Ganhador.com

Vôlei

Superliga de Vôlei: Sada Cruzeiro abre 2018 mostrando que pode ser o maior campeão da história

Foto: Sada Cruzeiro - Facebook Oficial

Clube mineiro retoma liderança e mostra que vai ser quase impossível deixar o título escapar; entre as mulheres, o Dentil/Praia Clube vai fazendo o mesmo           

 

O Sada Cruzeiro é, de fato, o time mais forte do Brasil no momento. O clube de Minas Gerais arrasou o Corinthians/Guarulhos nesta terça-feira (16) por 3 sets a 0 e retomou a liderança da Superliga Masculina de Vôlei. As parciais foram 37/35, 27/25 e 25/20, no Ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

O Cruzeiro havia perdido a ponta porque interrompeu sua participação para disputar em dezembro o Mundial de Clubes, competição na qual foi o vice-campeão. O grande destaque contra o Corinthians foi o ponteiro cubano Leal, com 13 pontos. Ele foi escolhido o melhor jogador em quadra, como ocorre em quase todas as partidas.

Os comandados pelo técnico argentino Marcelo Méndez têm uma chance rara nesta temporada: a de se consagrarem como o melhor time da história do vôlei brasileiro. O Cruzeiro é o atual tetracampeão da Superliga, ganhando todas as edições desde a temporada 2013/2014. Na soma geral de títulos, o recorde é do Minas Tênis Clube, com sete conquistas, contra cinco do Cruzeiro. O Minas, porém, distribuiu suas conquistas ao longo das décadas. O primeiro título, por exemplo, foi em 1984, com o último ocorrendo em 2007. O Cruzeiro segue caminho inverso, consolidando seu domínio justamente na era mais profissional da história do vôlei brasileiro, que é a atual.

Não há ninguém no Cruzeiro, porém, que dê o campeonato como definido. “Todo jogo está sendo difícil para nós. Temos que melhorar muito, principalmente no saque, que não está saindo”, analisou Leal. “A Superliga está muito difícil esse ano, tem bons times, todos jogando muito bem, e temos que dar o nosso melhor para conseguir os resultados.”

Houve uma claudicada cruzeirense na rodada passada, com uma derrota por 3 sets a 2 para o Sesc-RJ, com o quinto set terminando em 20/18. Foi, de fato, um jogão, mas é difícil imaginar que isso vá se repetir nas fases decisivas. O Cruzeiro, afinal, estava sem ritmo depois da pausa para o Mundial de Clubes – e mesmo assim quase ganhou.

O próximo compromisso celeste será já neste sábado: recebe o lanterninha Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), novamente em Contagem, às 19h (de Brasília).

O verão dos sonhos para o Praia Clube

Se entre os homens há uma chance enorme de coroar uma dinastia, entre as mulheres a temporada é marcada por uma novidade na ponta. Nada de Rio, nada de Osasco. O Dentil/Praia Clube (MG) abriu 2018 com vitória e segue invicto. A equipe mineira venceu o Fluminense por 3 sets a 2 no último domingo (14), com parciais de 18/25, 25/15, 22/25, 25/19 e 15/11. O jogo foi realizado no lotado ginásio do Hebraica, no Rio.

O Praia Clube é da cidade de Uberlândia (MG) e agora soma 41 pontos, com 14 vitórias em 14 jogos.

Um dos destaques da equipe mineira é a ponteira Fernanda Garay, de longa trajetória na seleção. “Foi importante termos começado o ano com essa vitória. Sabemos que enfrentamos dificuldades e também precisamos ressaltar os méritos do Fluminense, que fez uma excelente partida. Foi um jogo nivelado por cima e muito brigado. Esse resultado fortaleceu o nosso grupo”, disse ela.

O Praia Clube voltará à quadra só no dia 23 de janeiro contra o Pinheiros, às 19h30 (de Brasília), contra o Uberlândia. Tanto o Sesc-RJ, de Bernardinho, o vice-líder, como o Vôlei Nestlé, de Osasco, o terceiro colocado, seguem estudando o que fazer para destronar o time que conta com duas “torres gêmeas” no meio de rede: tanto Walewska quanto Fabiana estão jogando demais, e a chance de qualquer equipe superar o Praia Clube nesta sequência é realmente muito reduzida.

Jogos da 3ª rodada do returno da Superliga Masculina

Sexta-feira, 19 de janeiro

  • 19:00 – Montes Claros x Minas Tênis Clube – Palpite: Minas

Sábado, 20 de janeiro

  • 15:00 – Sesi-SP x Lebes Canoas – Palpite: Sesi-SP
  • 18:00 – Vôlei Renata x JF Vôlei – Palpite: Vôlei Renata
  • 18:30 – EMS Taubaté Funvic x Ponta Grossa Caramuru  – Palpite: Taubaté
  • 19:00 – Corinthians-Guarulhos x Sesc-RJ – Palpite: Sesc
  • 19:00 – Sada Cruzeiro x Copel Telecom Maringá – Palpite: Cruzeiro

Jogos da 5ª rodada do returno da Superliga Feminina

Sexta-feira, 26 de janeiro

  • 19:30 – Dentil/Praia Clube x Brasília Vôlei – Palpite: Praia Clube
  • 20:00 – Sesc-RJ x Pinheiros – Palpite: Sesc
  • 20:00 – Camponesa/Minas x Vôlei Bauru – Palpite: Minas
  • 20:00 – Renata Valinhos/Country x Sesi-SP – Palpite: Valinhos
  • 21:30 – Hinode Barueri x São Cristóvão Saúde/São Caetano – Palpite: Barueri

Sábado, 27 de janeiro

  • 15:00 – Vôlei Nestlé x Fluminense – Palpite: Nestlé

 

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar