UFC

UFC 223: Ferguson se lesiona, e Holloway encara Nurmagomedov pelo título dos leves

Foto: Divulgação/UFC

Uma mudança de última hora sacudiu o mundo das lutas no fim do domingo de Páscoa. Previamente escalado para enfrentar Khabib Nurmagomedov pelo cinturão absoluto dos leves, no UFC 223, que acontece neste sábado, Tony Ferguson acabou lesionando o joelho e foi retirado do show. O americano vai precisar de cirurgia e está fora de ação. Com isso, a maior organização de MMA do mundo tirou um coelho da cartola chamado Max Holloway. O havaiano, dono do cinturão peso-pena do evento, vai subir de peso e pode fazer história contra o fenômeno russo.

Pra começar, temos que lamentar a não realização de Ferguson Vs Nurmagomedov. Essa luta já foi marcada várias vezes e sempre algo acontece. Incrível como é difícil que os dois cheguem saudáveis no dia da luta. E o que mais decepciona é que tinha tudo para ser um confronto histórico. Um duelo legítimo entre tops da categoria dos leves que iria coroar o novo campeão absoluto, aquele que assumiria o posto deixado por Conor McGregor. Aquele lamento que só os deuses do MMA podem explicar o por quê de não acontecer.

Mas como bem dito por Dana White, presidente do UFC, muitas vezes a beleza dessa “tragédia” é a forma como se solucionam alguns problemas. Há sempre uma ideia genial e um lutador incrível pronto para assumir a bronca e dar aos fãs o que eles esperam: luta! Dessa vez, a organização promoveu Max Holloway para a disputa de cinturão dos leves. O atual dono do título peso-pena vai encarar o fenômeno russo com menos de uma semana de treino e em uma nova categoria. Se vencer, Holloway entra para a história e iguala o feito de Conor McGregor, acumulando simultaneamente títulos de duas divisões de peso. Mas é muito difícil tratá-lo como favorito nessas condições.

Para o UFC, no fim das contas, a mudança se tornou até mais interessante a longo prazo. Se pararmos para pensar vamos perceber que Nurmagomedov e Holloway se encaixam perfeitamente no posto de rival de Conor McGregor em um possível retorno ao MMA. O russo é o nome mais cotado e interessante. É ídolo na Rússia, pode encabeçar a estreia do Ultimate no país e encarar McGregor em um evento histórico, gigante. Já Holloway, se vencer e se tornar o campeão dos leves, conquista status para fazer uma revanche com o astro irlandês. Há enredo. Para quem não se lembra, McGregor foi o último homem a vencer Max Holloway no octógono. O havaiano está invicto desde então, são 11 lutas de invencibilidade. McGregor Vs Holloway 2 também seria muito intrigante. Especialmente se aluta acontecesse na divisão dos leves.

Mas não vamos queimar a largada. Um passo de cada vez. Por agora, vamos comemorar Nurmagomedov Vs Holloway que tem tudo para ser uma luta empolgante. Dois astros do MMA atual, jovens, talentosos e poderosos em suas áreas de atuação. Que mais nada de errado aconteça até este sábado e que tudo corra bem para Khabib Nurmagomedov e Max Holloway garantirem o espetáculo que o público merece ver no UFC 223.

Ah, só pra finalizar, um adendo: que lutador é Max Holloway! Aceitou encarar um fenômeno como Nurmagomedov de última hora, sem o treino adequado, em outra categoria e colocando em risco sua série invicta no octógono. Merece MUITO respeito o havaiano! Que sirva de exemplo!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar