UFC

Dana White confirma data, local e rival de retorno de Anderson Silva ao octógono do UFC

Anderson Silva - Peso médio UFC
Foto: Divulgação / UFC

Depois de ser liberado no último dia 10 de novembro para voltar a lutar após a suspensão de um ano pelo doping flagrado em 2017, Anderson Silva tem seu futuro definido dentro do Ultimate. Segundo o presidente do UFC Dana White, em entrevista a ESPN, o ex-campeão dos médios volta à ação no dia 9 de fevereiro, pelo UFC 234, que acontece na Austrália. O rival dele será o jovem promissor Israel Adesanya, que está invicto na carreira após 15 lutas.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Spider, embora seja um dos maiores lutadores de todos os tempos, tem de ser tratado como azarão. Em fevereiro de 2019, no UFC 234, ele terá completado praticamente dois anos desde a última vez que lutou. Vale lembrar que sua última apresentação no cage aconteceu em fevereiro de 2017, quando Anderson Silva venceu Derek Brunson na decisão dos juízes após três rounds. O resultado foi apertado e até polêmico para muitos na ocasião. Depois disso, o brasileiro teve duas vezes um confronto com Kelvin Gastelum agendado, mas em ambas as oportunidades a luta foi cancelada – uma por doping de Gastelum (maconha), antes do UFC Rio, outra por doping de Spider (esteroides), antes do UFC China.

Israel Adesanya é um dos nomes mais promissores da categoria dos médios. Aos 29 anos, ele soma um cartel perfeito de 15 vitórias em 15 lutas. São quatro triunfos só no UFC. Em sua última apresentação, ele atropelou Derek Brunson com um nocaute arrasador ainda no primeiro round do UFC 230, em Nova York (EUA). Com uma longa envergadura, Adesanya sabe trabalhar bem na distância e tem a versatilidade como uma de suas maiores qualidades. O nigeriano varia bem seus golpes entre socos, chutes joelhadas e cotoveladas. A confiança é uma de suas maiores armas dentro do octógono diante dos rivais.

É um clássico duelo experiência x juventude. Spider já passou de seu auge e hoje está mais próximo do fim de sua carreira. Passa longe do lutador extraordinário que conquistou o mundo e quebrou recordes como campeão dos médios. Ainda assim merece respeito. Tem seus lampejos de genialidade e oferece perigo a qualquer rival. A dificuldade é prever o nível de Anderson uma vez que está com 43 anos e não luta há quase dois. Não há como não tratá-lo como azarão nessa luta diante de Adesanya.

O duelo no UFC 234 é uma bela oportunidade para ambos. Isso porque a luta principal do show é a disputa de cinturão entre Robert Whittaker e Kelvin Gastelum. Se Adesanya vencer, pode cavar sua posição de desafiante ao título no mesmo show. O mesmo vale para Spider. Se depois desse longo hiato ele voltar e bater logo Adesanya, sexto colocado no ranking oficial da divisão,  por que não colocá-lo na discussão sobre a chance pelo título? Seu nome tem peso. Isso basta hoje em dia.

Há um longo caminho a percorrer até o dia 9 de fevereiro, quando Spider e Adesanya se enfrentam. Até lá, vamos ter de aguardar com ansiedade. Qual será o Anderson Silva que vai aparecer? Será que ele ainda tem lenha para queimar? Israel Adesanya vai se confirmar como um futuro campeão do UFC? A conferir.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar