UFC

Estreia da ‘Ilha da Luta’ terá UFC 251 com brasileiros em disputas de cinturão

José Aldo é ex-campeão peso pena do UFC
FOTO: Divulgação / UFC

O UFC anunciou oficialmente o destino, as datas e as primeiras lutas confirmadas para a “Ilha da Luta”. A maior organização de MMA do mundo divulgou que o UFC 251 e mais três eventos acontecem na Ilha de Yas, em Abu Dhabi, nos dias 11, 15, 18 e 25 de julho. Para o primeiro show no local, o Ultimate programou três disputa de cinturão na mesma noite. Gilbert Durinho terá a chance pelo cinturão dos meio-médios contra o amigo, companheiro de treinos e atual campeão até 77kg, Kamaru Usman; nos galos, José Aldo enfrenta Petr Yan pelo título vago dos galos e Max Holloway terá a revanche contra o campeão Alexander Volkanovski na divisão peso-pena.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC

Usman x Durinho

Depois de emplacar a quarta vitória consecutiva nos meio-médios, Durinho ganhou a sonhada chance pelo título da categoria até 77kg. A vitória contra Tyron Woodley o levou a primeira posição no ranking oficial da categoria. Kamaru estava de olho num duelo contra Conor McGregor ou Jorge Masvidal. Ambos estão atrás do brasileiro quando se trata de meritocracia esportiva, mas eram desafios muito mais lucrativos para o campeão. Acontece que os dois bateram cabeça com a organização na hora de negociar e acabaram abrindo espaço pra Durinho ganhar sua chance.

Os dois são amigos e companheiros de treinos, já treinaram muita vezes juntos. De um lado, Usman, campeão da divisão que não luta desde dezembro, quando nocauteou o desafeto Colby Covington do outro, acumula 15 vitórias consecutivas na carreira; do outro, Gilbert Durinho, que depois de uma passagem irregular pelos leves, subiu para os meio-médios e num espaço de nove meses conseguiu quatro vitórias seguidas, incluindo um nocaute em Demian Maia e uma atuação dominante contra o ex-campeão Tyron Woodley.

Aldo x Yan

Com a saída do campeão Henry Cejudo da categoria dos galos – sabe-se lá por quanto tempo – a organização escalou José Aldo e Petr Yan pra disputa pelo título vago da categoria até 61kg. O brasileiro perdeu em sua estreia na divisão para Marlon Moraes, mas entrou na briga pela chance depois que Henry Cejudo o desafiou para o confronto. Sem Cejudo na jogada, o brasileiro manteve a moral conquistada com a boa performance no debute na categoria e por ser um nome mais expressivo vai ganhar a chance pelo trono. Já Petr Yan, vem de nove vitórias consecutivas e venceu as seis lutas que fez no UFC, sendo três por nocaute. Em sua última aparição no cage, o russo nocauteou Urijah Faber.

Volkanovski x Holloway

Depois de perder o título também em dezembro passado, no mesmo UFC 245 que Aldo, Yan e Usman lutaram pela última vez, Max Holloway terá sua chance de redenção. O havaiano enfrenta Volkanovski pela segunda vez na co-luta principal do UFC 251. Depois de ser dominado na primeira luta, vencida pelo australiano na decisão unânime dos juízes, Max vai em busca do cinturão. Ele teve interrompida sua sequência de três defesas de cinturão bem sucedidas.

Outras duas lutas envolvendo brasileiros foram escaladas para o show. Amanda Ribas encara Paige VanZant, enquanto Jessica Andrade faz revanche contra Rose Namajunas.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.