Ganhador.com

UFC

As pistas sobre o futuro de José Aldo no UFC

Foto: Rey Del Rio / Getty Images

Na última semana, José Aldo teve um encontro com dirigentes do UFC, em Las Vegas (EUA), para falar sobre seu futuro no esporte. Em entrevista ao Combate após a reunião, ele não deu pistas sobre o que foi conversado, apenas declarou que “cada um tem que seguir seu caminho”. Dias depois, dois acontecimentos dão sinais sobre seu futuro. Primeiro ele mesmo usou o Twitter para avisar que está repensando sua aposentadoria do MMA e que “coisas boas estão por vir”. Depois, a organização anunciou o confronto entre Max Holloway e Anthony Pettis para o UFC 206, que acontece no dia 10 de dezembro, em Toronto, Canadá.

 
Se, numa mesma frase, José Aldo declara que está repensando sua aposentadoria e coisas boas estão por vir é porque, de fato, algo favorecendo sua continuidade no esporte está para ser confirmado. O brasileiro pode muito bem ter batido o pé na reunião com o UFC. Mas, se tratando de uma negociação, sempre há uma contraproposta, e ela pode ter balançado Aldo. Não necessariamente trata-se de dinheiro, mas, sim, uma condição justa para fazê-lo voltar atrás.

Vale lembrar que Conor McGregor tem um anúncio pessoal a fazer após o UFC 205. Embora sejam apenas especulações até o momento, a expectativa é que o irlandês fique um tempo afastado do octógono ou, quem sabe, até se aposente do MMA. Independentemente do motivo real, uma saída de Conor automaticamente promoveria Aldo a campeão absoluto da divisão dos penas, já que atualmente ele é o campeão interino. Esse anúncio deve sair no dia 12 de novembro, após a luta de McGregor no UFC 205 contra Eddie Alvarez. Não custa esperar para ver o que vai acontecer.

E o que o duelo Holloway x Pettis significa? Bom, eles são os dois nomes possíveis para um confronto com Aldo — no caso de uma revanche com McGregor não acontecer até o início do ano que vem. Se ambos vão se enfrentar em dezembro, pode muito bem se tratar de um duelo que define o desafiante ao título absoluto dos penas, seja contra Aldo ou McGregor. Tirando os dois, Max Holloway e Anthony Pettis são os nomes mais expressivos da categoria dos penas no momento, e o combate tem cara de ser decisivo em questão de qual dos dois ganha a chance de brigar pelo título. Fora que a luta acontece após o UFC 205, o que pode dar a Aldo uma condição de campeão à espera do próximo desafiante.

Ambas as “pistas” soam como música para os fãs de José Aldo. Mas nunca é demais lembrar: no mundo das lutas, especialmente ultimamente, nem sempre as coisas acontecem como o esperado. Ainda assim, apostaria minhas fichas no retorno do brasileiro. Até que algo de concreto se confirme, vale acreditar em um futuro do brasileiro no MMA.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar