Ganhador.com

Baiano

Depois de escapar do rebaixamento no Brasileirão, Vitória vira a página e busca o tri no Baiano

Foto: EC Vitória - SIte Oficial

Rubro-negros mantiveram a base do time que deu incrível arrancada no segundo turno da Série A; Bahia tenta derrubar hegemonia rival no estado

O segundo estadual mais antigo do país dá o pontapé inicial neste domingo (21 de janeiro) com o atual bicampeão Vitória tentando ampliar a dinastia das últimas temporadas. Em meio a disputa da Copa do Nordeste, os rubro-negros e o rival Bahia prometem levar o Campeonato Baiano à sério e também surgem como as equipes a serem batidas na competição que termina no dia 8 de abril. Confira o resumo da 114ª edição do estadual baiano.

 

Hegemonia

Depois de passar grande parte de 2017 lutando para não cair no Brasileirão, o Vitória alcançou o objetivo e agora almeja voos maiores para este ano que se inicia. O clube dirigido por Vagner Mancini manteve a base do ano passado e, com algumas contratações pontuais, como Bryan e Lucas, a equipe espera corresponder dentro de campo.

A estreia em 2018 foi positiva, com 2×1 sobre o Globo pela Copa do Nordeste. Agora, é a vez de iniciar com o pé direito no Campeonato Baiano. A partida de abertura acontece contra o Juazeirense, no estádio Barradão. Até por isso, o primeiro jogo sob os olhares do fanático torcedor rubro-negro torna o confronto ainda mais especial.

De olho em sua segunda vitória consecutiva na semana, o clube conta com a boa fase de Tréllez. Dono de 10 gols no Nacional do ano passado, o colombiano é a principal arma do Leão para este começo de temporada. Digo para agora porque a empolgação com o desempenho do goleador pode se tornar um pesadelo, já que o sul-americano é cobiçado por grandes equipes do país – entre elas o Santos. Quem pagar a multa rescisória de R$ 10 milhões deve levar o atleta.

Até prevendo a possível perda de seu centroavante, o Leão renovou recentemente o contrato com André Lima, de 32 anos, por mais um ano. Além dele, o clube tem Kieza para exercer a função de camisa 9. Com eles, o time luta para atingir o tricampeonato, fato que não ocorre desde 2009 – o time ainda ganhou o tetra no ano seguinte.

 

Voltar a vencer

Maior campeão estadual com 46 conquistas, o Bahia quer colocar fim ao recente domínio rubro-negro. Após “abandonar” o clube, ir para o Internacional e não dar certo, o técnico Guto Ferreira retornou para colocar “ordem na casa” e é a grande esperança para dar continuidade ao bom trabalho que havia deixado para trás.

Além de manter sua principal promessa, o meio-campista Zé Rafael, o Tricolor Baiano precisou ir ao mercado para reforçar a equipe. São nove contratados: o goleiro Douglas, o zagueiro Douglas Grolli, os laterais Léo, Mena, Nino e João Pedro, os volantes Nilton e Elton, e o atacante Élber.

Com quase um time inteiro de reforços, o Bahia quer recuperar o prestígio em seu estado e voltar a vencer o campeonato após três anos. A jornada rumo ao fim do jejum começa contra o Bahia de Feira, no Joia da Princesa. Será uma boa hora para colocar os contratados para correr!

 

Para ficarmos de olho

Bahia e Vitória são favoritos disparados ao título estadual, mas vai que uma zebra acontece ao longo dos próximos três meses, não é?! Um dos candidatos é o Fluminense de Feira, que terminou o torneio do ano passado em terceiro lugar. O clube conta com o experiente goleiro Deola, com passagens por Palmeiras e Vitória, para segurar os grandes.

A lista ganha corpo com o Juazeirense, que está na Série C do Campeonato Brasileiro, e o Vitória da Conquista, que conta com estrelas dentro e fora das quatro linhas. O ex-atacante Washington “Coração Valente” assume o comando técnico da equipe. Já na grande área, o atacante Flávio Caça-Rato, mais conhecido como CR7 do Nordeste, é o responsável por tentar fazer frente aos rubro-negros e baianos.

O regulamento

O Campeonato Baiano de 2018 conta com 10 equipes e é formado por duas fases. A primeira, que será disputada em formato de pontos corridos e em turno único. Os quatro melhores ao longo das nove rodadas se classificam para as semifinais, que terá jogos de ida e volta. Os classificados fazem a final, também em dois jogos. Vale destacar que o dono da pior campanha da competição será rebaixado para a segunda divisão do estadual.

 

Confira os jogos da primeira rodada do Campeonato Baiano

Domingo, 21 de janeiro de 2018

  • 21/01 – 16:00 – Bahia de Feira x Bahia – Palpite: Bahia de Feira
  • 21/01 – 16:00 – Jacobina x Jequié – Palpite: Jacobina
  • 21/01 – 16:00 – Atlântico x Vitória da Conquista – Palpite: Vitória da Conquista
  • 21/01 – 18:30 – Vitória x Juazeirense – Palpite: Vitória
  • 21/01 – 20:30 – Jacuipense x Flu de Feira – Palpite: Flu de Feira

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar