Ganhador.com

UFC

O próximo passo de Conor McGregor no UFC

Conor McGregor é ex-campeão dos penas e dos leves do UFC
Foto: Divulgação / UFC

McGregor sabia que umas das principais estratégias de Donald Cerrone rumo ao UFC 246 era tentar encaixar seu chute alto na cabeça. Mas pra isso acontecer,  o americano precisava de espaço, então o irlandês o sufocou imediatamente. O cowboy se viu diante de um touro furioso, mas não teve tempo de sequer pensar no que fazer. Depois tomar quatro ombradas no rosto, Cerrone ainda tentou respirar usando a mão da frente pra medir a distância e aplicar seu único golpe na luta. Mas Conor já tinha sentido o cheiro do medo e respondeu com um o mesmo chute alto que o adversário visualizava e abriu caminho pro nocaute técnico que precisou de mais 21 golpes de Conor, incluindo uma joelhada voadora e diversos exemplares do seu murro de esquerda até a interrupção do árbitro Herb Dean. Conor foi esperto ao usar da força e da velocidade pra dar um choque de realidade num Cowboy que esperava uma luta sangrenta de até cinco rounds. Mérito total do irlandês, que agora tem diversas opções à mesa para definir seu futuro.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC

E embora Conor não tenha citado nominalmente nenhum pretendente, o presidente do UFC Dana White tem seu nome preferido pra ser o próximo adversário do irlandês no octógono: Khabib Nurmagomedov.

Em todas as entrevistas que deu após a luta, Conor se mostrou grato e até meio que emocionado com o fato de poder voltar a lutar e vencer no octógono, mas em nenhum momento demonstrou um interesse maior em um rival em específico. Ele disse que só quer se manter em atividade.

Mas em conversa com os jornalistas logo após a luta, Dana White declarou o seguinte:

“Conor tá obcecado em conseguir a revanche com Khabib. Ele não estava 100% na primeira luta. A revanche é uma luta enorme, de apelo mundial. É a luta que faz sentido pelo título dos leves. Conor x Masvidal não precisa ser pelo título, embora ele queira o BMF Title. Khabib é a luta a ser feita. É uma luta gigante para Khabib também”, salientou o dirigente.

Ou seja: na opinião de Dana, a revanche com Khabib faz sentido. O que não faz sentido, na minha opinião, é o timing. Durante toda a semana. e mesmo após a luta, me chamou a atenção o quanto Conor repetiu que seu maior objetivo é se manter em atividade. Ele não tá focado especialmente num objetivo. Ao menos não é o que parece. Claro que ele considera várias opções, mas nenhuma delas se destaca a ponto dele focar ali. E ele tá tão decidido a se manter em atividade que depois da vitória espetacular contra Cerrone, numa entrevista ao canal do UFC no Youtube, ele sugeriu que pode voltar a lutar em março, o que devido ao curto espaço de tempo favorece sua continuidade na categoria dos meio-médios

Vale lembrar que o UFC 248, dia 7 de março, já tem duas disputas de cinturão confirmadas. Wheili Zhang Vs Joanna Jedrzejczyk pelo cinturão peso palha e Israel Adesanya Vs Yoel Romero pelo título dos médios. E nenhum desses combates foi anunciado como luta principal. Conor ainda pode entrar nesse evento.

O problema é que Khabib x Ferguson acontece no UFC 249, em abril. Essa conta não bate. Então ou Conor vai convencer o UFC a colocá-lo no octógono outra vez em março ou o UFC terá que segurar a onda de Conor pra que ele preserve o status atual pra justificar sua chance pelo cinturão dos leves no segundo semestre.

Outro detalhe é que antes do UFC 246, Conor deixou claro que estaria disposto a ser o Plano B pro caso de Ferguson ou Khabib se machucarem e a luta acabar cancelada pela milésima vez.

Pra quem não entende por que raios Dana tá falando de Conor Vs Khabib já que o russo passou o carro no irlandês na primeira luta, ele mesmo entregou o motivo na coletiva. Ele acredita que a revanche entre os dois seria a maior luta da história do UFC e que venderia mais de três milhões de pacotes de PPV.

E talvez se o UFC colocar Conor pra enfrentar Jorge Masvidal, Kamaru Usman ou mesmo Justin Gaethje, o irlandês vai correr um risco enorme de perder e a chance do UFC promover a revanche com o irlandês em alta pode passar.

Não custa lembrar que tanto Khabib quanto Ali Abdelaziz, empresário do russo, já repetiram 500 vezes que não há qualquer interesse em dar a revanche pra Conor agora. Vamos ver quantos milhões serão necessários pra fazê-los mudar de ideia.

O pai de Khabib, Senhor Abdulmanap Nurmagomedov, chegou a dizer que por 100 milhões de dólares, o filho aceita a revanche com Conor.

Adoraria ver Conor x Masvidal ou Justin Gaethje em março. São duas lutas que não são só atraentes pelo estilo de luta dos envolvidos, mas, na minha opinião, seriam desafios bons o suficiente pro Conor convencer o mundo de que merece uma revanche com o Khabib. Um atropelo contra o Cerrone em 40 segundos não me faz acreditar que uma revanche com o Khabib hoje seria mais competitiva.

E outra… Não se surpreendam se aparecer a possibilidade de Conor McGregor Vs Nate Diaz 3. É outra luta que venderia milhões, com baixo risco pra Conor McGregor e que pode ajudá-lo a se manter am atividade sem arranhar suas chances de enfrentar Khabib no futuro.

O jeito agora é esperar e ver o que vai acontecer. Mas suspeito que o irlandês não vai ter tanta paciência pra esperar a luta entre Khabib e Ferguson que só acontece daqui a três meses pra decidir seu futuro no MMA.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar