UFC

Superluta entre Cris Cyborg e Amanda Nunes no UFC encara impasse por data

Foto: Juan Cardenas/UFC

A superluta entre Cris Cyborg e Amanda Nunes enfrenta um novo impasse. Depois do desafio de Amanda Nunes, em dezembro do ano passado, as duas já trocaram diversas provocações e o possível duelo já passou por algumas fases. Hoje, as duas parecem ter concordado em apenas uma coisa: elas vão se enfrentar. Resta saber quando e onde. Segundo Cyborg, ela está pronta para lutar no dia 8 de setembro, pelo UFC 228, em Dallas (EUA); Amanda, porém, assinou um contrato para encarar a compatriota no UFC 232, dia 29 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

Em entrevista ao Combate News, Cris Cyborg explicou sua versão. Quando bateu Holly Holm, em dezembro passado, a brasileira foi desafiada por Amanda Nunes. O tempo não ajudou as duas, que acabaram enfrentando outras rivais. Cris nocauteou Yana Kunitskaya no UFC 222, em março, e Amanda superou Raquel Pennington também por nocaute, no UFC Rio, em maio. Cris quer lutar em setembro, Amanda quer esperar até dezembro. Cyborg chegou a provocar Amanda diversas vezes nas redes sociais. “Ela precisa de seis meses para se preparar para essa luta? Ela me desafiou em dezembro para me enfrentar só um ano depois”?

Amanda Nunes publicou em sua conta oficial no Instagram uma foto do contrato sendo assinado para a superluta acontecer no dia 29 de dezembro, em Las Vegas (EUA), e com a simples mensagem direcionada à compatriota: “Esperando por você, Cyborg”. A baiana não entrou em detalhes sobre o motivo que a faz visar o combate apenas em dezembro. Não há notícias de lesão ou qualquer outro motivo que justifique a ideia de encarar Cyborg só no fim da temporada.

Ainda segundo Cyborg em participação no Combate News, ao que tudo indica, se Amanda não quiser lutar em setembro, a paranaense vai acabar enfrentando outra adversária no UFC 228. No fim das contas, acho que tudo pode dar certo. Cris enfrenta uma outra oponente na data pretendida e luta com Amanda Nunes em dezembro. De setembro a dezembro são três meses, não é pouco tempo para se preparar. A não ser que ela queira tirar férias, o que é justo sempre após combates no UFC.

Que as brasileiras se entendam a respeito dos detalhes da superluta, pois o mais importante é o confronto acontecer. Não há luta maior no MMA feminino para se fazer do que Cyborg Vs Nunes. São as duas melhores lutadoras da atualidade em ação. Tem tudo para ser um sucesso de vendas ao redor do mundo e elas sabem disso. Onde e quando vai acontecer, por mais complicado que seja, tem de ser resolvido. O mundo das lutas precisa desse combate. Façam isso pelos fãs!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar