Ganhador.com

Copa do Mundo Rússia 2018

Vitória magra sobre a Suíça garante Suécia nas quartas após 24 anos

Seleção Sueca
Foto: PAUL ELLIS/AFP/Getty Images

Com ajuda da sorte, meia Emil Forsberg marcou o gol que classificou os vikings

Em jogo morno na Arena São Petersburgo, a Suécia levou a melhor sobre a Suíça, e com um gol do meia Forsberg, venceu por 1×0. Com o resultado, os nórdicos se qualificaram para enfrentar a Inglaterra pelas quartas de final da Copa do Mundo. Os suíços, que deram trabalho ao Brasil na estreia, se despedem na mesma fase que há quatro anos, e encerram sua participação sem igualar a campanha de 1954, única ocasião em que estiveram entre os oito melhores do planeta. Para os suecos, o resultado representa uma retomada do protagonismo após 24 anos sem conseguir ir tão longe em um Mundial.

 

Pragmatismo sueco é premiado no Estádio Krestovsky

A Suécia repetiu a estratégia que deu certo na vitória por 3×0 sobre o México, e começou a partida tentando pressionar a saída de bola dos suíços. Por falta de pontaria de seus homens de frente, no entanto, a blitz não surtia efeito. Berg e Ekdal arriscaram chutes que passaram longe da meta defendida por Yann Sommer. Na melhor oportunidade, o mesmo Berg desferiu um arremate cruzado que obrigou o goleiro a fazer uma bela defesa.

Com mais posse de bola, a Suíça tentou responder através de um chute de longa distância de Xhaka que tirou tinta do travessão. Já no fim, Dzemaili e Zuber fizeram boa tabela, mas a finalização não assustou o arqueiro Olsen. Os times foram para o intervalo com o placar indicando 0x0, um resultado justo diante do futebol apresentado.

O segundo tempo começou do mesmo jeito que o primeiro. A Suécia adiantava a marcação para encurralar os suíços, e a tática mais uma vez se mostrava pouco efetiva. O lance que decidiu o jogo saiu dos pés do craque do time, Forsberg, que aos vinte minutos fez bela jogada individual, se livrou da marcação e chutou da entrada da área. A bola desviou em Akanji e morreu no fundo do gol, sem qualquer chance de defesa para Sommer.

Atrás no placar, o técnico Vladimir Petkovic foi para o tudo ou nada, e tirou os meio campistas Zuber e Dzemaili para colocar os atacantes Embolo e Seferovic. Este último teve uma chance clara para empatar em cabeçada à queima-roupa defendida por Olsen.

Entretanto, a tarde era mesmo da Suécia, que quase ampliou em um contra-ataque em que Olsson ficou frente a frente com o goleiro, e foi derrubado por trás por Lang. O juiz chegou a marcar o pênalti, mas voltou atrás depois de consultar o VAR. Apesar da constatação de que o lance ocorreu fora da área, a expulsão ao lateral foi mantida.

Não havia mais tempo para reação, e pela quinta vez em 12 participações em Copas do Mundo, a Suécia avançou às quartas de final.

 

Lustig desfalca o time nas quartas

Para a partida das quartas, a Suécia não poderá contar com o lateral direito Lustig, que levou o segundo amarelo e precisará cumprir suspensão. Em compensação, o experiente meio-campista Sebastian Larsson, que estava impedido de enfrentar a Suíça, retorna ao time, e deve entrar no lugar de Svensson.

Olho em Forsberg

Com a opção do técnico Janne Andersson pela não convocação de Ibrahimovic, a Suécia chegou à Copa do Mundo sem um nome de peso no elenco. Dentre os candidatos a protagonista, quem vem roubando a cena é o meia Forsberg, do RB Leipzig.

Na partida contra a Suécia, além de marcar o gol da vitória, ele tirou em cima da linha um chute de Embolo que tinha destino certo, e com muita justiça foi premiado como o “Homem do Jogo”.

“Estou muito orgulhoso, com lágrimas nos olhos até. Poder levar a Suécia para as quartas de final é um sonho. Trabalhei muito para isso. Toda a minha família me dá um apoio muito grande. A Suécia precisava de mim e eu estava lá.”, declarou, emocionado, após a partida.

O jogador de 26 anos é a principal esperança dos vikings, que desde 1994 não chegam a uma semifinal.

Próximo desafio será contra a Inglaterra

A adversária da Suécia nas quartas de final será a Inglaterra, do artilheiro da Copa e candidato a Chuteira de Ouro, Harry Kane. O favoritismo estará do lado dos súditos da rainha, que contam com um elenco mais estrelado, mas não se pode duvidar de um time que para chegar onde está superou adversários como Holanda, Itália, Alemanha e México.

Os suecos podem levar vantagem no aspecto físico, já que se classificaram no tempo normal, enquanto a Inglaterra passou pelo desgaste de uma prorrogação seguida de disputa por pênaltis para passar pela Colômbia.

A partida acontece neste sábado (07), às 15 horas (horário de Brasília), no Cosmos Arena, em Samara.

Ficha do Jogo

Suécia 1 x 0 Suíça

Local: Estádio Krestovsky, em São Petersburgo (Rússia)

Data: 3 de julho de 2018 (Terça-feira)

Horário: 11:00 (horário de Brasília)

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia)

Assistentes: Jure Praprotnik (Eslovênia) e Robert Vukan (Eslovênia)

Gol: Forsberg (Suécia), aos 20 minutos 2T

Cartão vermelho: Lang (Suíça)

Cartões amarelos: Lustig (Suécia), Behrami e Xhaka (Suíça)

Suécia: Robin Olsen, Mikael Lustig (Krafht), Victor Lindelof, Andreas Granqvist e Ludwig Augustinsson; Viktor Claesson, Gustav Svensson, Albin Ekdal e Emil Forsberg (Olsson); Marcus Berg e Ola Toivonen. Técnico: Janne Andersson

Suíça: Yann Sommer, Michael Lang, Johan Djourou, Manuel Akanji e Ricardo Rodríguez; Valon Behrami, Granit Xhaka, Xherdan Shaqiri, Blerim Dzemaili (Seferovic) e Steven Zuber (Embolo); Josip Drmic. Técnico: Vladimir Petkovic

Quartas de final da Copa do Mundo 2018

Sexta-feira, 06 de julho

  • 11:00 – Uruguai x França – Palpite: Uruguai
  • 15:00 – Brasil x Bélgica – Palpite: Brasil

Sábado, 07 de julho

  • 11:00 – Rússia x Croácia – Palpite: Croácia
  • 15:00 – Suécia x Inglaterra – Palpite: Inglaterra

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar