Brasileirão Série A

Palmeiras, Santos e São Paulo assumem a ponta do Brasileirão

Líder

Herói do time, Bruno Henrique marca dois e coloca o Palmeiras na liderança do Campeonato Brasileiro

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

A quarta rodada do Campeonato Brasileiro chega ao final sem nenhuma equipe ostentando a “grife” dos 100% de aproveitamento e com a liderança dividida entre Palmeiras, Santos e São Paulo, todos com 10 pontos e posicionados com base nos critérios de desempate. Flamengo e Botafogo também conseguiram importantes vitórias e subiram alguns degraus na tabela de classificação que segue mostrando CSA, Grêmio, Avaí e Vasco sem nenhuma vitória e ocupando todas as vagas do Z-4 – e desses quatro times é possível dizer que apenas um não corre risco real de rebaixamento (até o momento). A rodada também foi boa para quem seguiu a maior parte das dicas de apostas do Ganhador com odds do  Bodog e do SpinSports.

Veja a seguir um resumo do que foi a quarta rodada do Campeonato Brasileiro e a classificação atualizada da competição.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Três líderes

A combinação dos resultados da quarta rodada do Campeonato Brasileiro termina com Palmeiras, Santos e São Paulo com 10 pontos e distribuídos nesta ordem na tabela de classificação por conta dos critérios de desempate – ou seja, se o campeonato terminasse hoje, o Palmeiras seria campeão.

Atlético-MG 0 x 2 Palmeiras

O volante Bruno Henrique – decisivo na campanha do título brasileiro de 2018 – foi o nome do jogo no Mineirão. Foram dele os dois gols que deram a vitória ao Palmeiras, acabaram com os 100% de aproveitamento do Atlético-MG na competição, colocaram o Verdão na liderança do Brasileirão e ainda confirmaram a dica de aposta das Caneladas do Ganhador que indicavam a hipótese dupla de vitória para qualquer uma das duas equipes como a melhor escolha para este jogo.

O Palmeiras foi melhor durante toda a partida – mesmo sem forçar muito o ritmo – e chegou ao gol aos 43 minutos do primeiro tempo com Bruno Henrique recebendo de Raphael Veiga e batendo da entrada da área no ângulo do goleiro Victor. Na volta do intervalo, aos sete minutos, o volante recebeu novamente na entrada da área – desta vez o passe foi de Dudu – e guardou o segundo e garantiu ao Verdão uma invencibilidade de 27 jogos no Campeonato Brasileiro – a última derrota palmeirense na competição foi para o Fluminense, por 1 a 0, dia 25 de junho do ano passado, no Maracanã e custou o emprego do técnico Roger Machado.

A primeira derrota no Brasileiro em 2019 derrubou o Galo da liderança do torneio para a quarta colocação porque São Paulo e Santos também garantiram os três pontos na rodada.

Fortaleza 0 x 1 São Paulo

O reencontro entre o ídolo Rogério Ceni e o o clube que fez dele um “mito” foi exatamente como imaginamos: uma pedreira. Comandando o Fortaleza, o ex-goleiro e capitão sãopaulino armou sua equipe de modo a dar trabalho para o Tricolor do Morumbi. E conseguiu durante o primeiro tempo quando apenas não abriu o placar graças à boa atuação de Tiago Volpi – um goleiro que ainda está longe de apagar o desempenho de Ceni da memória do torcedor, mas que dá menos “manutenção” que Denis e Sidão. Como o gol não veio no primeiro tempo, o São Paulo voltou para a etapa final com Hernanes no lugar do lateral-direito Igor Vinícius – Hudson foi deslocado para a lateral.

Mais organizado em campo, o Tricolor do Morumbi passou a rondar a área do Fortaleza até que aos 31 minutos, Hernanes recebeu de Hudson em contra-ataque e bateu na saída do goleiro Felipe Alves. Antony quase aumentou pouco depois, mas desperdiçou.

O Fortaleza tentou botar pressão no final do jogo – na base do “tudo ou nada” – mas não conseguiu evitar a derrota e a perda da invencibilidade de 12 jogos como mandante. O resultado também confirmou nossa dica de aposta que indicava a hipótese dupla de vitória para qualquer uma das duas equipes como a aposta mais segura diante de todo o contexto que cercava o duelo.

Santos 3 x 0 Vasco

Com Vanderlei Luxemburgo – novo técnico do Vasco acompanhando tudo do camarote – o Santos passou por cima do Gigante da Colina no domingo, dia 12, no Pacaembu, perdeu a chance de aplicar uma goleada histórica no rival (o 3 a 0 ficou barato) e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro – além, é claro, de confirmar a dica de aposta do Ganhador que indicava aqui e aqui que a vitória do Peixe era o resultado mais provável.

Com uma atuação brilhante de Rodrygo que marcou um gol e deu assistências para os outros dois de Pituca e Soteldo – e o auxilio de uma jornada desastrosa do goleiro Sidão que colecionou falhas ao longo dos 90 minutos do jogo –, o time de Jorge Sampaoli segue no topo da tabela, empatado em pontos com Palmeiras e São Paulo e deixa claro que Vanderlei Luxemburgo terá muito, mas muito trabalho mesmo, para tirar o Vasco da lanterna do Campeonato Brasileiro e mantê-lo na  Série A em 2o20.

 

Mandantes, Flamengo, Inter, Goiás e Athletico-PR vencem; visitante, o Botafogo derruba o Flu

Ao lado de Palmeiras e São Paulo, o Botafogo leva para casa o título de “visitante indesejado” em uma rodada onde os mandantes se deram bem com cinco vitórias ao todo.

Fluminense 0 x 1 Botafogo

Mais uma vez o Fluminense não venceu um clássico carioca. No ano, o Tricolor das Laranjeiras acumula cinco derrotas (duas para o Vasco, duas para o Flamengo e uma para o Botafogo), dois empates (com Flamengo e Botafogo) e apenas uma vitória (Flamengo), na semifinal da Taça Guanabara. Mais uma vez, o time comandado por Fernando Diniz teve domínio do jogo mas foi incapaz de converter este domínio em gols. Incompetência de seus atacantes, boa atuação de Gatito Farnandéz, interferência do VAR que anulou (corretamente) o gol de Matheus Ferraz: escolha um motivo; todos servem para ajudar a explicar o que se passa com o Tricolor que obteve uma virada época contra o Grêmio na semana passada e neste domingo caiu diante do Botafogo que foi preciso e aproveitou uma das poucas chances que teve para abrir o placar e depois, fechado em sua defesa, teve competência para segurar o resultado que deixa o Fogão na quinta colocação e manda o Fluminense – mais uma vez – para os arredores do Z-4. Além, é claro, de derrubar a dica de aposta deste Ganhador que acreditiva no triunfo Tricolor.

Flamengo 2 x 1 Chapecoense

De volta do Uruguai após garantir vaga nas oitavas de final da Libertadores, o Flamengo poupou seus titulares e com um time formado basicamente por reservas encarou a Chapecoense na matinê da quarta rodada do Brasileirão. E não teve muito trabalho para garantir a vitória e confirmar as dicas de aposta deste Ganhador que indicavam o Urubu como o grande favorito. Sem dificuldades para controlar o jogo, o rubro-negro abriu o placar aos sete minutos do primeiro tempo com Vitinho. No final da primeira etapa, Diego desperdiçou oportunidade de ampliar quando bateu pênalti para a boa defesa de Tiepo. Mas de pouco adiantou: aos seis minutos da etapa final, Lincoln ampliou. Os donos da casa seguiam melhores e a Chape pouco ameaçava. Apesar disso, já nos acréscimos, Gum, de cabeça, diminuiu para o Verdão.

Internacional 3 x 1 Cruzeiro

Nosso maior erro na rodada. Nossas Caneladas do Ganhador indicavam que este era um jogo que poderia surpreender e dava como melhor possibilidade apostar na hipótese dupla de empate ou vitória da Raposa. Mas os deuses da bola quiseram dar-nos uma lição de humildade e após um primeiro tempo equilibrado que terminou empatado em 1 a 1, o Colorado voltou melhor para a etapa final, dominou as ações do jogo e com Guerrero e Moledo passou à frente da Raposa e venceu a segunda em casa no Brasileirão – e confirmou nossa outra dica de aposta que alertava para os odds no caso dos dois times marcarem. O Cruzeiro perdeu a segunda como visitante na competição e segue sem somar pontos fora de Minas Gerais.

Athletico-PR 1 x 0 Bahia

Confirmando nossa sugestão de aposta – e uma impressão que comentamos aqui de que o Bahia será forte quando jogar em casa mas menos poderoso como visitante – O Athletico-PR voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após duas rodadas. Rony, aproveitando rebote, colocou o Furacão na frente aos 10 minutos do primeiro tempo. Com mais volume de jogo e controlando a partida, o rubro-negro soube segurar o resultado e garantir os três pontos. Derrotado, o Bahia deixou escapar a oportunidade de encostar nos líderes.

Goiás 2 x 1 Ceará

Foi mais sofrido do que se poderia imaginar, mas o Goiás chegou à sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro após vencer o Ceará, em casa, por 2 a 1 e confirmou o palpite do Ganhador que apostava na vitória do esmeraldino. Marlone abriu o placar para os donos da casa aos 20 minutos – em gol que precisou ser confirmado pelo VAR após ser anulado no primeiro momento. Os visitantes foram para cima – aproveitando que o Goiás se fechou na defesa tentando explorar o contra-ataque –, e Thiago Galhardo em sua estreia com a camisa do Ceará deixou tudo igual aos 31 minutos. O Vozão cresceu em campo e teve chances de virar. Como faltou qualidade, Leandro Barcia, aos 45 do segundo tempo, guardou o seu e deu números finais ao duelo.

 

Empates que não ajudam ninguém

Sem gritarem gol, Corinthians x Grêmio e Avaí x CSA ficam com o prêmio de “empates que não servem para absolutamente nada na rodada. O jogo do Itaquerão, pelo menos, serviu para confirmar nossa dica de aposta no empate entre o Timão e o Imortal que fizeram o que deles se esperava: um jogo amarrado e, no geral , chato.

Avaí e CSA, por outro lado, serviu apenas para derrubar nossa dica que apostava na primeira vitória dos catarinenses no Brasileirão 2019. A exemplo do que aconteceu em Itaquera, o jogo teve pouca criatividade, nenhuma emoção e chances de gol questionáveis. No final, pelo que foi apresentado, os empates acabaram sendo justos porque a derrota para os quatro times seria um resultado impossível.

 

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO APÓS A 4ª RODADA

  1. Palmeiras – 10
  2. Santos – 10
  3. São Paulo – 10
  4. Atlético-MG – 9
  5. Botafogo – 9
  6. Athletico-PR – 7
  7. Flamengo – 7
  8. Bahia – 6
  9. Internacional – 6
  10. Goiás – 6
  11. Cruzeiro – 6
  12. Corinthians – 5
  13. Chapecoense – 4
  14. Ceará – 3
  15. Fluminense – 3
  16. Fortaleza – 3
  17. CSA – 3
  18. Grêmio – 2
  19. Avaí – 2
  20. Vasco – 1

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar