Ganhador.com

Brasileirão Série A

Cruzeiro e Grêmio reacendem a rivalidade de 2017 na abertura do Campeonato Brasileiro

Campeões Mineiro e Gaúcho se enfrentam na abertura do Brasileirão 2018

Foto: Reprodução

Thiago Neves, Luan e Bressan alimentaram a “fogueira da treta” na temporada passada onde os gigantes se enfrentaram em 5 oportunidades e os mineiros se deram melhor.

A lista de títulos impressiona: Libertadores (2017), Recopa e Gaúcho (2018) para o Grêmio e Copa do Brasil (2017) e Mineiro (2018) para o Cruzeiro. Só isso já bastaria para termos um grande jogo amanhã, dia 14, na abertura do Campeonato Brasileiro de 2018, à partir das 16 horas no mesmo Mineirão que viu a Raposa erguer o título estadual há menos de uma semana em cima do Atlético-MG. Mas não é só. Espiões e tretas fazem parte do cardápio do duelo deste sábado que promete um início de Brasileirão em alta velocidade.

 

O título em boa hora

Sobrando no Campeonato Mineiro deste sua abertura, o Cruzeiro era – como não poderia deixar de ser – o grande favorito ao título estadual ao lado do Atlético-MG (campeão em 2017). O bom desempenho no estadual, entretanto, não se refletiu na Libertadores onde dois tropeços seguidos – derrota por 4 a 2 para o Racing na Argentina e empate em 0 a 0 com o Vasco no Mineirão –, complicaram a vida da Raposa que precisa se recuperar diante da Universidad de Chile no próximo dia 19. A pressão em cima de Mano Menezes aumentou quando a Raposa caiu no Horto diante do Galo por 3 a 1 no primeiro jogo da final estadual. O resultados inesperados tornaram o título uma “obrigação”.

E ele veio na boa apresentação no jogo de volta, no último dia 8, quando a vitória por 2 a 0 no Mineirão deu ao Cruzeiro o título de campeão estadual e diminuiu a pressão em cima de Mano Menezes que lida, à partir de agora, com a “pressão” de ser um dos favoritos ao título de Campeão Brasileiro.

 

Desempenho da Raposa

Como mandante, somando todas as competições que disputa, o Cruzeiro conquistou, nos últimos 15 jogos, 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, somando 35 de 45 pontos possíveis. Sem dúvida um cartel respeitável. Se diminuirmos a conta para os últimos 10 jogos como mandante, teremos 9 vitórias e 1 empate (28 em 30 pontos possíveis). A defesa, apesar dos “sustos” contra o Racing e contra o Galo também é sólida: apenas 11 gols sofridos em seus últimos 20 jogos (global). Seu ataque não fica atrás e marcou em 9 dos últimos 10 duelos. Sem dúvida, um adversário indigesto para o Grêmio.

 

Em lua de mel

O caso de amor entre Renato Gaúcho e o Grêmio vem desde seus tempos de jogador. Ídolo em Porto Alegre quando era um dos melhores atacantes do Brasil, o agora técnico retornou ao clube em 2016, assumindo o lugar de Roger Machado. De lá para cá, já foram 4 títulos: Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa e Campeonato Gaúcho em 2018. E tudo isso embrulhado em um time que joga bem, de forma ofensiva e sem medo de se arriscar.

O desempenho em Porto Alegre tem sido tão bom que chamou a atenção do bagunçado Flamengo que, inexplicavelmente, demitiu Paulo César Carpegiani (com 70% de aproveitamento) e gritou a plenos pulmões que queria Renato na Gávea uma semana antes da grande final do estadual gaúcho contra o Brasil de Pelotas. Após o jogo que lhe garantiu o 4º título à frente do Grêmio, o professor, no melhor estilo Dom Pedro I, fugiu da “armadilha” Rubro-negra e disse ao povo Tricolor que fica em Porto Alegre.

Os números do Grêmio neste início de temporada não impressionam, mas devemos lembrar que boa parte do Campeonato Gaúcho – quando o Imortal flertou com o rebaixamento – foi disputada pelo time de transição (equipe que mescla jovens talentos com atletas mais experientes se recuperando de lesão). Isso explica o fraco desempenho gremista como visitante até aqui: em 15 jogos (somando todas as competições) foram 5 vitórias, 3 empates e 7 derrotas – 18 pontos conquistados em 45 possíveis. Entretanto, foi com o time principal em campo que o Tricolor conquistou a Recopa, classificou-se para o mata-mata no estadual, empatou na estréia e venceu na segunda rodada da Libertadores deste ano e conquistou o Gauchão. Temos que concordar que isso não é pouca coisa.

 

Velhos conhecidos

Apesar das caras novas em seus elencos, Cruzeiro e Grêmio são velhos conhecidos – pelo menos se usarmos a temporada de 2017 como parâmetro. Foram 5 confrontos entre os dois times com 3 vitórias para a Raposa, 1 para o Tricolor (ida das semifinais da Copa do Brasil) e 1 empate (27ª rodada do Brasileiro). Os mineiros levaram a melhor sobre os gaúchos na Primeira Liga (ambos jogaram com times reservas e deu Cruzeiro) e na Copa do Brasil onde a Raposa eliminou o Tricolor na semifinal (nos pênaltis) no Mineirão.

 

Espiões

Envolvidos em uma troca entre os dois times no início desta temporada, o lateral-direito Edílson mudou-se para Belo Horizonte enquanto que o atacante Alisson foi curtir o legítimo churrasco gaúcho em Porto Alegre. Embora os times de 2018 sejam bem diferentes dos de 2017, cruzeirenses e gremistas fazem uso de todo tipo de informação que seus novos companheiros podem trazer das “linhas inimigas”. Sempre é possível se aproveitar de um ou outro ponto fraco – ainda mais quando se tem pela frente uma das melhores defesas do Brasil com Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Kannemann.

 

Treta

Além dos espiões, um outro ingrediente deverá entrar em campo amanhã: a treta.

Tudo começou com Thiago Neves dizendo “chupa, Grêmio” em vídeo que viralizou na web após a vitória do Cruzeiro nos pênaltis pela Copa do Brasil.

Em resposta, após a conquista da Libertadores, Luan devolveu em entrevista aos canal Desimpedidos, do YouTube:

“Vai postar no Instagram? Aqui é o Luan, do Grêmio, melhor jogador da Libertadores e queria falar chupa, Thiago Neves, seu c…” – disse o atacante gremista.

Ainda na comemoração da Libertadores, o zagueiro Bressan também entrou na onda mandou:

“Thiago Neves tem que chupar meu p…! O Cruzeiro é muito pequeno. Muito pequeno”.

O que, obviamente, mereceu resposta de Thiago Neves na saída do Engenhão após o empate com o Botafogo no dia 3 de dezembro do ano passado:

“É até bom essa oportunidade para parar com isso aí. Acho que o que o Luan fez (a provocação) foi no campo, na provocação, tinha acabado de ser campeão, o melhor jogador. Agora, o outro zagueiro, é pela saco. Para mim, é pela saco. Foi na onda dos outros. Não jogou em lugar nenhum. Deu sorte de ganhar o título com o Grêmio e aproveitou para falar. Mas, ano que vem, se pintar uma oportunide de provocar, independente do time, eu vou provocar”, prometeu.

O “ano que vem” chegou e os times se encontrarão na abertura do Brasileirão. Será que teremos provocações?

 

Palpite e prognóstico para Cruzeiro x Grêmio

O duelo de amanhã coloca a qualidade ofensiva do Grêmio frente a frente com a boa capacidade defensiva dos times treinados por Mano Menezes – apesar dos “sustos” contra o Racing e o Atlético-MG. Não é característica da Raposa partir para cima dos adversários mesmo quando joga em casa. A tendência é de que o Grêmio busque o controle do jogo confiando em sua boa defesa com Geromel e Kannemann – uma das melhores do Brasil.

Será um jogo de poucos gols e o Grêmio, quase em “estado de graça” com a permanência de Renato Gaúcho deverá começar o Brasileirão com uma vitória.

 

Jogos e palpites para a 1ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Sábado – 14 de abril de 2018

  • 16:00 – Cruzeiro x Grêmio – Mineirão – palpite: Grêmio
  • 19:00 – Vitória x Flamengo – Barradão – palpite: empate
  • 21:00 – Santos x Ceará – Pacaembu – palpite: Santos

Domingo – 15 de abril de 2018

  • 11:00 – América-MG x Sport – Independência – palpite: Sport
  • 16:00 – Vasco x Atlético-MG – São Januário – palpite: empate
  • 16:00 – Corinthians x Fluminense – Arena Corinthians – palpite: Corinthians
  • 16:00 – Internacional x Bahia – Beira-Rio – palpite: Internacional
  • 19:00 – Atlético-PR x Chapecoense – Arena da Baixada – palpite: Atlético-PR

Segunda-feira – 16 de abril de 2018

  • 20:00 – Botafogo x Palmeiras – Engenhão – palpite: Palmeiras
  • 20:00 – São Paulo x Paraná – Morumbi – palpite: empate

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Mercado da Bola e a abertura do Brasileirão | Ganhador.com

  2. Pingback: De volta à Série A, Internacional enfrenta o Bahia campeão estadual na 1ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018 | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar