NBA

Playoffs da NBA: San Antonio Spurs fora, Houston Rockets perto da semi. Entenda a cruel gangorra do Texas

Foto: Hannah Foslien/Getty Images

Rivais estaduais vivem cenários bem diferentes do que o melhor basquete do mundo se acostumou a ver nos últimos anos                       

Grandes rivais do Texas, o Houston Rockets e o San Antonio Spurs resolveram subir em uma gangorra. Enquanto um está em cima (o Houston), o outro (o San Antonio) mergulhou em um momento delicado que pode representar até mesmo o fim da brilhante história recente da equipe. E a história se escreve assim, um dia depois do outro, então podemos dizer que estamos vendo talvez o momento mais transcendente desta dupla. Na noite desta terça (24), os Spurs foram eliminados do playoff pelo Golden State por 4 a 1. E nesta quarta (25), a partir das 22h30 (de Brasília), os Rockets só mesmo por um milagre vão deixar de cacifar a sua superioridade e eliminar o Minnesota Timberwolves pelo mesmo placar de 4 a 1.

Não podemos reclamar: estamos sendo testemunha de um momento realmente marcante da NBA.

 

Decadência escancarada

Os Spurs não fizeram frente aos Warriors, tecla que a gente vinha batendo seguidamente aqui no Ganhador. O Jogo 5 contou com uma vitória até certo ponto tranquila de Kevin Durant e companhia por 99×91. Mais do que confirmar a passagem do Golden State para uma semifinal de Oeste que promete ser eletrizante diante do New Orleans Pelicans, o que ficou para o fã da NBA foi a sensação esquisita de ver o San Antonio Spurs em uma rara condição de fragilidade.

O time, afinal, não pôde contar com o lesionado Kawhi Leonard em momento algum nem na temporada regular e nem no pós-temporada. Sua situação foi tão estranha que já desconfiam até de que ele está de malas prontas para o Los Angeles Lakers. Para piorar ainda mais, veio a tragédia com a esposa de Gregg Popovich. Pronto. Desenhou-se um cenário em que os veteranos do San Antonio não tiveram mesmo o que fazer – eles, afinal, quase falharam na missão de classificar a franquia aos playoffs.

O futuro é dos mais incertos. A hora, porém, nem é de fazer muitas projeções, e sim de dar força a Popovich e decidir quais serão os seus próximos planos de vida, para daí sim ter uma noção do que será do San Antonio daqui para a frente.

 

Mudança de papel

Os dias de glória do Houston Rockets estavam cada vez mais para trás – os únicos títulos da franquia ocorreram em 1994 e 1995, e depois disso os Spurs ganharam nada menos que cinco taças, em 1999, 2003, 2005, 2007 e 2014. Ou seja: havia um cenário claro de quem era dominante e de quem era dominado no Texas. E este cenário agora mudou.

O Houston Rockets está jogando um basquete digno de campeão – se vai realmente erguer a taça ou não só vamos ver daqui a algumas semanas. Mas não há o que questionar o papel que James Harden e seus companheiros estão cumprindo até aqui. O time está voando e a chance de fechar a série diante dos Wolves por 4 a 1 é explícita para todo mundo. É difícil até não colocar a cabeça já na final do Oeste, pois o caminho dos Rockets até lá é dos mais simples – depois do Minnesota, viria o vencedor de Utah Jazz e Oklahoma City Thunder. E a série, incrível, está 3 a 1 para o Jazz com a chance de definição logo nesta quarta.

Na questão técnica, nada falta a este Houston, que realmente soube encaixar as peças que estavam um pouco soltas na temporada passada. É um time arrasador no ataque e que sabe se garantir na defesa. A única dúvida é se a pressão pela conquista não vai pesar demais no atual elenco, que não está acostumado a momentos tão decisivos assim. A última aparição dos Rockets em uma final foi exatamente a de 1995 – é bem fácil entender como esta situação nova pode realmente deixar a equipe em um transe um pouco perigoso. Mas o Houston nem precisa se assustar. É só olhar para o lado – ou melhor, para o “vizinho” San Antonio – e perceber que não dá mesmo para reclamar de nada.

 

Jogos dos playoffs da NBA 2017/2018

Terça-feira, 24 de abril

  • Boston Celtics 92×87 Milwaukee Bucks (3-2)
  • Philadelphia 76ers 104×91 Miami Heat (4-1)
  • Golden State Warriors 99×91 San Antonio Spurs (4-1)

Quarta-feira, 25 de abril

  • 20:00 – Toronto Raptors x Washington Wizards (2-2) – Palpite: Raptors
  • 20:00 – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers (2-2) – Palpite: Cavs
  • 22:30 – Oklahoma City Thunder x Utah Jazz (1-3) – Palpite: Thunder
  • 22:30 – Houston Rockets x Minnesota Timberwolves (3-1) – Palpite: Rockets

Quinta-feira, 25 de abril

  • 21:00 – Milwaukee Bucks x Boston Celtics (2-3) – Palpite: Bucks

 

Como apostar na futebol 2021