Ganhador.com

Brasileirão Série A

De olho no G-4, São Paulo e Cruzeiro enfrentam Atlético-PR e Chapecoense fora de casa pela 11ª rodada do Brasileirão

São Paulo
Foto: Paulo Pinto/saopaulofc.net

Paulistas e mineiros tiveram pequenos acidentes de percurso nos últimos jogos, mas seguem como postulantes do título

Após tropeços na 10ª rodada, São Paulo e Cruzeiro, que que brigam diretamente por uma posição no G-4, buscarão a recuperação no próximo sábado (09) atuando fora de casa. O Tricolor paulista vai até a Arena da Baixada, onde historicamente encontra dificuldades, para enfrentar o Atlético Paranaense. O compromisso da Raposa será na Arena Condá, onde medirá forças com a Chapecoense, que está a um passo da zona de rebaixamento. A bola rola a partir das 16 horas (horário de Brasília), e os prognósticos você confere a seguir.

 

Atlético-PR x São Paulo

No momento em que busca somar o maior número de pontos para ter tranquilidade durante a pausa para a Copa do Mundo, enfrentar o Atlético Paranaense, e ainda por cima na Arena da Baixada, onde nunca venceu, pode ser um mau negócio para o São Paulo. Há pouco mais de dois meses, o Furacão foi o algoz do Tricolor paulista na Copa do Brasil.

Como não se pode escolher adversário, os comandados  de Diego Aguirre embarcam para Curitiba cientes de que um novo tropeço na cidade poderá significar a perda de até cinco posições, já que até o Fluminense todos podem ultrapassá-lo.

O lado bom é que, diferentemente de dois meses atrás, o Atlético Paranaense de hoje não assusta ninguém. O time que iniciou o Brasileirão de maneira promissora chegou a ficar nove jogos sem vencer, e com isso despencou na tabela de classificação, indo parar na zona de rebaixamento. O Rubro-Negro ainda não venceu uma partida sequer como mandante.

 

Prováveis escalações

O São Paulo não poderá contar com Valdívia, envolvido em uma negociação com o futebol árabe, e o volante Hudson que se recupera de lesão, é dúvida. Quem tem presença garantida é Nenê, que volta ao time depois de cumprir suspensão. No Furacão, o desfalque será o zagueiro Zé Ivaldo, que levou o terceiro cartão amarelo. Bruno Guimarães deve entrar em seu lugar.

Atlético-PR: Santos;  Wanderson, Thiago Heleno e Bruno Guimarães; Marcinho, Camacho (Bill), Lucho González e Carleto; Nikão (Bergson), Raphael Veiga e Pablo. Técnico: Fernando Diniz

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Anderson Martins, Bruno Alves e Reinaldo (Liziero); Jucilei, Hudson (Petros) e Nenê; Everton, Marcos Guilherme (Paulinho) e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

 

Palpite

O São Paulo tem mais time e atravessa um momento mais favorável que o do Atlético Paranaense, que ainda não disse a que veio nas partidas disputadas na Arena da Baixada. Apesar o tabu que persegue os são-paulinos no estádio, acredito que tenha chegado a hora do Triclor vencer a primeira. Arrisco o placar de 2×1.

 

Chapecoense x Cruzeiro

O empate contra o Vasco, que vem mal das pernas, em pleno Mineirão, definitivamente não estava nos planos do Cruzeiro, que agora precisará correr atrás do prejuízo fora de casa. O time é o terceiro melhor visitante do Brasileirão, com 47% de aproveitamento, e na última vez que jogou na Arena Condá , em setembro do ano passado, levou a melhor sobre os anfitriões pelo placar de 2×1.

Este retrospecto serve como motivação para que a Raposa siga na trajetória ascendente que está muito próxima de conduzi-la ao G-4, bastando para isto que faça a sua parte e torça pelo tropeço de algum dos rivais diretos.

A Chapecoense só escapou da zona da degola na 10ª rodada porque o Paraná venceu o Bahia, mas pode não ter a mesma sorte em uma outra oportunidade, por isto é conveniente que retome o quanto antes o caminho das vitórias. Apenas duas aconteceram pelo Brasileirão até aqui, e a seguir nesta toada, é bem provável que o Verdão reforce as fileiras da Série B no ano que vem.

 

Prováveis escalações

A Chape, a princípio, terá força máxima para a partida, sem contusões ou suspensões. O Cruzeiro, por sua vez, comemora os retornos de Rafinha, Romero e Sassá.

Chapecoense:  Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco (Barreto); Márcio Araújo, Elicarlos e Canteros (Vinícius Freitas); Wellington Paulista, Arthur Caíke e Bruno Silva. Técnico: Gilson Kleina

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Marcelo), Robinho, Thiago Neves e Rafael Sóbis (Bruno Silva); Raniel. Técnico: Mano Menezes

 

Palpite

Um detalhe curioso dos confrontos entre Chapecoense e Cruzeiro, é que com bastante frequência  o time visitante acaba levando a melhor. Isto aconteceu em três dos último cinco jogos, e acredito volte a se repetir no sábado.

O Cruzeiro tem mais time, não se deixou abalar pelo empate contra o Vasco, e é o quarto melhor visitante do campeonato. Motivos, portanto, não faltam para que seja apontado como favorito. Acredito que a partida será bastante animada, e cheia de gols, com o placar final de 3×2

 

Jogos da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018

Sábado, 09 de junho

  • 16:00 – Atlético Paranaense x São Paulo – Palpite: São Paulo
  • 19:00 – Chapecoense x Cruzeiro – Palpite: Cruzeiro
  • 19:00 – Vasco x Sport – Palpite: Sport
  • 21:00 – Corinthians x Vitória – Palpite: empate

Domingo, 10 de junho

  • 16:00 – Atlético Mineiro x Fluminense – Palpite: Atlético Mineiro
  • 16:00 – Bahia x Botafogo – Palpite: empate
  • 16:00 – Ceará x Palmeiras – Palpite: Palmeiras
  • 16:00 – Grêmio x América-MG – Palpite: Grêmio
  • 19:00 – Flamengo x Paraná – Palpite: Flamengo
  • 19:00 – Santos x Internacional – Palpite: empate

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar