Humor

Paixão Nacional: ele fica

Em um dos mais engraçados – para quem não é palmeirense – “vai-não-vai” do futebol brazuca, Deyverson, o menino desmiolado do Verdão gravou um vídeo se despedindo dos amigos (ou parças, se você preferir) e anunciando sua ida à China. O negócio, que renderia cerca de R$ 53 milhões aos cofres do Palmeiras (e poderia chegar a R$ 63 milhões), estava sacramentado entre os clubes, precisando apenas da assinatura da pequena jóia de Felipão que – via de regra – virou a chavinha, despirocou, disse que o vídeo era uma brincadeira, deu coletiva dizendo que seguiria no clube e azedou a semana do presidente Marcelo Galiotti que seguirá com o mico na mão – isso porque dificilmente aparecerá outro alguém maluco o bastante para oferecer tal caminhão de dinheiro por um Deyverson, que faz seus gols, é verdade, mas dá muita manutenção. A menos, é claro, que o menino descubra o que juízo come e comece a criar um pouco para si.

Feliz mesmo está Felipão que nunca escondeu sua “paixão” por jogadores de pouco talento mas capazes de empurrar a bola para o gol – coisa que Borja, com mais qualidades técnicas na comparação com Deyverson (e muito abaixo do muso felipense, Jardel), parece incapaz de fazer. O professor já conta com o futebol do menino maluquinho na Libertadores e lamenta não poder usá-lo no duelo desta quarta-feira contra o Ituano pelo Campeonato Paulista que, pelo menos, dá ao Verdão odds interessantes segundo o Bet365: apostar no triunfo do Palmeiras (mesmo com um ataque que não sabe o que é fazer gols há dois jogos) rende R$ 1,20 para cada real investido, enquanto que a vitória da equipe de Itu fecha com interessantes R$ 10,00 por R$ 1,00 (resultado que, em bom português, significaria um ganho de R$ 1000,00 em uma aposta de R$ 100,00).

E aí? Será que o Palmeiras tropeça de novo sem Deyverson?

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar