que o OddsShark.com/br alertou. A liderança do Brasileirão podia sair das mãos do Palmeiras após a 17ª rodada e o investidor que tivesse o faro mais apurado nas apostas sairia com o bolso cheio. O Verdão sofreu pane, perdeu para o Botafogo por 3 a 1 fora de casa e entregou de bandeja a liderança da competição nacional para o arquirrival Corinthians. O Timão assumiu a ponta com 33 pontos ao derrotar o Inter, 13º colocado com 21 pontos, no Beira-Rio, pelo placar de 1 a 0, e ainda com direito a solicitação de “DVD” aos rivais colorados.

Dos times do G-4, o Corinthians era a equipe que tinha a missão considerada mais difícil durante a rodada. Não por conta da atual fase do Inter, que vinha de seis derrotas nos últimos oito jogos, mas pelo clima de rivalidade que se instalou entre as equipes desde a década passada. As apostas indicavam favoritismo ao Colorado, garantindo lucro de US$ 1,31 para cada dólar investido. Porém, quem confiou no “taco” do Timão, que teve o retorno de Elias ao time titular, se deu bem. O volante, melhor em campo, anotou o gol da vitória alvinegra e que deu a liderança à equipe. O jogador também fez a alegria dos investidores que apostaram no Timão, já que tiveram retorno superior a 200%. Antes do embate, uma vitória corintiana pagava US$ 2,23 para cada dólar apostado.

Verdão sofre pane e deixa liderança após oito rodadas

Já o Palmeiras não só perdeu a primeira posição que mantinha há oito rodadas como caiu para o terceiro lugar na tabela. O Verdão estacionou nos 32 pontos, mesma pontuação do Santos, que bateu o Cruzeiro por 2 a 0 e que ganha no saldo de gols. A noite no Rio de Janeiro foi para ser esquecida. Nada funcionou no Verdão, que foi derrotado pelo segundo jogo consecutivo. Já o Botafogo, sem nada a ver com isso e bem organizado em campo, teve as principais chances e abriu vantagem ainda na etapa inicial com dois gols de Neílton. O Verdão ensaiou uma reação com Erik, mas Camilo, de pênalti, garantiu a vitória do Fogão, que ganhou três posições na classificação e alívio com relação ao Z-4. Os alvinegros cariocas estão 14º, com 20 pontos. O desastre alviverde também afetou as apostas dos investidores, uma vez que o time era considerado favorito, com US$ 2,44. Ganhou dinheiro quem foi no Botafogo, que pagou US$ 1,84 para cada dólar investido.

Grêmio tropeça diante do lanterna América-MG

Outro que tropeçou foi o Grêmio, que tinha até então a missão mais tranquila de domingo. Os comandados do técnico Roger Machado não saíram do zero com o lanterna América-MG, no Independência. Os mineiros chegaram ao oitavo jogo sem vitória no Brasileirão. O Tricolor Gaúcho caiu para o quarto lugar, com 32 pontos, contra nove dos mineiros, os últimos colocados. O 0 a 0 só não foi ruim para os jogadores online que apostaram no empate, rendendo US$ 2,43.

Peixe faz nova vítima e chega à quatro vitórias nos últimos cinco jogos

Enquanto isso, na Vila Belmiro, o clima é só de alegria. A vítima da vez foi o Cruzeiro, 19º, com 15 pontos. O Peixe derrotou os mineiros, que estrearam o técnico Mano Menezes, por 2 a 0, com autoridade, e estão a um ponto do líder Corinthians. A revelação Vitor Bueno e Lucas (contra) deram a vitória santista, que não deixou o rival paulista se distanciar. Já a Raposa segue sua crise interminável, na penúltima colocação. O duelo, tido como um dos resultados mais previsíveis para os apostadores, rendeu apenas US$ 0,91 a cada dólar investido pelos jogadores nos três pontos do time da baixada santista.

Com show de Robinho, Galo goleia Santa Cruz

Outro placar que merece destaque foi o 3 a 0 aplicado pelo Atlético-MG (US$ 1,39) no Santa Cruz (US$ 7,99), no último sábado, em Belo Horizonte. Com gols de Luan, Fred e Robinho, em ótima atuação do Rei das pedaladas, o Galo subiu na tabela e já ocupa o sexto lugar, com 29 pontos. Já o Santinha, que não consegue repetir o bom futebol das primeiras rodadas, está na zona da degola, em 18º e com 17 pontos.

São Paulo decepciona 56 mil presentes no Morumbi

Na sessão matinê do Brasileirão, o São Paulo (US$ 1,55) decepcionou sua torcida, que com promoção de ingressos, esteve presente em quase 55 mil vozes, batendo o recorde de público desta edição do campeonato, no 2 a 2 com a Chapecoense (US$ 6,66). O resultado poderia ter sido pior se os tricolores não tivessem reagido após saírem perdendo por 2 a 0, gols de Kempes e Thiego. O resultado favorável ao Verdão do Oeste renderia um lucro de 500% aos investidores, mas o peruano Cuevas, aos 15 e 40 minutos da segunda etapa, igualou o placar. A igualdade deixou os são-paulinos em posição intermediária, em 10º, com 23 pontos, uma colocação à frente dos catarinenses, que têm o mesmo número pontos, mas uma vitória a menos.

Sport vence e Flamengo derrota Coxa em Curitiba

O Sport venceu de forma consistente um desfalcado Atlético-PR – sem seis titulares – por 2 a 0, na Ilha do Retiro, e ganhou duas posições na tabela. Os gols de Diego Souza e Edmilson deram aos pernambucanos o 12º lugar, com 21 pontos, US$ 0,74 de lucro para cada dólar. Já o Furacão, que com o corte do palmeirense Fernando Prass nas Olimpíadas do Rio 2016 teve seu goleiro – Weverton – convocado, está em oitavo, com 27.

Outro que segue em plena ascensão é o Flamengo, que já é o quinto, três pontos do líder. O Mengão alcançou um grande resultado na rodada ao superar o perigoso Coritiba, por 2 a 0, no Couto Pereira. Apesar do jogo ter sido fraco tecnicamente, os cariocas venceram com gols de Paolo Guerrero – três gols nos últimos quatro jogos – e Marcelo Cirino, em boas participações dos meio-campistas Mancuello e Cuéllar. A vitória rubro-negra engordou o bolso de quem investiu no time, gerando US$ 2,72. Já o Coxa frustrou torcedores e apostadores. Os paranaenses ainda entraram no Z-4, na 17ª posição (18 pontos), após vitória do concorrente Botafogo no domingo.

Flu e Figueirense fazem o dever de casa

O Fluminense e o Figueirense abafaram por pelo menos alguns dias suas respectivas crises ao saírem vitoriosos na 17ª rodada. O Tricolor Carioca goleou a Ponte Preta por 3 a 0, com gols de Wellington e Cícero (dois), e foi para o nono lugar com 24 pontos, mesma pontuação da Macaca, que está uma posição à frente por causa do número de vitórias. O resultado também surtiu efeito para os que apostaram numa vitória carioca, avaliada em US$ 1,79. Já o Figueira (US$ 2,12), com gol solitário de Dodô, suportou a pressão do Vitória (US$ 3,45), que teve um jogador a mais ao longo do jogo, após Rafael Moura ser expulso. Assim, os catarinenses tiveram um pouco de respiro do Z-4 e pularam para o 15º lugar, com 20 pontos, uma posição acima dos baianos, com 19 pontos.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.