Brasileirão Série A

Flamengo quebra tabu e segue imbatível no Brasileirão, Palmeiras reassume a vice-liderança e Cruzeiro tropeça novamente

Sem Gabigol, Bruno Henrique resolve para o Flamengo

Mesmo desfalcado, Flamengo se impõe sobre o Athletico-PR, vence mais uma e quebra um tabu de 45 anos.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

A 25ª rodada do Campeonato Brasileiro chegou ao seu final com poucas surpresas na parte de cima da tabela mas emoções na briga contra o Z-4. Enquanto que o Flamengo quebrou, com dois gols e Bruno Henrique, o tabu de, pela Série A, nunca ter vencido o Athletico-PR na Arena da Baixada, o Cruzeiro aumentou seu calvário na luta contra o rebaixamento e segue sem saber o que é vencer sob o comando de Abel Braga. O Fluminense, outro grande que convive com o fantasma de (mais uma) queda para Série B, fez a lição de casa, venceu o Bahia no Maracanã e conseguiu colocar uma folga de quatro pontos de distância para o CSA, que com 25 pontos abre a fila de embarque para a segunda divisão ocupando a 17ª posição. Também no confronto direto contra o descenso, o Vasco foi melhor que o Fortaleza e ampliou a distância para a zona da degola (além de dar um retorno de R$ 1,77 segundo nossa dica de aposta com números do Bodog).

No G-4, o Palmeiras pagou R$ 1,25 por R$ 1,00, seguiu à risca nossa dica e no melhor estilo Mano Menezes, goleou o Botafogo por 1 a 0 reassumindo a terceira colocação beneficiado pelo 0 a 0 entre Internacional e Santos – duelo que teve três gols anulados pela arbitragem e rendeu R$ 1,51 para quem seguiu nosso palpite e apostou em um jogo com menos de 2,5 gols. No Majestoso, o São Paulo quis vencer e conseguiu. Não foi fácil, mas o tricolor furou a retranca corintiana, levou os três pontos e aumentou a pressão em cima de Fábio Carille que ouve o bater das asas do corvo cada vez mais perto. Um duelo que não mudou a posição das equipes na tabela e serviu apenas para confirmar nossa dica de aposta em um jogo com menos de dois gols a R$ 1,66. E se o corvo segue ameaçando passar por Itaquera, a goleada do Grêmio sobre o Atlético-MG exigiu sua atenção em Belo Horizonte e Rodrigo Santana não dá mais expediente na cidade do Galo.

Veja a seguir os destaques da 25ª rodada do Brasileirão e como a escalação do Cartola FC ajudou a aumentar – ou confirmar – algumas apostas.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Como ficou o G-6?

Athletico-PR 0 x 2 Flamengo

Não foi uma barbada – ninguém imaginava que seria – mas com dois gols de Bruno Henrique (um em cada tempo do jogo) o Flamengo finalmente venceu o Athletico-PR em Curitiba pelo Campeonato Brasileiro após 45 anos. A última vitória do Urubu sobre o Furacão pela Série A havia sido em 1974 – 2 a 1 no Couto Pereira, gols de Zico e Paulinho. O jogo do último domingo teve emoção, polêmica com o VAR, e bom futebol. Aos 17 minutos do primeiro tempo, polêmica no ar: Lucas Silva avançou sobre Léo Pereira e foi derrubado dentro da área. O árbitro Bráulio da Silva Machado marcou o pênalti. O árbitro de vídeo, porém, aconselhou revisão e a penalidade foi, equivocadamente, retirada. Foi preciso, então, chegar aos 44 minutos para Bruno Henrique tirar o zero do placar após desarmar Wellington e bater tirando o goleiro Leo da jogada. Sem Rafinha, que sofreu uma fratura na face ainda no primeiro primeiro tempo e foi substituído no intervalo, o Flamengo teve dificuldades para segurar o ataque do Athletico-PR pelo lado direto, em cima de um nervoso (inseguro?) João Lucas. Rony fez o que pôde pelo lado do campo, mas não foi suficiente para vencer a dupla Marí e Arão que quebravam a maior parte das jogadas ofensivas dos donos da casa. Os visitantes ainda contaram com uma boa atuação do goleiro Diego Alves, que sem sofrer gols e ainda com quatro defesas difíceis somou 17.50 pontos no Cartola e ao lado dos 14.50 pontos de Bruno Henrique – que marcou o segundo gol aos 45 minutos do segundo tempo –, mitaram na rodada e ainda garantiram nossa dica de aposta de uma vitória flamenguista e um retorno de R$ 2,50. Além, é claro, de ajudarem a manter o Mengão com oito pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Palmeiras 1 x 0 Botafogo

Enfrentando o Botafogo ainda sob o comando interino de Bruno Lazaroni, o Palmeiras fez sua lição de casa no Pacaembu. Em um jogo no geral morno e com grande atuação do goleiro Diego Cavalieri – que impediu que o Verdão fizesse um placar elástico nas demais chances que teve – o time de Mano Menezes voltou a vencer e reassumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Thiago Santos fez o único gol da partida aos 14 minutos do primeiro tempo após boa tabela com Gustavo Scarpa. Completamente entregue em campo, o Botafogo não esboçava nenhuma reação e contou com o talento de Cavalieri para segurar o 1 a 0. O segundo tempo foi uma repetição do primeiro, com o Palmeiras criando algumas chances (porque era isso que lhe restava fazer) e o Botafogo atônito em campo, sendo salvo por seu goleiro. No final um resultado bom para quem seguiu nossa dica de aposta e para quem acreditou que Diego Cavalieri brilharia no Cartola – como brilhou com 12.70 pontos – e ajudaria a manter o duelo com poucos gols.

Internacional 0 x 0 Santos

Em seu primeiro jogo sem Odair Hellmann, o Internacional fez um primeiro tempo de muito toque de bola e pouca objetividade contra o Santos – que também atuou da mesma forma desinteressada, mas conseguiu abrir o placar com Taílson. O gol, porém, foi corretamente anulado pela arbitragem. No segundo tempo, os donos da casa tentaram pressionar e conseguiram marcar dois gols, com Patrick e Guilherme Parede, mas em ambos os lances foram apontados – de forma correta – impedimentos (o segundo precisou do auxílio do VAR). No final, um jogo que refletiu bem a falta de regularidade das duas equipes nesta temporada e custou a ambos uma posição na tabela do Brasileirão: o Santos caiu para a terceira colocação enquanto que o Internacional foi ultrapassado pelo Grêmio e agora é o sétimo colocado. Para distribuir o prejuízo de forma igual, o empate sem gols também derrubou nossa dica de aposta para este duelo.

São Paulo 1 x 0 Corinthians

Para definir em uma palavra, o Majestoso do último domingo foi, como era de se esperar, ruim. Muito ruim. Lento, sem criatividade, sem armação e aparentemente satisfeito em se defender, o Corinthians, mais uma vez, fez um jogo terrível de se ver. Menos desesperador, mas igualmente ruim, o São Paulo também não era muito eficiente na missão de não ficar encaixotado na defesa alvinegra. No segundo tempo, os donos da casa forçaram um pouco mais e chegaram ao gol aos 18 minutos com Reinaldo cobrando pênalti de Manoel em Vitor Bueno – ao que tudo indica, o zagueiro do Timão adquiriu resistência aos efeitos positivos da presença de Gil na zaga alvinegra e voltou a mostrar as falhas de sempre. Atrás no placar e sentindo o bafo do corvo nas costas, Fábio Carille partiu para o desespero e mandou Janderson, Régis e Gustagol para o jogo e o resultado foi nenhum. No final, uma vitória merecida ao time que, pelo menos, tentou alguma coisa com a bola nos pés e que com o placar abaixod e dois gols, deu um retorno de R$ 1,66 para quem seguiu nossa dica de aposta.

Atlético-MG 1 x 4 Grêmio

A fase não é boa e a derrota sofrida neste domingo, a nona em 11 jogos, derrubou o técnico Rodrigo Santana do comando do Atlético-MG. O algoz de Santana foi o Grêmio que há cerca de um mês, no mesmo estádio do Horto havia feito 4 a 1 no Cruzeiro. A goleada do Imortal começou a ser construída no primeiro tempo com a falha do goleiro Wilson no cruzamento de Galhardo após uma pressão inicial dos donos da casa que deram trabalho a Paulo Victor. Pouco depois, Maicon cobrou pênalti sofrido por Cortêz e ampliou. No final do primeiro tempo, Di Santo, também em cobrança de pênalti (assinalado pelo VAR), recolocou os donos da casa no jogo.  Mas a noite era dos visitantes e no início do segundo tempo Pepê recebeu de André e tocou por cima de Wilson para recolocar o Grêmio com uma vantagem de dois gols. O Galo não se encontrou mais em campo e acabou com um jogador a menos quando Cazares levou o segundo amarelo e foi expulso após falta dura em Luan. No finalzinho, Alisson, em cobrança de escanteio ensaiada, fechou a fatura, avacalhou com nossa dica de aposta em um jogo com menos de 2,5 gols e decretou o destino de Rodrigo Santana que agora faz companhia a Zé Ricardo, Jair Ventura, Oswaldo de Oliveira, Cuca e Felipão na fila do seguro desemprego.

 

Enquanto isso, no Z-4

Chapecoense 1 x 1 Cruzeiro

O duelo dos desesperados terminou ruim para todo mundo. O Cruzeiro, que abriu o placar com Dedé aos 10 minutos do primeiro tempo e vencia o jogo por 1 a 0 até os 49 minutos da etapa final, segue sem saber o que é vencer sob o comando de Abel Braga, chega ao oitavo jogo sem vitória e está a quatro pontos do Ceará, que com 26 pontos é a primeira equipe fora do Z-4. A Chapecoense somou um ponto no apagar das luzes mas continua na lanterna do torneio e agora está há 10 jogos sem vitórias. O gol de Camilo – aproveitando rebote e que precisou de seis minutos para ser confirmado após por conta da consulta ao VAR – além de fazer valer a lei do ex também avacalhou com nosso palpite de um jogo com menos de dois gols e com apenas uma equipe mexendo no placar. Mas, se serve de consolo, com a bola rolando, foi um duelo divertido e que contou com a atuação decisiva dos goleiros no momento de evitar um placar elástico tanto para um lado quanto para o outro.

Ceará 1 x 0 Avaí

No outro duelo direto contra o Z-4, o Ceará confirmou nossa dica de aposta, venceu o Avaí com um gol de Bergson aos 44 minutos do segundo tempo e com os três pontos conquistados saiu do Z-4, trocando de lugar com o CSA. No primeiro tempo, o Avaí bem que tentou pressionar os donos da casa com três arremates antes mesmo dos cinco minutos, mas, sem qualidade, quem chegou com perigo mesmo foi o Ceará que pouco a pouco assumiu o controle do jogo e levou menos sustos. No segundo tempo o Vozão voltou pilhado e pressionou a defesa do Leão da Ilha, mas o gol só veio no final com Bergson aproveitando cobrança de escanteio de Ricardinho.

Goiás 1 x 0 CSA

Sob o comando de Ney Franco, o Goiás segue arrasador no returno do Brasileirão. Com Michael mandando soltar e prender dentro do Serra Dourada na abertura da 25ª rodada, o time Esmeraldino chegou aos 15 pontos em 18 possíveis, assumiu a nona colocação e recolocou o CSA no Z-4. O jogo em si foi bastante movimentado e Michael fez de tudo em campo: deu drible curto, entortou defensor, amarelou jogador adversário e ainda fez o gol da vitória aos 44 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, após levar grandes sustos do ataque alagoano, os donos da casa “tiraram o pé”, se fecharam na defesa e garantiram a vitória e o lucro com nossa dica de aposta.

 

Encerrando a rodada do Brasileirão

Fluminense 2 x 0 Bahia

Muriel – que alterna grandes exibições com lambanças retumbantes – estava em um bom dia e fechou o gol do Fluminense no sábado à noite na partida contra o Bahia. Isso e os gols de Nenê (em cobrança de pênalti) e Danielzinho ainda no primeiro tempo garantiram os três pontos para o Tricolor das Laranjeiras e mais algum respiro na luta contra o Z-4. O Bahia tentou, é verdade, e fez uma verdadeira blitz na defesa dos donos da casa no segundo tempo, mas os gols não saíram e agora o time de Roger Machado completa três rodadas sem vitórias. A boa notícia é que, na combinação de resultados, o Tricolor Baiano segue na oitava posição ainda sonhando com o G-6. A outra boa notícia é que aqueles que seguiram nosso conselho e acreditaram que apenas uma equipe marcaria gols, faturaram R$ 1,69 para cada real investido. Nada mal para um jogo tão imprevisível.

Vasco 1 x 0 Fortaleza

Após um primeiro tempo sonolento, o Vasco de Vanderlei Luxemburgo chegou a sua oitava vitória no Campeonato Brasileiro e com o gol de pênalti (marcação polêmica e interpretativa) cobrado por Yago Pikachu empurrou o Fortaleza de Rogério Ceni para mais perto do Z-4. As emoções da partida ficaram todas para a segunda etapa e o Fortaleza bem que ensaiou uma pressão em cima dos donos da casa por volta dos 20 minutos, quando já estava atrás no placar, mas expulsão do lateral Gabriel Dias, após parar com falta uma lambreta do abusado – e talentoso – Talles Magno, jogou por terra qualquer chance de reação da equipe cearense que agora está a apenas três pontos do CSA, primeiro time na zona da degola. O resultado, segundo nosso palpite com números do Bodog, deu um retorno de R$ 1,77.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar