UFC

Henry Cejudo nocauteia Marlon Moraes no UFC 238 e se torna novo campeão duplo

Henry Cejudo é campeão peso mosca e campeão peso galo do UFC
Foto: Divulgação / UFC

E Henry Cejudo fez história mais uma vez. Em apenas dez meses, o americano adicionou ao seu currículo as três principais conquistas que um lutador pode colecionar atualmente no UFC. Ele se tornou campeão peso-mosca ao destronar Demetrious Johnson, maior campeão da história do evento em numero de defesas de título, depois defendeu o título com um nocaute relâmpago contra TJ Dillashaw e neste sábado, na luta principal do UFC 238, em Chicago (EUA), ele nocauteou Marlon Moraes aos 4m51seg do terceiro round, quebrou a banca nas casas de apostas pela terceira vez consecutiva e se tornou o novo “campeão duplo” do Ultimate.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

SAIBA COMO APOSTAR NO UFC

O primeiro round foi apertado, Cejudo se movimentou bem, mas Marlon estava esperto, tocou muito mais. O americano melhorou no segundo assalto, mas seguiu em desvantagem no numero de golpes. Marlon usou bem os chutes baixos e teve um bom início na luta, mas com o tempo perdeu consistência apesar de ter conectado mais vezes. No fim do segundo round, Cejudo conectou diversos golpes de direita que fizeram Marlon andar para trás. O americano mudou o panorama da luta, encurralou o brasileiro e atacou muito bem no clinch também. A partir daí, o Marlon cansou e apenas sobreviveu no fim do segundo round.

No terceiro round, Cejudo sentiu o cheiro da vitória e pressionou com tudo até conseguir levar a luta para o chão e nocautear o brasileiro com uma saraivada de socos e cotoveladas.

Cejudo mostrou mais uma vez uma confiança altíssima na trocação. Em quase 15 minutos ele tentou apenas quatro vezes derrubar o brasileiro. Marlon defendeu três. A única vez que o brasileiro foi pro chão, já absolutamente abalado depois que Cejudo mudou o rumo da luta, foi o suficiente para o americano liquidar a fatura. Mas é impressionante como Cejudo evoluiu na luta em pé. Se pararmos para pensar, esse cara foi campeão olímpico de wrestling pelos Estados Unidos e com pouco mais de seis anos treinando MMA alcançou um nível suficiente para vencer de pé nomes como Demetrious Johnson, TJ Dillashaw e Marlon Moraes.

Agora, Cejudo, que já era o campeão dos moscas do UFC, também é dono do cinturão dos galos. Ele se une a Conor McGregor, Daniel Cormier e Amanda Nunes como lutadores que conquistaram dois títulos do UFC de forma simultânea.

Os feitos desse cara no mundo das lutas são espetaculares. Campeão olímpico, campeao do UFC e agora campeão duplo do UFC. Espetacular!

Para completar, na entrevista pós-luta, ainda no octógono, Cejudo revelou que lutou com uma lesão no tornozelo esquerdo, o que torna seu triunfo ainda mais incrível. Ele se declarou o “triplo C”: campeão olímpico, campeão dos moscas e agora campeão dos galos. Garantiu que é o maior atleta de esportes de combate da história. Ele quer se tornar o melhor lutador peso-por-peso do UFC. Cobrou a Dana White um salário de peso-pesado, citou nomes de Dominick Cruz, Cody Garbrandt e Urijah Faber e disse que, se preciso, vai atrás do título peso-pena do UFC.

É bom lembrar que essa busca pelo posto de melhor peso-por-peso do mundo pode contribuir para o fim da categoria dos moscas, algo já especulado há tempos.

Mais uma vez, Henry Cejudo faz história e mostra ao mundo que tem brilho quando luta. Correr atrás do terceiro título pode parecer loucura, já que ele terá uma desvantagem monstruosa em altura e envergadura na categoria até 66kg, mas após seus últimos feitos no esporte eu não duvido de mais nada.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar