Ganhador.com

Brasileirão Série A

Gabigol, Júlio César, Tréllez, Kieza e Nenê: cinco contratações para animar o torcedor de futebol

Gabigol Santos

Mercado da bola está agitado desde sexta-feira passada

Cinco grandes reforços foram anunciados nos últimos dias. O São Paulo fechou com dois deles. Botafogo, Flamengo e Santos com um cada. Há esperanças de dias melhores para os torcedores destas agremiações. Confira os novos nomes do seu time.

 

Gabigol – Santos

Gabriel Barbosa Almeida, o jovem craque revelado no Santos, retorna à Vila Belmiro, onde começou a jogar, em 2005. Foram nove anos no aquário santista, até o Peixe o lançar no quadro de cima, em 2013. Em três anos foram 57 gols em 157 partidas.

Em 2016, foi vendido à Internazionale por € 27,5 milhões. Sem brilhar tanto na Itália, acabou emprestado ao Benfica. Sem espaço no elenco de Rui Vitória, os Encarnados o devolveram aos Nerazzurri, que acertaram um novo empréstimo para o Santos.

Gabigol defende a seleção brasileira desde o sub-15 (2011). Pela Amarelinha, o jogador foi campeão dos Jogos Olímpicos de 2016.

Seus outros títulos foram os Campeonatos Paulista de 2015 e de 2016.

 

Nenê – São Paulo

Nenê, 36 anos, veste o terceiro manto sagrado entre os grandes de São Paulo. Formado no Paulista, o meia atacante, passou por Palmeiras e Santos antes de seguir carreira no exterior. Ele defendeu as cores de Mallorca, Alavés, Celta, Mônaco, Español, Paris Saint-Germain, Al Guarrafa e West Ham, antes de retornar ao Brasil pelo Vasco da Gama.

O artilheiro tem passagens pelas seleções brasileiras sub-20 e sub-23, mas nunca chegou à equipe principal.

Seus maiores títulos são recentes: a Ligue 1 de 2012/13 e o Campeonato Carioca de 2016.

Ele deixa o momento conturbado de São Januário e espera poder no Morumbi se concentrar apenas no velho esporte bretão.

 

Júlio César – Flamengo

O Flamengo precisa ter cinco goleiros em seu plantel. Pelo menos é o que parece. Com Diego Alves, Thiago, Gabriel Batista e César, o rubro-negro trouxe o veterano Júlio César para substituir Alex Muralha, emprestado ao Albirex Niigata japonês.

Formado na Gávea, defendeu o rubro-negro entre 1997 e 2005, quando foi negociado para a Internazionale. O arqueiro também defendeu as metas de Chievo Verona, Queen’s Park Rangers, Toronto FC e Benfica, antes de acertar seu retorno ao clube formador.

Pela seleção brasileira, participou de 87 pelejas entre 2002 e 2014 e levantou a Copa América de 2004 e as Copas da Confederações de 2009 e 2013.

Os troféus conquistados são muitos: Copa Mercosul (1999), Campeonato Carioca (2000, 2001 e 2004), um Mundial Interclubes, uma Champions League, cinco Séries A, três Coppas Itália, quatro Supercopas Italianas, três certames de Portugal, uma Taça Portuguesa, uma Supertaça Portuguesa e duas Taças da Liga Portuguesa.

 

Tréllez – São Paulo

Com três gols marcados em quatro compromissos do Paulistão, o São Paulo entendeu que tinha um problema em sua parte ofensiva. Por isso, além de Nenê, Tréllez foi contratado. O atleta de 28 anos foi formado no Independiente de Medellín. Ele deu alegrias à muitas torcidas, como as de Vélez Sarsfield, San Luis, Monarcas de Morelia, Nacional-COL, Libertad, Arsenal de Sarandí, La Equidad e Deportivo Pasto, antes de se transferir para o Vitória, em 2017.

Pela esquadra nacional, defendeu a Colômbia somente no sub-17.

Ele deu a volta olímpica da Copa MX de 2013 e do Torneo Apertura colombiano de 2014.

 

Kieza – Botafogo

O centroavante de 31 anos chega para ser “9” que o Botafogo tanto buscava. Revelado no Serra-ES, ele rodou o país trabalhando na Desportiva-ES, Americano, Fluminense, Cruzeiro, Ponte Preta, Náutico, Bahia e São Paulo. Teve experiência no mundo árabe com o Al Shabab, dos Emirados Árabes, e na China, com o Xangai Shenxin. Seu último empregador foi o Vitória, onde não foi bem.

Ele perde a chance de se tornar tetracampeão baiano, torneio que venceu pelo Bahia (em 2015) e pelo Leão rubro-negro (em 2016 e em 2017).

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar