Ganhador.com

NBA

Qual é o time mais poderoso da NBA jogando em casa? Você vai se surpreender com a resposta…

Foto: Gregory Shamus/Getty Images

Nem Boston Celtics, nem Golden State Warriors. Uma dica: é uma equipe da Conferência Leste que jamais foi campeã                  

A temporada regular da NBA está caminhando para o seu terço final. Das 82 partidas que formam esta fase, a maioria das equipes já passou dos 50 jogos – o que, convenhamos, já dá uma bela amostra das forças e fraquezas das franquias que brigam para avançar aos playoffs. E uma maneira de se comprovar a sua força perante os demais é com o aproveitamento nas partidas jogando diante de seu público – onde, afinal, toda a engrenagem financeira arquitetada pelos dirigentes faz sentido com o fluxo dos muitos bilhões de dólares gastos por torcedores do mundo todo. Mas o atual líder de aproveitamento em seu ginásio é uma equipe que foge bastante dos holofotes conquistados nas últimas temporadas.

 

E nem é dos EUA…

A equipe que tem o melhor desempenho contando apenas as partidas jogando em casa é o Toronto Raptors, a única equipe de fora dos Estados Unidos. Atuando apenas no Air Canada Center, um espaço para 19.800 espectadores, a equipe do genial DeMar DeRozan venceu nada menos que 21 partidas e perdeu só quatro – um aproveitamento de 84% cravados. Apenas duas equipes venceram mais – mas também perderam mais. San Antonio Spurs e Minnesota Timberwolves ganharam 22 jogos, mas sofreram seis derrotas, o que deixa a efetividade em 78,4%.

Os líderes de conferência, então, demonstram números ainda mais pálidos jogando apenas em casa: o Boston Celtics está com 21-8, enquanto o Golden State Warriors, a grande potência da NBA nas últimas temporada diante de seu público, acumula até aqui 22-6.

 

O que explica o domínio?

O Toronto Raptors conta sempre com seu ginásio cheio, mas encontrar razões para tal desempenho perante os demais não é tão simples assim. O próprio técnico Dwayne Casey não encontra uma única explicação que justifique tamanha eficiência dos Raptors perante o seu público. “Nosso estilo de jogo prega a busca de um equilíbrio que talvez seja mais fácil de obter quando estamos diante do nosso torcedor e, o mais importante, quando não precisamos fazer os deslocamentos que caracterizam a NBA”, resume.

“É claro que este deslocamento do time adversário até a nossa quadra também nos ajuda um pouco. Afinal, eles saem de um país, e nós não. Mas não sei se isso esclarece muito, porque se fosse assim nós sempre perderíamos jogando fora, e não é o que ocorre”, finalizou o treinador, se referindo à campanha de 15-12 do Toronto como visitante, a segunda melhor no geral também na Conferência Leste.

Os Raptors ocupam a vice-liderança do Leste e fazem a melhor campanha da franquia nos últimos anos. O aproveitamento geral da equipe é de 69,2% (36-16), atrás apenas dos 72,2% do Boston (39-15). Ao contrário dos últimos anos, o desnível de Leste e Oeste não é visto nesta temporada. Caso fosse transportado para o Oeste, o Toronto ocuparia a terceira colocação, ainda assim um resultado digno de aprovação.

A imprensa de Toronto vê o time com chances totais de atingir uma final de Conferência Leste com o Boston Celtics, e neste momento nem há o que discordar. Não há como discordar também da previsão dos canadenses, que vê possibilidades até mesmo de o time virar o jogo e fechar a temporada regular na liderança – os Raptors têm só uma derrota a mais que o Celtics (16 a 15). E com este aproveitamento superior como mandante, uma troca de posição é plenamente viável.

 

Jogos da temporada regular da NBA 2017/2018

Sábado, 3 de fevereiro

  • Phoenix Suns 97×129 Utah Jazz
  • Oklahoma City Thunder 100×114 New Orleans Pelicans
  • Sacramento Kings 104×119 Golden State Warriors
  • Los Angeles Clippers 113×103 Chicago Bulls
  • Detroit Pistons 111×107 Miami Heat
  • Indiana Pacers 100×92 Philadelphia 76ers
  • Orlando Magic 98×115 Washington Wizards
  • Cleveland Cavaliers 88×120 Houston Rockets 

Domingo, 4 de fevereiro

  • Minnesota Timberwolves 118×107 New Orleans Pelicans
  • San Antonio Spurs 111×120 Utah Jazz
  • Denver Nuggets 115×108 Golden State Warriors
  • Sacramento Kings 99×106 Dallas Mavericks
  • Boston Celtics 97×96 Portland Trail Blazers
  • Brooklyn Nets 94×109 Milwaukee Bucks
  • New York Knicks 96×99 Atlanta Hawks
  • Toronto Raptors 101×86 Memphis Grizzlies
  • Oklahoma City Thunder 104×108 Los Angeles Lakers
  • Phoenix Suns 110×105 Charlotte Hornets

Segunda-feira, 5 de fevereiro

  • 22:00 – Detroit Pistons x Portland Trail Blazers – Palpite: Pistons
  • 22:00 – Indiana Pacers x Washington Wizards – Palpite: Wizards
  • 22:30 – Miami Heat x Orlando Magic – Palpite: Heat
  • 23:00 – New Orleans Pelicans x Utah Jazz – Palpite: Pelicans 

Terça-feira, 6 de fevereiro

  • 00:00 – Denver Nuggets x Charlotte Hornets – Palpite: Hornets
  • 01:00 – Sacramento Kings x Chicago Bulls – Palpite: Bullss
  • 01:30 – Los Angeles Clippers x Dallas Mavericks – Palpite: Clippers

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Por que o Toronto Raptors é o time do momento na NBA? | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar