Entretenimento

Missão Marte: Quando o primeiro homem pisará no Planeta Vermelho?

Os raios do sol incidem na atmosfera do planeta Marte, formando um círculo de luz. Imagem digital por Kevin Gill.
Imagem digital por Kevin Gill

Está lançada a pergunta: Chegaremos a Marte antes de 2025?

Os seres humanos sempre foram fascinados pelo Planeta Vermelho. Um dos corpos celestes mais brilhantes do céu, Marte é objeto de estudo da humanidade desde os tempos dos faraós. Desde então, um sem-número de pesquisadores do mundo inteiro já perscrutou o planeta com seus telescópios e dezenas de sondas foram enviadas para a órbita e para o solo do planeta, sendo que sete estão em funcionamento até hoje. Na ficção, astronautas já exploraram, colonizaram e até se perderam em Marte. Mas quando será que enviaremos a primeira missão tripulada na vida real? É essa a pergunta lançada pelo Bodog.

Atualmente, diversas empresas e agências espaciais estudam a possibilidade de enviar seres humanos a Marte. O alvoroço é tanto, que até as casas de apostas resolveram participar. Estas são as perguntas que o Bodog faz a seus usuários: Algum ser humano chegará a pôr os pés em Marte até 2025? Qual será a primeira organização a enviar humanos a Marte? Para cada resposta, foram calculados diferentes odds — ou seja, probabilidades que podem render dinheiro. Confira as opções abaixo.

 

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Qual será a primeira organização a enviar humanos a Marte?

Organizações do mundo inteiro estão participando de uma verdadeira corrida espacial. Qual delas será a primeira a colocar um humano em Marte? Confira as opções de apostas do Bodog:

 

SpaceX

A exploração de Marte é o motivo de existir da SpaceX. Fundada em 2002, a empresa foi idealizada por Elon Musk, a partir de seu sonho de tornar a viagem espacial acessível. Desde então, foi pioneira em muitas frentes: Primeira empresa privada a lançar, orbitar e recuperar uma nave espacial, primeira a enviar uma nave espacial para a Estação Espacial Internacional, primeira a reutilizar um foguete orbital, entre outros méritos. Em um mercado onde, por muito tempo, as únicas empresas sérias eram mantidas com dinheiro público, a SpaceX inova ao se destacar como uma empresa privada que tem como objetivo tornar possível o turismo espacial. Marte é seu objetivo final, e eles almejam chegar lá em 2024.

A SpaceX é tida como favorita para chegar a Marte primeiro. No Bodog, está cotada a 1.286. Isso significa que, para cada R$ 1 investido, você recebe de volta R$ 1,286. Caso aposte R$ 100, o retorno será de R$ 128,60 se a SpaceX foi a pioneira.

 

Blue Origin

Fundador e presidente da Amazon, no ano 2000 Jeff Bezos fundou sua própria agência espacial. O objetivo é tornar as viagens espaciais mais baratas e populares, a partir de veículos que possam ser utilizados em mais do que uma missão. Atualmente, desenvolve o New Shepard, um veículo de voo suborbital fabricado especialmente para o turismo. Nele, passageiros terão a experiência de gravidade zero enquanto observam a curvatura da terra vista do espaço.

Apesar da colonização de Marte não está no radar de Jeff Bazos no momento, a Blue Origin continua sendo uma das queridinhas dos amantes do espaço. É por isso que o Bodog a coloca logo atrás da SpaceX na corrida pelo Planeta Vermelho. Os odds são de 5.00, ou seja, a casa de apostas quintuplica os aportes feitos na Blue Origin.

 

Boeing

Fundada em 1916, a Boeing é uma das maiores fabricantes de aeronaves do mundo. Esteve presente durante a corrida espacial entre Estados Unidos e União Soviética na década de 60, foi a primeira empresa contratada para a construção da Estação Espacial Internacional em 1993 e já colocou em órbita mais de quarenta satélites de GPS e comunicação. O próximo passo será o lançamento de seu Space Launch System, o foguete mais poderoso já construído, que promete levar a humanidade a Marte no futuro.

“Vamos bater a SpaceX na corrida a Marte”, é o que tem a dizer Dennis Muilenburg, CEO da Boeing. A alfinetada não é sem embasamento. A Boeing tem toda uma história de sucesso e competência, além do suporte necessário nos bastidores para almejar um plano tão audacioso quanto ir a Marte. No Bodog, os odds estão a 7.00. Em outras palavras, cada R$ 1 investido na Boeing devolverá R$ 7 para o apostador, resultando em 600% de lucro.

 

Space Force

Se as três empresas acima são privadas, lideradas por milionários do ramo aeroespacial, a Space Force é pública: uma nova ramificação das forças armadas americanas, idealizada pelo presidente Donald Trump. A criação da United States Space Force foi anunciada em junho do ano passado e atualmente está em processo de estruturação. O órgão será vinculado à aeronáutica e terá como principal objetivo manter os Estados Unidos à frente na corrida espacial. É uma resposta direta aos testes efetuados pela China e pela Rússia utilizando armas capazes de destruir satélites de comunicação americanos.

Em uma enquete realizada em agosto, os eleitores foram convidados a escolher a logo da Space Force. Em uma das opções, podia-se ler o slogan “Mars awaits”. No entanto, a colonização de outros planetas não condiz com o objetivo primário de militarização da órbita terrestre. Por isso, o Bodog coloca a Space Force como grande azarona na corrida até Marte, pagando impressionantes R$ 15 para cara R$ 1 investido. Quem apostar R$ 100 poderá receber R$ 1.500! É bastante dinheiro, justamente porque as chances de a Space Force ser pioneira ao pisar em Marte são pequenas.

 

Por que a NASA ficou de fora?

Atualmente, a NASA dá andamento a um extenso programa de exploração em Marte, que conta com três sondas de superfície — Curiosity, Opportunity e InSight —, além de diversas sondas orbitais. Assim, a cada dia há novas descobertas quanto à composição, formação geológica e características atmosféricas do planeta. Então, por que a NASA não está na lista de organizações do Bodog? Simples: a agência espacial americana trabalha em conjunto com as empresas acima, geralmente no papel de contratante. No dia em que os EUA colocarem os pés em Marte, muito provavelmente o astronauta será um enviado da NASA. A pergunta que fica é: quem será a fabricante da espaçonave? É isso que o Bodog quer saber.

Os governos da China, da Rússia e dos Emirados Árabes Unidos também estão na corrida por Marte, além da Agência Espacial Europeia. Porém, a lista do Bodog só contempla as empresas e agências americanas. Caso outra seja a primeira a desbravar o Planeta Vermelho, a aposta continua valendo. Só termina quando uma das organizações da lista chegar a Marte ou no dia 1º de janeiro de 2028 — o que acontecer primeiro.

 

Quando o homem pisará em Marte?

A casa de apostas também faz outra pergunta: “Algum ser humano chegará a pôr os pés em Marte até 2025?”. Essa vale para qualquer organização do mundo. Com odds a 3.75, a resposta “Sim” oferece lucro bem atraente para quem acredita que a humanidade conseguirá desbravar o caminho até Marte antes dessa data. São R$ 3,75 pagos para cada real investido no Bodog. A opção “não” paga R$ 1,22.

O ser humano sempre foi fascinado pelos astros brilhantes no céu. Agora, o mundo inteiro ergue os olhos para o planeta vizinho — que, ainda assim, está muito distante — e se pergunta como será dado o próximo grande passo da humanidade. Qual é a sua opinião?

 

Apostas na exploração de Marte

Qual será a primeira organização a enviar humanos a Marte?
  • Space X – odds a 1.286
  • Blue Origin – odds a 5.00
  • Boeing – odds a 7.00
  • Space Force – odds a 15.00
Algum ser humano chegará a pôr os pés em Marte até 2025?
  • Sim – odd a 3.75
  • Não – odds a 1.222

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar