Ganhador.com

Copa Sul-Americana

São Paulo vai à Argentina para enfrentar o Colón e tentar seguir vivo na Sul-Americana

Jogador do São Paulo
Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Tricolor foi superado pela contagem mínima no Morumbi, e agora precisa vencer a qualquer custo para avançar às oitavas

Na noite desta quinta-feira (16), o time do São Paulo vai até Santa Fe para a partida de volta contra o Colón pela segunda fase da Copa sul-Americana. Os argentinos surpreenderam no Morumbi, e levaram a melhor sobre os líderes do Brasileirão pelo placar de 1×0. Agora, caberá ao Tricolor buscar um triunfo por dois gols de diferença, ou pelo menos devolver o resultado, para decidir o seu futuro nas cobranças de pênalti. A bola rola a partir das 21:45 no Estádio Brigadier General Estanislao López, mais conhecido como Cementerio de Elefantes.

 

Tricolor viaja quase completo para a Argentina

A boa campanha no Brasileirão, em que briga ponto a ponto pela liderança com o Flamengo, poderia levar o São Paulo a deixar a Copa Sul-Americana em segundo plano. No entanto, o clube e sua torcida têm um apreço todo especial pelas competições internacionais, e o técnico Diego Aguirre encara a conquista do torneio como uma de suas metas para a temporada.

“O jogo é difícil, obviamente. Jogar na Argentina é complicado, mas vamos viajar para lá com a competição e sabendo que devemos classificar. Dou muito valor à Sul-Americana e não estou indo lá para passear. Entendo o momento do Brasileiro, mas não vamos abrir mão da Sul-Americana. O único que não vai viajar é Diego Souza, o resto irão todos. Vamos com um time muito forte para tentar a classificação.”, garantiu o comandante.

A ausência do craque do time teve como justificativa a maratona de jogos das últimas semanas, além da necessidade de vencer a Chapecoense no domingo. Porém, especula-se que a confusão em que se envolveu com o zagueiro Ortiz na partida de ida, com mútuas trocas de agressões, possa ter influenciado na decisão do uruguaio. O episódio não foi relatado na súmula pela arbitragem, e os jogadores escaparam de uma punição.

A tendência é que o escolhido para substituir Diego Souza seja Tréllez. Gonzalo Carneiro e Lucas Fernandes, que não enfrentaram o Sport por problemas físicos, já estão novamente à disposição, e podem ganhar uma oportunidade. O zagueiro Rodrigo Caio também se recuperou de lesão, mas precisará disputar posição com Bruno Alves, Anderson Martins e Arboleda, que estão jogando bem.

A vitória é o único resultado que interessa ao São Paulo. O time pode se classificar diretamente com um triunfo por 2×0 ou até mesmo por diferença de um gol, desde que balance a rede pelo menos duas vezes. Caso o Tricolor Paulista devolva o placar da partida do Morumbi, a vaga nas oitavas de final será decidida nos pênaltis.

 

Colón é o time que menos sofre gols em seu país

O time do Colón tem na consistência defensiva a sua principal virtude. Os Sabaleros foram a equipe menos vazada do último campeonato argentino, com apenas 22 gols sofridos em 27 partidas.

No duelo do Morumbi, os argentinos pouco se arriscaram, e pareciam bastante satisfeitos com um empate sem gols. Contudo, conquistaram um resultado espetacular no fim graças a um gol do volante Matías Fritzler, em um forte arremate de longa distância. A bola ainda resvalou em Hudson, tornando-se inalcançável para o goleiro Jean.

O compromisso mais recente do Colón foi a estreia pela Superliga, no último sábado. Jogando fora de casa, a equipe ficou no 0x0 com o Patronato, em uma partida de poucas emoções.

Um novo empate na noite de quinta-feira, entretanto, é tudo que o modesto time da cidade de Santa Fe, que abriga em sua sala de troféus apenas um título da segunda divisão da Argentina e outro da Copa Internacional Ciudad de Santa Fé, precisa para seguir fazendo história.

 

Palpite

Em termos de tradição e peso da camisa, não existe qualquer margem para comparação entre São Paulo e Colón. O Tricolor é um dos gigantes do continente, enquanto os Sabaleros ainda engatinham nas competições internacionais, e não estão sequer entre os principais clubes do seu país.

No entanto, a vantagem obtida no Morumbi foi muito significativa para um time de características defensivas, e o São Paulo deve encontrar enormes dificuldades para romper o ferrolho armado pelo técnico Eduardo Domínguez.

Por isso, apesar do favoritismo, acredito que a partida no Cementerio de Elefantes será o fim da linha para o Tricolor na competição. Meu palpite é que o jogo termina empatado em 0x0, resultado que favorece os donos da casa.

 

Segunda fase da Copa Sul-Americana – Jogos de volta

Terça-feira, 14 de agosto
  • 21:45 – Nacional-URU (0) 1×0 (0) Sol de América – Classificado: Nacional-URU
Quarta-feira, 15 de agosto
  • 19:30 – Deportes Temuco (2) 1×0 (1) San Lorenzo – Classificado: Deportes Temuco
  • 21:45 – Millonarios (1) 4×0 (1) General Díaz – Classificado: Millonarios
Quinta-feira, 16 de agosto
  • 19:30 – Botafogo (1) x (2) Nacional-PAR – Palpite: Botafogo
  • 21:45 – Cólon (1) x (0) São Paulo – Palpite: empate
  • 21:45 – Defensor (0) x (2) Fluminense – Palpite: empate

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar