UFC

UFC 228: trajetória de Darren Till rumo a luta pelo cinturão contra Woodley passou pelo Brasil

UFC Liverpool: Darren Till
Foto: Divulgação / UFC

O UFC 228 conta com um pouco de Brasil em busca do cinturão dos meio-médios. Nascido em Liverpool, Inglaterra, Darren Till viveu durante três anos e meio no Brasil, em Santa Catarina. Foi no país tupiniquim que ele ingressou no MMA após deixar sua cidade de origem e começou a trilhar a carreira invicta que hoje conta com 17 vitórias e um empate em 18 lutas no MMA. Neste sábado, em Dallas, Texas (EUA), Till encara o campeão Tyron Woodley na maior luta de sua trajetória no esporte até aqui.

Depois de se envolver em uma briga numa festa, em Liverpool, Darren levou duas facadas. O incidente fez com que amigos o aconselhassem a deixar o país em busca de novos ares. No Brasil, o inglês conseguiu trabalhar com foco voltado apenas à luta, formou uma família e iniciou sua caminhada no MMA. Foram 11 lutas no Brasil e uma na Argentina – totalizando 12 vitórias – antes de Till receber o chamado do UFC. Treinando sob a batuta do técnico Marcelo Brigadeiro, Darren Till estreou no UFC com um nocaute e engrenou na maior organização de MMA do mundo.

Hoje, Till voltou a viver em Liverpool, mas ainda fala português fluente. Dentro do octógono, ele construiu um cartel de cinco vitórias e um empate. Suas duas últimas apresentações foram expressivas o suficiente para colocá-lo diante de uma chance pelo cinturão dos meio-médios contra o atual campeão, Tyron Woodley. Ele nocauteou Donald Cerrone e bateu Stephen Thompson, ambos em lutas principais. Os resultados dentro do octógono unidos a seu poder midiático, já que o inglês sabe usar bem o microfone na hora de provocar os rivais e se promover, aceleraram seu crescimento dentro do evento.

Em vídeo divulgado pelo canal do UFC Brasil no Youtube, ele comentou o desafio com Woodley e enumerou razões para acreditar que irá se tornar o novo campeão dos meio-médios. E algumas delas podem ser levadas a sérios. O apelido de Till é “Gorila”. O inglês é um lutador alto, de longa envergadura e é maior do que a maioria dos rivais da divisão. Woodley pode até ser mais forte, mas se Darren souber usar bem a distância pode se dar bem. Sem contar que o atual campeão não luta desde maio do ano passado. É mais de um ano parado.

No papel, Woodley é o grande favorito. É mais forte, estratégico e tem um jogo de wrestling difícil de lidar. Tudo indica que ele deve fazer a quarta defesa de título bem sucedida. Mas eu não descartaria as chances de Darren Till. Mais do que o desempenho dentro do octógono, o inglês “meio brasileiro”tem trilhado um caminho interessante no octógono e neste sábado pode alcançar o feito máximo da carreira de um lutador. Note os fatos. Ele desafiou e prometeu nocautear Donald Cerrone. Dito e feito! Depois ele pediu uma luta contra Stephen Thompson, número um no ranking, ele venceu e venceu bem. Agora ganha a chance pelo título. Ele está longe de ser um Conor McGregor, mas seu brilho é inegável. É bom Tyron Woodley  estar num bom dia, pois ele não terá uma noite fácil no UFC 228.

Confira as lutas do UFC 228

Tyron Woodley x Darren Till
Nicco Montaño x Valentina Shevchenko
Zabit Magomedsharipov x Brandon Davis
Jessica Bate-Estaca x Karolina Kowalkiewicz
Abdul Razak Alhassan x Niko Price
Card preliminar
Carla Esparza x Tatiana Suárez
Aljamain Sterling x Cody Stamann
Charles Byrd x Darren Stewart
Jimmie Rivera x John Dodson
Diego Sanchez x Craig White
Jim Miller x Alex White
Irene Aldana x Lucie Pudilova
Jarred Brooks x Roberto Sanchez
Geoff Neal x Frank Camacho

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar