UFC

Nova Ronda Rousey a caminho? Bicampeã olímpica de judô anuncia ingresso no MMA

Foto: Divulgação

Ronda Rousey pode até ter encerrado sua trajetória no MMA, mas isso não significa que seu legado no esporte será esquecido. Em um sinal claro de que a hoje estrela do WWE segue como referência do mundo das lutas, uma americana bicampeã olímpica de judô acertou seu ingresso nas Artes Marciais Mistas para junho. Kayla Harrison divulgou que irá fazer seu debute no MMA no dia 21 de junho, em Chicago (EUA), pelo PFL (Professional Fighters League).

Kayla se tornou bicampeã olímpica no Rio de Janeiro, em 2016. A americana sempre deixou claro que se interessava em fazer a transição do judô para o MMA, mas segundo revelou em entrevista ao “The MMA Hour”, estava aguardando o PFL se estabelecer como evento de MMA. As negociações duraram meses e a lutadora passou por um longo processo de adaptação ao MMA na academia até se sentir confortável para iniciar sua carreira. Vale lembrar que Harrison foi uma judoca de sucesso maior que Rousey no esporte.

Ronda reinou no UFC por dois anos como campeã peso-galo feminino depois de ser campeã do Strikeforce. Em sua carreira no judô, ela foi medalha de bronze nas Olimpíadas de Pequim-2008 e foi campeã Pan-Americana em 2007, no Rio de Janeiro. Depois de emplacar duas derrotas traumáticas no octógono, Rousey se afastou do esporte, se casou com o lutador do UFC Travis Browne e hoje vive o início de sua trajetória como estrela do WWE (evento de lutas coreografadas que é sucesso nos Estados Unidos).

Kayla Harrison foi a primeira americana da história a conquistar uma medalha de ouro nas Olimpíadas. A americana é uma das maiores judocas de todos os tempos. Se Ronda Rousey, que foi uma atleta vitoriosa no judô mandou tão bem no MMA, por que não acreditar que Kayla pode ser ainda melhor? Ela irá competir na categoria peso-pena do evento e ainda não tem oponente confirmada. Segundo ela, duas atletas já recusaram enfrentá-la no cage de MMA. A busca continua.

A americana até escolheu a academia onde fará parte dos treinos iniciais. Ela se mudou para Coconut Creek, Flórida (EUA), onde irá trabalhar junto a American Top Team, uma das melhores academia do planeta. Ao que tudo indica, Kayla está fazendo um bom início. Escolheu um bom time, teve paciência até tomar a decisão e vai ingressar no PFL, que é o antigo WSOF, um evento de respeito, mas não de tão alto nível que possa queimar etapas no processo de adaptação de Harrison no MMA.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar