UFC

Por que Conor McGregor x Justin Gaethje é uma luta que faz sentido no UFC?

Conor McGregor é ex-campeão dos leves do UFC
Foto: Divulgação/ UFC

A luta principal do UFC Vancouver, realizado no último sábado (16)  mostrou o quanto a categoria dos leves é recheada de lutadores de alto nível. Depois de perder duas lutas seguidas em 2018, Justin Gaethje enfileirou três rivais em suas últimas três lutas, derrubando todos por nocaute no primeiro round. A última vítima foi Donald Cerrone, seu ex-companheiro de treinos. Em grande fase, o americano quer a disputa de cinturão da categoria, mas um certo irlandês pode cair como uma luva para seu futuro no octógono.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como lucrar com o UFC

Com um estilo para lá de agressivo e conhecido como “kamikaze”, no sentido de ir para o tudo ou nada sem medir bem os riscos e consequências de seu estilo no cage, Justin atropelou Cerrone em luta que durou apenas 4m18seg, mas rendeu um bom show aos fãs. Com uma apresentação absolutamente baseada na trocação em pé por parte de ambos, Gaethje foi mais preciso, variou melhor seus ataques, usando chutes baixos nas pernas do rival e achou mais rápido o queixo de Cerrone, que tinha golpes mais retos, enquanto Justin investiu em cruzados que balançaram o caubói.

Agora são três vitórias consecutivas pro nocaute contra James Vick, Edson Barboza e Donald Cerrone. Atualmente o quinto colocado no ranking oficial, Gaethje deve subir na lista. Ao fim do duelo com Cerrone, a quem pregou respeito pelo histórico de amizade, ele pediu uma chance contra o vencedor de Khabib Nurmagomedov x Tony Ferguson, que devem se enfrentar pelo título dos leves em algum momento até o fim do ano.

O nome de Conor McGregor já foi citado por ele mesmo algumas vezes, mas ele deixou claro antes mesmo da luta no UFC Vancouver que o irlandês “está aposentado” e não tem interesse em enfrentá-lo. O problema é que Conor gosta de brincar com o imaginário dos fãs, e logo após a luta publicou uma mensagem no Twitter onde aponta para uma luta no dia 14 de dezembro. Tudo bem que ele faz a mesma coisa a cada evento do UFC, apontando sempre pra um rival diferente. Mas no caso de Gaethje faz muito sentido.

Dificilmente Justin vai sentar e esperar pelo vencedor de Tony x Khabib, uma luta que nem está marcada ainda, não tem data para acontecer. Ele provavelmente terá de fazer outra luta nesse período. E nada melhor do que fazer um duelo com o maior vendedor de pay-per-view da história do UFC. É um confronto que faz sentido para ambos e desperta interesse nos fãs o suficiente para garantir milhões de dólares a ambos os bolsos. É o tipo de vitória que Conor precisa pra garantir sua chance pelo título novamente, enquanto Gaethje pode fazer dinheiro e ao mesmo tempo terá a chance de vencer o lutador mais popular dos últimos tempos. Ambos ganham com o combate.

A grande questão passa a ser a veracidade existente ou não na ambição de McGregor em voltar a lutar no octógono. Vale lembrar que ele lutou pela última vez em outubro do ano passado e desde então não gera nada oficial a respeito de seu retorno, apenas especulações.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar