Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: troco

“Clássico é clássico e vice-versa”. Nunca uma frase tão infeliz fez tanto sentido como ontem em Minas Gerais. Após “quebrar 3 ovos” na defesa da Raposa no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro, no Horto há 8 dias, o Galo foi surpreendido pelo “troco” Celeste e levou de volta para casa  2 “ovos” que garantiram ao Cruzeiro o seu 37º título de campeão estadual.

O Atlético-MG havia conquistado uma importante vantagem sobre o Cruzeiro ao vencer por 3 a 1 o duelo de ida. Mas Arrascaeta, logo aos 3 minutos, diminuiu o prejuízo cruzeirense. O jogo ficou tenso e Otero foi expulso aos 21 depois de acertar uma cotovelada em Edílson. Com um a mais, a Raposa continuou pressionando até que Thiago Neves aproveitou o cruzamento de Robinho no início do segundo tempo para fazer o placar que dava o título ao Cruzeiro.

Com a vantagem numérica e no placar, os donos da casa passaram a atuar no consagrado 11-0-0 de Mano Menezes, e não tiveram dificuldades para segurar o Galo, conquistar o título estadual e evitar o bicampeonato do rival – o que na Toca da Raposa é conhecido como “Um Domingo Perfeito”.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar