UFC

As pistas sobre o futuro de José Aldo no UFC

Foto: Rey Del Rio / Getty Images

Na última semana, José Aldo teve um encontro com dirigentes do UFC, em Las Vegas (EUA), para falar sobre seu futuro no esporte. Em entrevista ao Combate após a reunião, ele não deu pistas sobre o que foi conversado, apenas declarou que “cada um tem que seguir seu caminho”. Dias depois, dois acontecimentos dão sinais sobre seu futuro. Primeiro ele mesmo usou o Twitter para avisar que está repensando sua aposentadoria do MMA e que “coisas boas estão por vir”. Depois, a organização anunciou o confronto entre Max Holloway e Anthony Pettis para o UFC 206, que acontece no dia 10 de dezembro, em Toronto, Canadá.

 
Se, numa mesma frase, José Aldo declara que está repensando sua aposentadoria e coisas boas estão por vir é porque, de fato, algo favorecendo sua continuidade no esporte está para ser confirmado. O brasileiro pode muito bem ter batido o pé na reunião com o UFC. Mas, se tratando de uma negociação, sempre há uma contraproposta, e ela pode ter balançado Aldo. Não necessariamente trata-se de dinheiro, mas, sim, uma condição justa para fazê-lo voltar atrás.

Vale lembrar que Conor McGregor tem um anúncio pessoal a fazer após o UFC 205. Embora sejam apenas especulações até o momento, a expectativa é que o irlandês fique um tempo afastado do octógono ou, quem sabe, até se aposente do MMA. Independentemente do motivo real, uma saída de Conor automaticamente promoveria Aldo a campeão absoluto da divisão dos penas, já que atualmente ele é o campeão interino. Esse anúncio deve sair no dia 12 de novembro, após a luta de McGregor no UFC 205 contra Eddie Alvarez. Não custa esperar para ver o que vai acontecer.

E o que o duelo Holloway x Pettis significa? Bom, eles são os dois nomes possíveis para um confronto com Aldo — no caso de uma revanche com McGregor não acontecer até o início do ano que vem. Se ambos vão se enfrentar em dezembro, pode muito bem se tratar de um duelo que define o desafiante ao título absoluto dos penas, seja contra Aldo ou McGregor. Tirando os dois, Max Holloway e Anthony Pettis são os nomes mais expressivos da categoria dos penas no momento, e o combate tem cara de ser decisivo em questão de qual dos dois ganha a chance de brigar pelo título. Fora que a luta acontece após o UFC 205, o que pode dar a Aldo uma condição de campeão à espera do próximo desafiante.

Ambas as “pistas” soam como música para os fãs de José Aldo. Mas nunca é demais lembrar: no mundo das lutas, especialmente ultimamente, nem sempre as coisas acontecem como o esperado. Ainda assim, apostaria minhas fichas no retorno do brasileiro. Até que algo de concreto se confirme, vale acreditar em um futuro do brasileiro no MMA.

Como apostar na futebol 2021