Ganhador.com

UFC

Anderson Silva e Bisping se provocam e sinalizam revanche no futuro

Foto: Christopher Lee/Getty Images

O duelo entre Anderson Silva e Michael Bisping aconteceu em fevereiro, mas em dezembro, dez meses depois, o confronto ainda é lembrado por ambos os lutadores. Especialmente por Spider, que saiu do octógono derrotado. Nesta semana, ele e o rival trocaram provocações através do Instagram. Nada que não tenha acontecido antes, apenas mais uma evidência de que uma revanche entre os dois tem tudo para acontecer no futuro.

A grande polêmica que marcou a luta entre Bisping e Spider aconteceu no fim do terceiro round do confronto. Após o inglês sustentar certo domínio e ter aplicado dois knockdowns no brasileiro, Anderson encaixou uma joelhada voadora no último segundo do terceiro round. Bisping caiu, o árbitro ficou confuso e Spider saiu para comemorar, mas foi declarado o fim do round, não o fim da luta. O brasileiro alega o nocaute – e eu concordo que o combate deveria acabar ali – mas se o árbitro não sinalizou, a luta seguiu corretamente. Fim de discussão, já que ele não continuou batendo.

O brasileiro publicou uma montagem com golpes aplicados em Bisping durante a luta e escreveu uma mensagem no Instagram:

– O dia que nocauteei e perdi por pontos. Na terra da rainha não é diferente do Brasil. Time da casa tem peso dobrado – reclamou, lembrando o UFC Londres.

Bisping imediatamente respondeu o brasileiro, criticou sua postura diante da derrota e ainda cutucou Spider ao mencionar o caso de doping que ele se envolveu em 2015,

– Primeiramente, fiz você andar para trás a luta inteira e te derrubei duas vezes. Você lançou um ataque barato, que me derrubou, mas não me nocauteou. Você perdeu, lide com isso. Um verdadeiro artista marcial deveria ser respeitoso na vitória ou na derrota. Eles também não tomam esteroides. O senhor é uma farsa! – retrucou Bisping.

Depois daquela luta, Michael Bisping se consolidou como um dos pretendentes a “Lutador do Ano”. Ele venceu Spider na decisão, depois nocauteou Luke Rockhold, chocou o mundo e se tornou o campeão dos médios, e por fim superou Dan Henderson em revanche realizada em outubro. Já Anderson Silva, sumiu. Ele sofreu uma lesão que o tirou do UFC 198, em maio, depois só apareceu como salvador e maior “vencedor moral” do UFC 200, ao encarar Daniel Cormier de última hora para substituir Jon Jones. Depois disso, sumiu de novo.

Tais provocações entre ambos tanto tempo depois podem até soar como uma “cavada” de Spider para uma revanche valendo o título dos médios. E é. Mas a resposta de Bisping sinaliza também certo interesse. Seja em breve ou mais para frente, eles farão uma revanche no octógono. Agora não é hora, a categoria tem muitas opções para ambos. Mas apesar da vitória do inglês, o confronto ainda está engasgado em Anderson Silva. Quando dois astros do nível deles demonstram interesse em resolver suas diferenças, o Ultimate sabe que vale à pena. Fora que diante do turbilhões de emoções que foi a primeira luta, quem não gostaria de ver a segunda?

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar