Ganhador.com

Carioca

Fluminense x Botafogo: quem vai se levantar depois da má estreia no Carioca?

Foto: Mailson Santana / Fluminense Football Club

Clássico Vovô será disputado às 17h (de Brasília) deste sábado (20) no melhor dos palcos, o Maracanã       

É bom deixar a primeira impressão para trás e tentar começar de novo. A frase serve bem tanto para Fluminense quanto Botafogo, equipes que se enfrentam neste sábado (20) e fazem entre si o primeiro clássico desta Taça Guanabara, como é oficialmente chamado o primeiro turno do Campeonato Carioca. A partida será às 17h (de Brasília) no Maracanã que deve receber um público de razoável para bom: faz sentido que ambas as torcidas estejam com saudades de suas equipes e encontrem neste sábado (20) uma boa ocasião para prestar o seu apoio para o clube em um 2018 que promete ser difícil para ambos.

Botafogo prega continuidade

O clube da Estrela Solitária escapou por pouco de ser derrotado na estreia. Mesmo jogando no Estádio Nilton Santos, que a cada temporada se consolida mais como sua casa, o Botafogo saiu perdendo para a Portuguesa por 2×0, mas arrancou o empate já nos acréscimos.

O desempenho técnico da equipe não foi positivo. Sem falar no erro cruel do goleiro Jefferson no segundo gol da Lusa. Mas o espírito de luta do Fogão merece ser valorizado, pois a equipe jamais se conformou com a derrota para o humilde rival.

A estreia do clube no campeonato acabou sendo também o primeiro compromisso do técnico Felipe Conceição à frente do clube. Ele assumiu a vaga de Jair Ventura, que deu a impressão de ter trocado de time na hora certa. Enquanto o Botafogo suou para não perder, o Santos de Jair estreou com uma vitória confortável no Campeonato Paulista, com um 3×0 sem piedade sobre a equipe do Linense.

Felipe Conceição declarou depois da partida contra a Portuguesa que reconhecia os problemas da equipe, mas que via com bons olhos a maneira como o grupo se comportou perante as adversidades. Ele também analisou o novo desenho tático que a equipe vai adotar daqui por diante. O Fogão 2018 está jogando em um 4-1-4-1, no lugar do 4-2-3-1 que geralmente era adotado por Jair Ventura.

“Vamos analisar isso partida a partida, como tudo o que ocorre na equipe”, falou o novo treinador. “O tempo que temos é muito reduzido, basta ver que a pré-temporada acabou sendo muito curta, muito limitada em termos de conhecimento entre a gente e o grupo. Gostaria que fosse diferente, mas vamos trabalhar exatamente com o que temos. A dinâmica hoje é esta. Amanhã, pode não ser”, comentou.

“É natural que a equipe comece em um ritmo mais lento e depois vá subindo ao longo das semanas. O torcedor pode ficar tranquilo. Sabemos que ainda estamos longe do ideal”, finalizou.

Flu perde a estreia e as palavras

Se o Botafogo brigou e empatou com a Portuguesa, o Fluminense foi chacoalhado com uma surpreendente derrota por 3×1 para o Boavista na estreia na Taça Guanabara.

A razão da derrota era fácil de explicar: o time levado a campo pelo Fluminense era formado por jogadores da base e por peças que estão longe de ser consideradas como as principais que o elenco tem à disposição, mas mesmo assim o técnico Abel Braga quer cautela neste arranque de temporada. Ele reconhece que o Flu esteve sempre mais envolvido com a Florida Cup, competição priorizada pelo grupo que agora “já virou a chavinha”, como brincou o treinador, para demonstrar sua real capacidade neste ano justamente no confronto contra o Botafogo.

“Sobre a estreia, nem tem muito que falar, porque o calendário não foi nosso amigo. São coisas que acontecem no futebol. Por este lado, é bom que a gente tenha um clássico logo na sequência para tentar mudar as coisas”, comentou Abelão.

“Vamos seguir em frente. No sábado, o pessoal que chegou já vai encarar um clássico complicado. Temos que pontuar, não podemos jamais pensar em começar este campeonato com duas rodadas e duas derrotas. Os meninos me deixaram confiantes. Estão treinando bem, estão demonstrando que querem sair deste momento. Tenho que passar confiança e otimismo aos meus atletas e fazer o máximo para ajudar o clube. É um turno muito curto de cinco jogos e agora temos quatro para tentar recuperar o mais rápido possível”, concluiu o experiente comandante.

Jogos da 2ª rodada da Taça Guanabara

Sábado, 20 de janeiro

  • 16:00 – Boavista x Macaé – Palpite: Empate
  • 16:00 – Portuguesa x Madureira – Palpite: Portuguesa
  • 17:00 – Fluminense x Botafogo – Palpite: Empate

Domingo, 21 de janeiro

  • 16:30 – Bangu x Volta Redonda – Palpite: Empate
  • 17:00 – Vasco x Nova Iguaçu – Palpite: Vasco
  • 20:15 – Flamengo x Cabofriense – Palpite: Flamengo

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar