UFC

Por que Jéssica Andrade pode quebrar a banca contra Shevchenko no UFC 261

Jéssica Andrade é lutadora peso-mosca do UFC
Foto: Divulgação / UFC

No próximo dia 24 de abril, a ex-campeã do peso-palha (até 52 kg) do Ultimate, Jéssica Bate-Estaca tem a chance de conquistar seu segundo cinturão na organização. A brasileira vai enfrentar Valentina Shevchenko, atual detentora do cinturão do peso-mosca (até 57 kg) e invicta na categoria no UFC 261, no dia 24 de abril. Embora tenha estreado com uma grande vitória na nova divisão, a atleta da equipe PRVT aparece como zebra para a luta, segundo o Bodog.

[gambling_ad id=37983″] 

Saiba como apostar no UFC  

Inicialmente é preciso analisar as cotações das duas atletas para o confronto. Em outubro de 2020, Bate-Estaca estreou no peso-mosca com uma imponente vitória sobre Katlyn Chookagian, por nocaute. No entanto, nem isso ajudou a brasileira, que aparece com a cotação de R$ 4,00, ou seja, um saldo positivo de 300% se desbancar a campeã. Por outro lado, Valentina tem os odds de R$ 1,25 e um faturamento de apenas 25% se mantiver o título.  

Mas apesar dos números não estarem a favor da brasileira, é preciso destacar alguns pontos positivos dela. Bate-Estaca tem como uma de suas especialidades o jogo de luta agarrada, com quedas plásticas, além de demonstrar uma grande evolução na trocação. Valentina, que costuma levar seus duelos mais na parte em pé, pode ter dificuldade para lidar com a força física da desafiante. 

Outra situação que pode ajudar Jéssica no combate é pelo fato de saber lidar com a pressão de uma luta por título. Ao contrário das últimas adversárias de Shevchenko, brasileira já esteve em duas ocasiões nessa situação pelo Ultimate e não vai ter problema em fazer um confronto de cinco rounds diante da campeã.  

Além disso, Bate-Estaca não se importa em ser apontada como zebra para uma luta e costuma render melhor nesse cenário. A brasileira já esteve nessa mesma posição diversas vezes e sempre se saiu bem. Sem contar com o poder de nocaute de Jéssica. Que depois de aterrorizar as rivais na categoria de baixo, mais pesada fica também mais forte e com um poder de nocaute ainda mais ameaçador. Sim, Valentina é a especialista na trocação, mas a brasileira também pode surpreender se encaixar uma boa sequência.

Odds para o UFC 261 

Odds em 22 de março, segundo o [custom:bodognogeo-link] 

  • (R$ 1,25) Kamaru Usman x Jorge Masvidal (R$ 4,00) 
  • (R$ 1,25) Valentina Shevchenko x Jéssica Bate-Estaca (R$ 4,00) 
  • (R$ 1,52) Weili Zhang x Rose Namajunas (R$ 2,55) 
  • (R$ 1,87) Uriah Hall x Chris Weidman (R$ 1,87) 
  • (R$ 2,60) Anthony Smith x Jimmy Crute (R$ 1,50) 
  • (R$ 1,66) Danaa Batgerel x Kevin Natividad (R$ 2,20) 
  • (R$ 1,62) Brendan Allen x Karl Roberson (R$ 2,30) 
  • (R$ 1,90) Jeff Molina x Aori Qileng (R$ 1,83) 
  • (R$ 1,66) Johnny Muñoz x Mark Striegl (R$ 2,20) 
  • (R$ 1,62) Ariane Sorriso x Na Liang (R$ 2,30) 
  • (R$ 1,40) Rong Zhu x Rodrigo Vargas (R$ 2,95)
Como apostar na futebol 2021