Ganhador.com

Paulista A1

Série A1: Palmeiras derrota o Santos e segue 100%; Corinthians conquista a 4ª vitória seguida e o São Paulo vence, mas não convence

Palmeiras passa por cima do Santos em seu primeiro clássico sob o comando de Roger Machado

Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Os Santos lutou, mas não conseguiu evitar a derrota diante do Palmeiras que continua “sobrando” no Paulistão.

Com um elenco forrado de jogadores de qualidade, o Palmeiras passou sem sustos pelo seu primeiro clássico no Campeonato Paulista em 2018. Com 100% de aproveitamento sob o comando de Roger Machado, o alviverde, com gols de Antônio Carlos, no início do primeiro tempo, e Borja, no início do segundo, soube controlar o ímpeto santista – que diminuiu com Renato aos 17 do segundo tempo – e garantir mais 3 pontos no clássico de torcida única disputado no Allianz Parque.

Logo aos dois minutos de jogo, Antônio Carlos aproveitou o escanteio cobrado por Dudu para mandar a bola para o fundo das redes de Vanderlei – que nada pôde fazer no lance – e abrir o placar para os donos da casa. O Santos, ressentindo-se da falta de um meia de criação que distribua as ações ofensivas do time à partir do meio campo, demorou para equilibrar o jogo mas, aproveitando-se do recuo do Verdão para explorar os contra-ataques, obrigou Jaílson a fazer duas importantes defesas no primeiro tempo. Houve tempo, também para que Lucas Lima (ex-Santos) cobrasse uma falta que explodiu na trave de Vanderlei e desse uma soldada em Copete que lhe valeu um merecido cartão amarelo. No mais, o atleta, muito nervoso em campo, pouco fez até ser substituído por Gustavo Scarpa que fez sua estreia com a camisa do Verdão aos 40 da etapa complementar.

No segundo tempo, Borja, aos quatro minutos, bateu colocado, da entrada da área, e fez o segundo do Palmeiras. O Santos foi ao ataque e aos 17 minutos, em uma jogada muita confusa – a bola chegou a sair pela linha de fundo – Renato aproveitou cruzamento para diminuir para os visitantes. O time de Jair Ventura tentou, então, exercer alguma pressão sobre o Verdão – e melhorou um pouco com a entrada de Rodrygo no lugar de Caju, mas não foi o suficiente para conquistar a igualdade e tirar os 100% do Palmeiras, líder da classificação geral do Paulistão.

Pela 6ª rodada, o Palmeiras enfrenta o Mirassol, fora de casa, no sábado de Carnaval à partir das 19 horas e o Santos encara a Ferroviária em Araraquara no mesmo dia.

 

Corinthians muda o ataque e vence com gol de zagueiro

Com apenas uma mudança em relação ao time que vinha jogando – Júnior Dutra no lugar de Kazim –, o Corinthians manteve a consistência tática que vem sendo sua maior qualidade desde a temporada passada e sem brilho, mas também sem sustos, venceu o Novorizontino fora de casa e garantiu-se como dono da segunda melhor campanha do Paulistão na classificação geral, atrás apenas do Palmeiras.

Na função de centro-avante, Dutra  mostrou mais mobilidade que Kazim e deu mais opções de criação ao ataque alvinegro, abrindo espaços para a chegada de Rodriguinho como elemento-surpresa. Mesmo assim, o atual campeão paulista e brasileiro tinha dificuldades  para vencer o bloqueio rival e o gol só saiu em um lance de bola parada: Jadson, mais uma vez decisivo, cruzou para Pedro Henrique, livre de marcação, vencer o goleiro Oliveira aos 40 minutos do primeiro tempo.

Para o segundo tempo, o Timão voltou com suas duas linhas de quatro bem postadas e compactadas e não sofreu nenhuma ameaça por parte do Novorizontino que falhou miseravelmente na tarefa de dar trabalho para o goleiro Cássio. Sheik – controversa contratação corintiana para o primeiro semestre – fez sua reestreia pelo Timão, sem nenhum destaque, aos 21 do segundo tempo, no lugar de Clayson. Marquinhos Gabriel e Camacho também entraram no segundo tempo mas não alteraram os rumos do duelo.

O Corinthians volta a campo na próxima sexta-feira contra o Santo André, às 19 horas (Brasília), na casa do adversário. O Novorizontino também joga fora: pega a Ponte Preta em Campinas no sábado às 16:30.

 

Diego Souza e Cueva decidem para o São Paulo

Embora o placar de 2 a 0 dê a entender que o São Paulo “passeou” no Morumbi no último sábado diante do Botafogo, a realidade foi bem diferente. Na estreia de Nene (agora sem acento) no meio campo do tricolor da capital, foi o tricolor do interior que dominou o primeiro tempo de criou as melhores chances de gol – duas bolas que acertaram a trave de Sidão e uma chnace clara desperdiçada por Bruno Moraes.

Vaiados na saída para o intervalo, os donos da casa voltaram com Cueva – que bagunçou tudo o que podia no Morumbi, foi afastado por três jogos e reintegrado ao grupo – no lugar de Brenner e viram, aos cinco minutos, Nene iniciar a jogada com Reinaldo que terminou no gol de Diego Souza. Sem se abater, o Botafogo foi para cima e obrigou Sidão a fazer duas defesas que impediram o empate. Aos 38 minutos, Cueva cobrou o pênalti de Serginho em Bruno Alves e fechou a fatura para o time sãopaulino que não jogou bem – longe disso –, mas conquistou os 3 pontos e diminuiu a fúria da torcida. O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira contra o Bragantino, às 21:45 no Morumbi (leia abaixo) enquanto que o Botafogo recebe o Ituano em Ribeirão Preto.

 

Jogos, palpites e resultados da 5ª rodada do Campeonato Paulista 2018

Sexta-Feira, 2 de fevereiro

  • 19:15 – São Bento 2 x 2 Santo André

Sábado, 3 de fevereiro

  • 16:30 – Ituano 1 x 1 Ponte Preta – Palpite: empate
  • 17:00 – São Paulo 2 x 0 Botafogo-SP – Palpite: São Paulo
  • 19:00 – Red Bull Brasil 1 x 1 Bragantino – Palpite: Red Bull Brasil

Domingo, 4 de fevereiro

  • 17:00 – Palmeiras 2 x 1 Santos – Palpite: empate
  • 19:30 – Novorizontino 0 x 1 Corinthians – Palpite: Corinthians
  • 19:30 – São Caetano 0 x 2 Mirassol – Palpite: empate

Segunda-Feira, 5 de fevereiro

  • 20:00 – Linense x Ferroviária – Palpite: Linense

 

Palpite para São Paulo x Bragantino pela 6ª rodada do Campeonato Paulista

Diego Souza e Cueva podem, novamente, serem decisivos para o São Paulo na próxima quarta-feira. (Foto: MAURO HORITA/Gazeta Press/reprodução)

Quarta-feira, 7 de fevereiro, à partir das 21:45

O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira, abrindo a 6ª rodada do Paulistão enfrentando o Bragantino, segundo colocado do Grupo A, no Morumbi. O duelo não deverá ser dos mais fáceis para o Tricolor que ainda não jogou bem nesta temporada e enfrenta uma série de problemas nos bastidores e nos vestiários envolvendo seu comando. Com o técnico Dorival Júnior e a diretoria nitidamente não falando a mesma língua, Cueva reintegrado ao grupo contrariando algumas vontades e Nene e Tréllez contratados sem as “bênçãos” da comissão técnica, o São Paulo irá à campo um pouco mais tranquilo com a vitória conquistada no final de semana, mas pegará pela frente um time que luta – contra o Ituano – para garantir a segunda vaga no grupo e a classificação para as quartas de final. Mesmo inferior no papel, o Bragantino lutará até o fim para somar pontos e isso poderá ser o suficiente para garantir um empate contra o Tricolor do Morumbi.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar