Ganhador.com

UFC

Jan Blachowicz se aproxima de chance pelo cinturão contra Jon Jones no UFC

Jan Blachowicz se aproxima de chance pelo cinturão do UFC
Foto: Divulgação / UFC

O UFC Fight Night que aconteceu em Rio Rancho, no último sábado (15 de fevereiro), foi marcado pela vitória espetacular de Jan Blachowicz na luta principal. O polonês nocauteou Corey Anderson no primeiro round e entrou na discussão sobre o próximo desafiante ao cinturão dos meio-pesados. Mais que isso, Blachowicz deu show diante do campeão Jon Jones, que estava na plateia e se empolgou com a apresentação. Embora Dominick Reyes seja o mais querido para ser o próximo rival de Jones, é inegável que Jan tem no momentos grandes chances de ser o próximo da fila.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC

Azarão diante de Corey Anderson, Jan Blachowicz emplacou a terceira vitória consecutiva. São sete vitórias nas últimas oito lutas – o único revés aconteceu contra Thiago Marreta, por nocaute. Ele superou em sequência nomes como Luke Rockhold, Ronaldo Jacaré e Corey Anderson. Numa categoria normalmente rasa e sem muita competição no topo, o polonês se aproximou de uma chance pelo título e colocou fogo no topo da divisão até 93kg.

O que pesa mais a favor de Jan, além da grande vitória no UFC Rio Rancho, é a reação de Jones ao ver seu triunfo por nocaute. O campeão dos meio-pesados se levantou, aplaudiu e elogiou a performance do polonês. Na coletiva de imprensa pós-luta, o americano disse que “não há como negar uma chance ao título a Blachowicz”. E honestamente, dada a polêmica do resultado da luta de Jones diante de Reyes e o sufoco que ele passou, o foco em Blachowicz até que faz sentido. Isso explica sua empolgação.

Na categoria dos meio-pesados, além de Dominick Reyes, Thiago Marreta seria o outro nome na briga. Mas o brasileiro só volta ao cage, se tudo der certo, em julho. Ele de certa forma ficou um pouco para trás por conta da lesão. O lado bom é que uma. categoria que costuma ter tão poucos desafiantes convincentes ao título, hoje tem quatro nomes empolgantes no topo. Seja qual for a próxima disputa de cinturão, os outros dois lutadores podem se enfrentar e fazer a alegria dos fãs.  O único problema é que Jan Blachowicz, Dominick Reyes e Thiago Marreta acumulam argumentos para sustentarem a hipótese de serem os próximos da fila.

Hoje, Jan Blachowicz está na frente, mas não se surpreendam se as coisas mudarem e o próximo rival de Jones for outro. Pra uma divisão que até certo tempo era absolutamente dominada por um campeão soberano que não dava qualquer chance para os rivais, até que a divisão dos meio-pesados vive uma boa fase. Ja era hora. Os fãs não perdem por esperar.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar