Ganhador.com

UFC

Cowboy, Cara de Sapato e Durinho brilham com nocaute e finalizações no UFC Glendale

Foto: Divulgação/UFC

O UFC Fight Night que aconteceu em Glendale, Arizona (EUA), neste sábado (14) contou com cinco brasileiros em ação dentro do octógono. E três deles deram um verdadeiro show, enchendo o coração dos torcedores brasileiros de orgulho. Gilbert Durinho, Antônio Cara de Sapato e Alex Cowboy venceram seus combates pelo evento de forma espetacular e deixaram uma mensagem clara às suas respectivas categorias: eles estão chegando no topo para dar trabalho.

Cowboy brilha contra ex-campeão do UFC

Convocado de última hora para substituir Matt Brown, que se lesionou, Alex Cowboy aceitou o desafio contra o ex-campeão dos meio-médios Carlos Condit. O brasileiro sabia que era uma chance única e a aproveitou da melhor maneira possível. Lutando de forma aberta e agressiva, ao seu estilo, o brasileiro passou apuros no primeiro assalto e quase foi finalizado por um mata-leão de Condit, mas resistiu. No segundo round, o brasileiro voltou melhor, encaixou uma guilhotina e venceu o combate de forma espetacular. O triunfo coloca Cowboy pela primeira vez no top 15. Condit era o 12º colocado e deve repensar o futuro no esporte. A aposentadoria parece próxima. Já o brasileiro, se recupera da derrota para Yancy Medeiros, e ganha força para começar a brilhar no topo de uma das divisões mais difíceis do Ultimate.

Cara de Sapato finaliza Boetsch

Na categoria dos médios, Antônio Cara de Sapato segue imparável. O brasileiro emplacou a quinta vitória consecutiva na divisão ao bater Tim Boetsch. Depois de se sair bem na trocação, o lutador colocou o duelo para o solo, onde é especialista, e não encontrou dificuldades para finalizar o veterano americano. O triunfo deve colocá-lo mais próximo do top 15. Com cinco vitórias seguidas, agora Cara de Sapato é o segundo atleta da divisão com o maior número de vitórias em sequência, perdendo apenas para o atual campeão da divisão, Robert Whittaker, que acumula sete triunfos consecutivos no octógono.

Durinho nocauteia mais um

Conhecido por ser um especialista no jiu-jitsu, Durinho segue mostrando evolução na trocação. O brasileiro conquistou o segundo nocaute consecutivo dentro do octógono. Mais do que isso, ele teve uma performance dominante e segura. Confiante de pé, o brasileiro não se afobou e passou o carro em Dan Moret. Não foi um simples nocaute. Foi mais um nocautaço! Daqueles impressionantes. Isso faz com que o brasileiro possa desafiar nomes mais fortes na divisão. E ele nem perdeu tempo. Logo após a luta, ele pediu para encarar o canadense Olivier Aubin-Mercier. Eles estavam escalados para se enfrentarem no início do ano, mas problemas no corte de peso impedir o niteroiense de entrar em ação. Agora, ele se aproxima com forma do top 15 dos leves e tem tudo para fazer uma grande luta contra Mercier, que é de potência respeitável na divisão.

Dois brasileiro saem derrotados

Como nem tudo são flores, o Brasil contou com dois representantes derrotados no octógono pelo UFC Glendale. Dhiego Lima foi superado pelo veterano japonês Yushin Okami na decisão dos juízes, enquanto Wilson Reis acabou derrotado por John Moraga também via decisão dos juízes.

Alex Cowboy, Antônio Cara de Sapato e Gilbert Durinho são ótimos exemplos de atletas brasileiros que estão chegando com força no topo de suas categorias. Mais do que isso, mostram evolução e brilho a cada luta. Não só podem chegar como podem se manter no topo e render muitas alegrias ainda ao público brasileiro. Jovens, talentosos e determinados, esse trio é apenas um pedaço da nova geração de talentos do país que ainda há de brilhar muito no octógono mais famoso do mundo.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar