Ganhador.com

Copa do Mundo Rússia 2018

Com pouca técnica e muita raça, Croácia bate Dinamarca e agora pega a Rússia

Seleção Croata
Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images

Croatas conquistaram a vaga para as quartas de final nos pênaltis

Na tarde deste domingo (1º), às 15h, horário de Brasília, croatas e dinamarqueses fizeram uma partida emocionante no começo e no fim da prorrogação, obrigando a vaga nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia a ser decidida nas disputas de penalidades máximas. Nos 90 minutos, em Nizhny Novogorod, o placar foi de 1 a 1. O primeiro gol do duelo saiu com cerca de dois minutos de jogo com Zanka, da Dinamarca. Minutos depois, Mario Mandzukic deixou tudo igual. O próximo adversário da Croácia será a Rússia, sábado que vem, também às 15h, em Sochi.

 

Ilusão ou apenas uma partida ruim?

Durante as três partidas da primeira fase do maior evento esportivo do planeta, a Croácia encantou muita gente ao fazer 3 a 0 na Argentina. Por isso, era natural esse time ser colocado até em uma possível final no dia 15 de julho em Moscou. Porém, o que foi visto nas oitavas de final foi totalmente diferente. Os comandados do técnico Zlatko Dalić não conseguiram envolver o adversário – como esperava o redator que aqui escreve. Os meio-campistas Luka Modric e Ivan Rakitic, do Real Madrid e Barcelona, respectivamente, deixaram muito a desejar. Eles não conseguiram ditar o ritmo dos ataques. O atleta merengue, por sinal, chegou até a perder um pênalti nos minutos finais do tempo extra. Se tivesse convertido, nos pouparia da emoção.

 

Duelo de paredões

Não temos dúvida de que esta partida foi dos goleiros: Danijel Subašić, da Croácia, e Kasper Schmeichel, da Dinamarca. Juntando todos os momentos, a dupla defendeu seis cobranças de pênaltis. Sensacional, não é? Subašić se tornou o segundo goleiro a conseguir defender três cobranças em uma disputa de Copa do Mundo. Em 2006, na Alemanha, o português Ricardo havia realizado este feito.

Em uma rápida conversa com os jornalistas, ao ser perguntado sobre a bela façanha conseguida no fim de semana, o atleta croata afirmou. “O que eu posso dizer? Foi ótimo. Como sempre repetimos, pênalti é uma loteria. Estou feliz por ter trazido essa vitória para o meu povo.”

Do outro lado, Schmeichel, eleito pela FIFA o melhor jogador da partida, disse. “É um sentimento estranho. Muito decepcionante, mas sinto orgulho do nosso time. Estou falando não só dos 11 em campo, mas de cada um envolvido, os que trabalham pelo time. Tivemos a oportunidade, fomos o melhor time no segundo tempo e na prorrogação. Não tivemos sorte. É difícil de aceitar e colocar em palavras.”

 

Vitória viking na parte tática

Como falei anteriormente neste texto, esperava uma vitória tranquila dos croatas. Os dinamarqueses não fizeram uma fase de grupos de encher os olhos. A queda nas oitavas era realmente esperada. Só que a eliminação veio de maneira heroica e valente. Os nórdicos lutaram até os últimos minutos, criando muitas dificuldades e inibindo o rival, que não conseguia por nada furar a forte marcação. Eles jogaram realmente com as suas características. Não adiantaria sair que nem um desembestado ao ataque, deixando espaço na defesa. Seria mortal. O pecado foi ter errado as finalizações quando tiveram chances.

 

Nova pedreira pela frente

A Rússia, novo oponente da Croácia no próximo fim de semana, ao que tudo indica pode montar um plano de jogo bem semelhante ao que fez diante da fortíssima Espanha – pelo menos no papel. Como a galera do presidente Vladimir Putin sabe que o adversário é superior, ela deve ficar retrancada novamente.

Ou os croatas recuperam o bom futebol da primeira fase ou darão adeus. Não podemos esquecer também que a torcida russa, antes pessimista, agora está mais confiante do que nunca nos seus jogadores. Certamente teremos uma baita atmosfera em Sochi.

Nos últimos três confrontos entre estes dois países, foram dois empates sem gols e um resultado positivo da Croácia, longe de casa, pelo placar de 3 a 1. Este encontro aconteceu no dia 17 de novembro de 2015. O gol russo foi anotado por Smolov, enquanto que Kalinic, Brozovic e Mandzukic balançaram as redes para os visitantes.

 

Jogos das oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia

Sábado, 30 de junho

  • 11:00 – Argentina 3 x 4 França
  • 15:00 – Portugal 1 x 2 Uruguai

Domingo, 1º de julho

  • 11:00 – Espanha 1×1 Rússia (Pênaltis: 2×4)
  • 15:00 – Croácia 1×1 Dinamarca (Pênaltis: 3×2)

Segunda-feira, 2 de julho

  • 11:00 – Brasil x México. Palpite: Brasil
  • 15:00 – Bélgica x Japão. Palpite: Bélgica

Terça-feira, 3 de julho

  • 11:00 – Suécia x Suíça. Palpite: Suíça
  • 15:00 – Inglaterra x Colômbia. Palpite: Inglaterra

      

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Mais favoritos se despedem da Copa da Rússia | Ganhador.com

  2. Pingback: Análise: qualidade técnica e chaveamento permitem que Croácia sonhe com a final | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar