Brasileirão Série A

Atlético-MG x Cruzeiro: números apontam o Galo como favorito no clássico da 13ª rodada do Brasileirão

No limte

Série de resultados ruins aumenta a pressão em cima do Cruzeiro dias antes do clássico pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto: Yuri Edmundo/EFE/Reprodução

Sem tempo para lamber as feridas após a eliminação na Copa Libertadores e já pensando na semifinal da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, dia 7, no Mineirão, o Cruzeiro precisa encontrar tempo – e cabeça – para pensar no Campeonato Brasileiro onde apenas um ponto separa a Raposa do Fluminense, 17º colocado com 9 pontos e primeiro time dentro do Z-4. A missão do time comandado por Mano Menezes é somar pontos no campeonato nacional para escapar do risco de rebaixamento. Mas é claro que tudo fica mais complicado quando se tem pela frente o Atlético-MG, time que não perde há seis jogos (global) e que, diferente do rival estadual, garantiu-se nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao eliminar o Botafogo com duas vitórias – 1 a 0 fora e 2 a 0 em casa. Diante de fases tão distintas para os times, os odds para o jogo – segundo o Bodog e as principais casas de apostas – colocam o Atlético-MG como grande favorito para o duelo da 19 horas  – com transmissão na TV aberta para o estado de Minas Gerais.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Atlético-MG (R$ 2,05) x (R$ 3,45) Cruzeiro

Atlético-MG e Cruzeiro fazem um dos clássicos da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partir das 19 horas deste domingo, dia 4, no estádio Independência em Minas Gerais com transmissão na TV aberta – uma novidade para o horário. O Atlético-MG vai para o jogo com odds em R$ 2,05 por R$ 1,00 muito por conta do bom momento que vive na temporada – o Cruzeiro, por sua vez, após a conquista do Campeonato Mineiro perdeu o rumo e coleciona fiascos. O mais recente, a eliminação nas oitavas de final da Libertadores na disputa por pênaltis após dois empates em 0 a 0 com o River Plate. O Galo, que despediu-se da competição na fase de grupos, deu a volta por cima após a demissão de Levir Culpi e se não vem dando show na temporada, conquista seus objetivos: está no G-4 do Brasileirão e nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Com tantos problemas e ainda tendo pela frente a ida da semifinal da Copa do Brasil contra o Internacional no próximo dia 7, é fácil entender os odds em R$ 3,45 para uma possível vitória da Raposa.

 

Por que o Atlético-MG é o favorito?

Vamos tirar da mesa os bons resultados que o Atlético-MG conquistou recentemente para não ficarmos repetitivos (mas, somando todas as competições que disputa, o time do técnico Rodrigo Santana não perde a seis jogos: quatro vitórias e dois empates). Sem o desempenho recente, o que nos sobra é o estádio Independência (Horto), onde desde os tempos de Cuca e Ronaldinho Gaúcho, o Galo é um time quase imbatível. Nos últimos 10 jogos que disputou lá, o Atlético-MG conquistou seis vitórias, três empates e apenas uma derrota – contra o então imbatível Palmeiras. Marcou 15 gols e sofreu sete. E é justamente no gol que o diferencial do clássico (para o Bem e para o Mal) pode estar “escondido”.

Cleiton, de 21 anos, vem sendo o destaque do gol atleticano desde que Victor, com uma tendinite no joelho esquerdo, se afastou. Já são quatro jogos de titularidade e nenhuma derrota. Foram apenas dois gols sofridos – no inacreditável empate com o Fortaleza pela 11ª rodada do Brasileiro. A jovem promessa atleticana deu conta do recado até agora, mas clássico é clássico e do outro lado do campo estará outro grande goleiro.

 

Por que o Cruzeiro é a “zebra”?

Basicamente porque a equipe não se encontra mais em campo. Com uma produção ofensiva digna de pena, o Cruzeiro não faz gols há seis jogos. Mano Menezes faz o que pode – já mandou Fred para o banco de reservas e testou Pedro Rocha e Thiago Neves no ataque; mas nada mudou. A ausência de Rodriguinho ajuda a explicar parte do problema – o meia, quando chegou, embora tenha características diferentes, compensava a ausência de Arrascaeta no time. Sem ele, o que era ruim ficou pior. Claro que não é possível colocar na conta das ausências e saídas de jogadores uma série de 17 jogos onde o time conquistou apenas uma vitória. A montagem do time desencaixou e Mano Menezes – pressionado pelos maus-resultados – vai tentando trocar o pneu com o carro em movimento. O que normalmente não dá certo.

Tudo isso ajuda a explicar a grande diferença em odds para os dois times – R$ 2,05 contra R$ 3,45. Pressionado, e sabendo que uma nova derrota pode pôr a casa abaixo, o Cruzeiro deverá se agarrar à sua defesa que, a bem da verdade, sofreu apenas três gols nos útimos seis jogos que disputou (global). Parte da esperança da Raposa em uma boa atuação defensiva passa pelo goleiro Fábio, de 38 anos. O veterano arqueiro é o atleta que mais vezes disputou o clássico mineiro contra o Galo (61 vezes) e seu saldo final é positivo com um aproveitamento de 52,45% em 27 vitórias, 15 empates e 19 derrotas. De sua meta, Fábio assistiu a estreia de outros goleiros atleticanos: Diego Alves, Bruno, Edson e Uilson. Agora é a vez de medir forças com Cleiton, o estreante da vez.

 

Melhor palpite para Atlético-MG x Cruzeiro

O fator casa pesa muito neste jogo e não pode ser descartado. Mas o Cruzeiro entra em campo desesperado por um resultado que não seja a derrota. Por isso, vale a pena acreditar na hipótese dupla de empate ou vitória do Galo a R$ 1,30 e em um jogo com menos de 2,5 gols a R$ 1,66 – segundo os números do Bodog.

Aproveite para ver o vídeo com as caneladas e os palpites para a 13ª rodada do Campeonato Brasileiro e veja aqui a nossa página da Série A analisando a rodada jogo a jogo e aumente suas chances de lucro.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar