Ganhador.com

Vôlei

Superliga de Vôlei: quem está mais perto de confirmar a ponta, Sada Cruzeiro ou Dentil/Praia Clube?

Dentil/Praia Clube vôlei
Foto: Divulgação Dentil/Praia Clube

Fase de classificação está perto do fim, e briga pela liderança está bastante aberta tanto na versão masculina quanto na feminina

A temporada 2017/2018 tem sido realmente empolgante nas quadras do Brasil, onde, para muitos, se joga o melhor vôlei do mundo. É difícil discordar quando se vê equipes tão fortes tanto entre os homens quanto entre as mulheres.

Algo que não se notou nos últimos anos e que agora está ocorrendo na versão feminina é a incerteza sobre que equipe vai terminar a fase de classificação na liderança. A briga está totalmente aberta, e ainda falta um enorme duelo para definir as posições para o começo dos playoffs.

A vantagem de momento é do surpreendente Dentil/Praia Clube, que desbancou a soberania de Sesc-RJ e do Vôlei Nestlé, de Osasco, e está na ponta do campeonato depois de 19 jogos (11 pelo primeiro turno e 8 pelo returno). E não é uma ponta qualquer: é a liderança invicta, com 13 vitórias por 3×0, três por 3×1 e outras três por 3×2.

A chance de ocorrer uma reviravolta está bem clara na tabela, e ela pode acontecer no próximo dia 27, quando o Praia Clube recebe em Uberlândia o Sesc-RJ do sempre metódico técnico Bernardinho.

O Praia Clube até aqui carrega 54 pontos, contra 52 do Sesc-RJ. É preciso ver o que cada equipe vai também somar nas duas rodadas até este confronto direto. O time mineiro tem pela frente o difícil Vôlei Nestlé nesta sexta-feira (16), e a conta que precisa ser acompanhada é a seguinte: cada vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 rende à equipe vencedora três pontos. Uma vitória por 3 sets a 2 distribui dois pontos ao ganhador e um ao perdedor.

Hoje, a distância entre Praia Clube e Sesc-RJ é equivalente a uma vitória por 3 sets a 0 – ou seja, o time de Bernardinho teria a necessidade de impor este placar ao Praia Clube. Antes do choque entre os líderes, a equipe do Rio enfrenta também o Camponesa/Minas, que está na terceira colocação.

A Superliga tem mais três rodadas para o fim – o encerramento da fase de classificação está marcado para o dia 2 de março.

 

Briga ainda maior entre os homens

Se a vantagem entre as duas primeiras colocadas na Superliga Feminina é de três pontos, a distância na Superliga Masculina é ainda menor. O Sada Cruzeiro hoje é o ponteiro, com 43 pontos, seguido de muito perto pelo Sesc-RJ, que tem 42.

Não haverá um confronto direto entre os dois, mas o caminho até o fim da fase de classificação é mais longo que o das mulheres. A Superliga Masculina realiza neste final de semana a sua sexta rodada de um total de 11 deste returno.

O equilíbrio entre os dois primeiros colocados é visto também nas colocações seguintes. Há um intervalo considerável entre o Sesc-RJ, com 42, e o EMS Taubaté Funvic, com 36, mas a paridade é gigante também logo atrás. O Sesi-SP aparece na quarta colocação, com 35 pontos, seguido de muito perto pelo Minas Tênis Clube, que está com 34 pontos.

Como todos estão embolados, vale ressaltar os próximos passos das competições para saber como realmente vai fazer muita diferença terminar em uma posição superior ou inferior na fase de classificação.

Os oito melhores times – tanto no masculino quanto no feminino – se classificam para as quartas de final, e esta nova fase tem tradicionalmente um play-off melhor de três jogos com os seguintes cruzamentos: 1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6º e 4º x 5º.

As equipes com as melhores colocações podem escolher o mando de quadra com duas opções. A alternativa A é fazer o 1º e 3º jogos em casa e o 2º fora. E a opção B é fazer o 2º e 3º em casa e o 1º fora.

Em uma competição, quando se faz tudo para ganhar, poder escolher qualquer detalhe é um luxo. É atrás disso que todas as equipes vão correr atrás neste encerramento de fase de classificação.

 

Jogos da 6ª rodada do returno da Superliga Masculina

Sexta-feira, 16 de fevereiro

  • 20:00 – Sada Cruzeiro x JF Vôlei – Palpite: Cruzeiro

Sábado, 17 de fevereiro

  • 18:30 – Vôlei Renata x Corinthians-Guarulhos – Palpite: Corinthians
  • 18:00 – Minas Tênis Clube x EMS Taubaté Funvic – Palpite: Taubaté
  • 19:00 – Montes Claros Vôlei x Sesi-SP – Palpite: Sesi
  • 20:00 – Ponta Grossa Caramuru x Copel Telecom Maringá Vôlei  Palpite: Ponta Grossa
  • 21:00 – Lebes Canoas x Sesc-RJ  Palpite: Sesc

 

Jogos da 9ª rodada do returno da Superliga Feminina

Sexta-feira, 16 de fevereiro

  • 19:30 – Hinode Barueri x Vôlei Bauru – Palpite: Barueri
  • 20:00 – São Cristovão Saúde/São Caetano x Fluminense – Palpite: Fluminense
  • 20:00 – Renata Valinhos/Country x BRB/Brasilía Vôlei – Palpite: Valinhos
  • 20:30 – Vôlei Nestlé x Dentil/Praia Clube – Palpite: Praia Clube

Sábado, 17 de fevereiro

  • 15:00 – Sesc-RJ x Camponesa/Minas – Palpite: Sesc
  • 17:00 – Pinheiros x Sesi-SP – Palpite: Pinheiros

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar