UFC

Khabib Nurmagomedov bate Al Iaquinta no UFC 223 e se torna campeão dos leves

Foto: Divulgação/UFC

It’s Khabib Time! Nurmagomedov avisou antes mesmo de iniciar seu reinado. Neste sábado, em Brooklyn, Nova York (EUA), depois de uma semana insana, o fenômeno russo conquistou o sonhado título absoluto dos leves do Ultimate. Depois de ter o adversário trocado quatro vezes, lidar com um ataque furioso de Conor McGregor e sua gangue nos bastidores durante a semana e correr o risco de ficar sem lutar, Nurmagomedov subiu ao octógono contra o bravo Al Iaquinta, fez seu trabalho bem feito na luta principal do UFC 223 e agora pode descansar ao lado do cinturão e pensar bem em qual será seu próximo passo no octógono. Não faltam opções.

Pra quem não acompanhou, o russo encarou uma verdadeira odisseia junto ao UFC para ter seu adversário definido. Depois de ter de aceitar a lesão de Tony Ferguson, primeiro rival escolhido pela organização, Khabib viu a comissão atlética vetar a apresentação de Max Holloway no UFC 223. Depois disso, Anthony Pettis e Paul Felder foram opções de oponentes para Nurmagomedov, mas acabaram não sendo confirmados. Como resultado, a disputa de título dos leves caiu no colo de Al Iaquinta, que estava escalado para enfrentar Felder no card preliminar do evento.

Iaquinta, mesmo no papel de adversário de última hora – ou tapa-buraco, para ser mais justo – se saiu muito bem. O americano não tinha nada a perder, teve a chance de conquistar um título do UFC e ofereceu a Nurmagomedov um desafio mais difícil que quase todos os que o russo teve no octógono. Foram cinco rounds de cinco minutos onde Al aplicou fortes golpes em Nurmagomedov e teve seus bons momentos, mas no geral foi amplamente dominado pelo russo. Iaquinta mostrou queixo forte e muita garra para resistir aos ataques de Khabib e conseguir se livrar de diversas tentativas de finalização.

Nurmagomedov mais uma vez foi soberano. Embora Al tenha oferecido um combate com boas emoções, o russo mostrou mais uma vez que está um nível acima. Ele vai bem na trocação, aguenta porrada, encaixa boas sequências e coloca o duelo para baixo quando bem entende. Não encontra dificuldade alguma para levar uma luta para o solo. Lá, ele sabe o que fazer. É claro que a ideia era finalizar o combate, mas devemos respeitar o fato do russo ter aceitado enfrentar um novo adversário na véspera do UFC 223. Al não tinha nada a perder ali. Já Khabib, podia jogar fora a chance de ser campeão e ter manchado seu cartel perfeito de 26 vitórias em 26 lutas. Ambos os atletas tiveram atitudes e performances louváveis e profissionais em Nova York. Temos que valorizar isso!

Quanto ao futuro, Nurmagomedov deixou claro que agora sabe as opções que tem. A ideia número um do russo e provavelmente do UFC é realizar um combate contra o rival Conor McGregor. O confronto poderia acontecer na Rússia, onde o Ultimate planeja seu ingresso. A questão é que o irlandês tem de primeiro acertar sua situação com a polícia americana depois do ataque ao ônibus do UFC que lhe rendeu horas de detenção, três acusações pelas quais ele responderá em liberdade e ainda uma fiança de US$ 50 mil. Depois das cenas ridículas que ele protagonizou durante a semana, é difícil prever qual será o futuro dele no esporte. Ele será punido pelo UFC? Será punido pela comissão? Ele pode voltar a lutar o quanto antes? É difícil prever.

Enquanto isso, Nurmagomedov e grande parte dos fãs de MMA, evitam cogitar uma nova marcação para Khabib Vs Ferguson. O duelo já foi cancelado quatro vezes nos últimos anos. É inacreditável! O presidente do UFC Dana White já anunciou que não quer pensar nessa luta tão cedo. E pra finalizar, Khabib declarou que sonha enfrentar Georges St-Pierre. Bom, para isso acontecer, ou St-Pierre tem de descer de peso (algo que embora eu duvide ele já disse ser capaz), ou então Khabib pode subir de categoria para uma superluta nos meio-médios.

Seja qual for o futuro de Khabib Nurmagomedov no MMA, uma certeza é possível ter: o russo chegou para ficar no topo e confirmou com louvor algo que muitos já sabiam há tempos. Seu potencial para ser campeão do UFC por muito tempo é enorme. Seja bem-vindo a #KhabibTime!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar