Ganhador.com

Paulista A1

Sob o comando de Jair Ventura, Santos está pronto para a estreia no Paulistão 2018 contra a Linense

Sem se importar com o rótulo de “quarta força” Jair Ventura quer levar o Santos a vôos mais altos em 2018

Foto: Ivan Storti / Santos FC

Debochando do rótulo de “quarta força” Jair Ventura sabe que o Santos pode surpreender em 2018

Jair Ventura não perdeu o bom-humor quando foi questionando durante coletiva sobre a declaração de Fábio Carille, técnico do Corinthians, que colocou o Santos como a “quarta força” do futebol paulista, atrás de Palmeiras, do próprio Corinthians e do São Paulo, em função das recentes perdas no seu elenco – principalmente Lucas Lima e Ricardo Oliveira. “Se for a quarta força e ganhar o que ele ganhou no ano passado eu quero ser”, declarou Ventura antes de completar afirmando que “o Santos nunca vai ser a quarta força, nós não somos a quarta força, mas cabe mostrar isso dentro de campo”.

E a missão de “mostrar isso em campo” começa nesta quarta quarta-feira, na cidade de Lins, onde o alvinegro fará sua primeira partida pelo Campeonato Paulista da Série A1 de 2018 contra a Linense, equipe que chegou às quartas de final no torneio do ano passado e que pretende, no mínimo, repetir o mesmo desempenho de 2017. Mas será que o Elefante vai conseguir aprontar pra cima do Peixe?

 

Defesa arrumadinha

Apesar do terceiro lugar no Brasileirão, o Santos de 2017 não arrancou suspiros de sua torcida. Para tornar as coisas ainda mais emocionantes, em 2018 o elenco sofreu as baixas de Zeca, Thiago Maia, Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Como “reposição” vieram apenas o lateral Romário – promessa do Ceará – para a vaga de Zeca e o atacante Eduardo Sasha que passou 2017 na ponta direita do banco de reservas do Internacional – que disputava a Série B do Brasileirão. O clube ainda sonha – ou seria “alimenta o pesadelo”? – de repatriar Gabigol, recentemente eleito o pior jogador estrangeiro atuando no futebol italiano.

De verdade, não é um cenário animador para nenhum técnico. Mas durante seu tempo no Botafogo, Jair Ventura provou ser um técnico capaz de arrancar desempenhos acima das expectativas de jogadores apenas medianos – todos temos que concordar que, no papel, o Botafogo que disputou o Brasileiro do ano passado não era lá grandes coisas, montado em boa parte com atletas “esquecidos” ou pouco utilizados em outros clubes. Não foi o bastante para chegar na Libertadores 2018, mas foi o suficiente para brigar por uma vaga até as rodadas finais e não passar vergonha nas outras disputas da temporada.

É neste “talento” de Ventura que o Santos deposita suas esperanças de “fazer mais com menos”. Como alento, o jovem técnico contará com uma defesa arrumadinha – uma das melhores de 2017 – e que sofreu apenas a baixa de Zeca. Com isso, Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e o novato Romário, protegidos por Alison e Renato, devem dar tranquilidade para Jair construir seu time do meio pra frente, com (por enquanto) Vecchio, Copete, Bruno Henrique e Rodrigão.

 

Sequência do trabalho

Não se mexe em time que está ganhando. Pelo menos este deve ter sido o pensamento da diretoria da Linense que, satisfeita com o desempenho do clube na temporada passada no Paulistão, onde conseguiu avaçar às quartas de final, manteve o treinador Moacir Júnior e o experiente meia Thiago Humberto, ídolo da torcida e líder do time em campo.

Como é regra no Paulistão (não devia ser, mas é…), os times do interior entram na competição primeiro com o objetivo de não cair para a A2. Conseguindo se garantir por mais uma temporada na A1, o próximo passo é brigar pelo título de Campeão do Interior e por uma vaga na Copa do Brasil. A Linense entra no Campeonato Paulista 2018 candidata a levar o segundo título em disputa.

 

Palpite

Por conta do nosso calendário, os times do interior, normalmente, chegam para a disputa do Paulistão melhor preparados e condicionados nas primeiras rodadas. Não deverá ser diferente neste Linense e Santos. Porém, Jair Ventura não é bobo: ele tem em mãos uma das melhores defesas do ano passado. Seu trabalho não se caracteriza por lançar-se loucamente ao ataque. Muito pelo contrário: sua ideia de jogo, apesar de ofensivo, tem uma grande responsabilidade com a parte defensiva. Por isso não é difícil imaginar que o Santos irá se proteger do “assédio” da Linense e aproveitar as oportunidades que tiver para matar o jogo em algum contra-ataque.

Obviamente, Vecchio não é a melhor escolha para organizar as jogadas no Santos – mas é a única escolha no momento. Por sorte, Renato é um volante com bom toque e boa saída de jogo que poderá ajudar na criação e os rápidos Copete e Bruno Henrique devem dar conta do recado neste início de temporada até que o Santos arrume um meia mais criativo que Vecchio.

Para o duelo desta quarta-feira, o Santos deve levar os três pontinhos para a Baixada com algum sacrifício por culpa da pré-temporada quase inexistente.

 

Campeonato Paulista 2018 – Série A1 – primeira rodada

Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

  • 17:00 – Red Bull Brasil x Ferroviária – palpite: Ferroviária
  • 19:30 – São Bento x São Paulo – palpite: São Paulo
  • 19:30 – Linense x Santos – palpite: Santos
  • 19:30 – Ituano x São Caetano – palpite: Ituano
  • 19:30 – Novorizontino x Mirassol – palpite: Novorizontino
  • 21:45 – Corinthians x Ponte Preta – palpite: Corinthians

Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

  • 19:30 – Palmeiras x Santo André – palpite: Palmeiras
  • 19:30 – Bragantino x Botafogo – palpite: Botafogo

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Santos sai na frente na luta pelo Paulistão | Ganhador.com

  2. Pingback: Santos quer os três pontos contra o Bragantino | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar