Copa do Brasil

Copa do Brasil: com que cara o Inter enfrenta o Remo nesta quarta?

Foto: Ricardo Duarte/SCI

Enquanto o Grêmio decide a Recopa Sul-Americana em sua arena lotada, o Internacional ainda tenta acertar o passo jogando contra o Remo no Pará            

O futebol é mesmo uma lição que serve demais para a vida e para a tolerância a ser exercida ao longo dos anos. Na última década, o Internacional se gabou de ser a força dominante do Rio Grande do Sul, conquistando duas Libertadores e um Mundial e deixando o Grêmio bem para trás naquele instante. O cenário mudou totalmente neste 2017 e 2018. E que ironia: justamente na noite em que o Tricolor lota a sua arena de euforia com a possibilidade de ganhar a Recopa Sul-Americana em cima do Independiente, o Internacional joga pela Copa do Brasil. Vai ser contra o Remo, no Estádio Mangueirão, no Pará, às 19h30 (de Brasília). Dá tempo de assistir e ainda secar o Grêmio, cuja decisão terá o pontapé inicial às 21h45.

 

Que não dê nenhuma zebra…

O jogo é válido pela segunda fase da Copa do Brasil, cujo sistema de disputa é diferente da etapa inicial. Continua sendo uma partida única. Quem vence, avança para a próxima fase, e quem perder está fora. Se houver empate, a decisão da vaga será nas cobranças de pênaltis.

Seria mesmo uma situação das mais constrangedoras o Inter ser eliminado pelo Remo e aturar toda a gozação dos gremistas em plena decisão da Recopa. E é bom o Colorado abrir o olho. A primeira fase teve um 1×1 com o Boavista, do Rio, e o clube gaúcho só avançou de fase realmente pelos critérios de desempate.

O técnico Odair Hellmann não vai poder contar com Danilo Fernandes e William Pottker, que sofreram lesões musculares. Pottker deve ser uma baixa importante: depois de um começo claudicante, ele deu sinais de que poderia ser o artilheiro que o Inter tanto precisa. A pressão de conduzir as jogadas e chutar a zebra para longe recai agora no uruguaio Nico “El Diente” López, que está firme em sua missão de virar um xodó da torcida, que aprecia a sua boa técnica e a sua enorme entrega em campo.

Outro ponto que deve dificultar a classificação do Internacional é o calor: o Mangueirão costuma ser um teste físico dos mais duros para os adversários de outras regiões, especialmente no começo do ano, quando as equipes ainda não atingiram o ápice de rendimento.

O Remo também joga com muito a justificar. Caiu na Copa Verde e quer fazer o Inter de vítima nesta quarta (21). O treinador do Remo é Ney da Matta, que vai contar com o time completo para o confronto com o Colorado. O Remo poupou cinco titulares no último final de semana, e agora está firme em busca da manutenção do retrospecto invicto em sua casa neste ano, com duas vitórias e um empate.

 

Galo tenta voltar a cantar forte

Outro gigante que está muito em desvantagem em sua rivalidade local é o Atlético-MG. Enquanto o Cruzeiro vem do título da Copa do Brasil e está na Libertadores da América, o Galo vai se equilibrando na Copa do Brasil. E o confronto desata quarta (21) será decisivo, contra o Botafogo-PB, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, às 21h45 (de Brasília).

O clube segue sem treinador depois da desastrada despedida de Oswaldo de Oliveira. Cabe ao auxiliar Thiago Larghi comandar um time caro e que deve manter a escalação que bateu o América-MG no último final de semana pelo Campeonato Mineiro. O Galo se perfilou com os seguintes jogadores: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Elias; Róger Guedes, Erik e Otero; Ricardo Oliveira.

Quem passar deste cruzamento entre Atlético-MG e Botafogo-PB enfrenta o ganhador de Figueirense x Oeste. O Atlético-MG precisa de atenção máxima. Na primeira fase, empatou por 1×1 com o Atlético do Acre – em caso de nova igualdade, a decisão vai para os pênaltis.

 

Jogos da 2ª rodada da Copa do Brasil

Quarta-feira, 21 de fevereiro

  • 19:30 – Atlético-PR x Atlético Tubarão – Palpite: Atlético-PR
  • 19:30 – Londrina x Ceará – Palpite: Ceará
  • 19:30 – Remo x Internacional – Palpite: Inter
  • 20:30 – Goiás x Boa – Palpite: Goiás
  • 20:30 – Criciúma x Cianorte – Palpite: Criciúma
  • 20:30 – Bragantino x Altos – Palpite: Bragantino
  • 20:30 – Figueirense x Oeste – Palpite: Figueirense
  • 21:30 – Cuiabá x Aparecidense – Palpite: Empate
  • 21:45 – Ponte Preta x Inter de Limeira – Palpite: Ponte
  • 21:45 – Botafogo-PB x Atlético-MG – Palpite: Atlético-MG

Quinta-feira, 22 de fevereiro

  • 19:15 – Vila Nova x Joinville – Palpite: Vila Nova
  • 19:15 – Juventude x Avaí – Palpite: Juventude
  • 21:30 – Uberlândia x Coritiba – Palpite: Coritiba
  • 21:30 – Sampaio Correia x Paraná – Palpite: Paraná

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar