Ganhador.com

Paulista A1

Com Kazim titular, Corinthians está pronto para a estreia no Paulistão 2018 contra a Ponte Preta

Turco causa boa impressão em Fábio Carille durante a Florida Cup e será o titular do ataque corintiano no início do Paulistão 2018.

Foto: Agência Corinthians

Formação testada na Florida Cup, com o turco no comando do ataque, agradou Fábio Carille e está pronta para defender o título de Campeão Paulista

Após os dois jogos na Florida Cup, o saldo do time titular do Corinthians para a estreia no Campeonato Paulista da Série A1 não é dos piores: foram 3 gols marcados e nenhum sofrido (vale lembrar que o empate do PSV saiu no segundo tempo quando o Timão estava com uma formação totalmente reserva, assim como na virada que tomou do Rangers da Escócia, no último sábado). E Kazim, o inglês naturalizado turco (e ruim de bola) começa a temporada à frente de Lucca – que teve um ótimo ano na Ponte Preta – na disputa por uma vaga no comando do ataque alvinegro enquanto que Henrique Dourado não vem e a diretoria não arruma um substituto para o artilheiro Jô.

 

Novo esquema aprovado

Fábio Carille chegou aos Estados Unidos para participar da Florida Cup com o Corinthians tendo dois objetivos em mente: testar o novo esquema tático (4-1-4-1) e analisar o desempenho dos poucos reforços que chegaram e de alguns reservas.

No primeiro objetivo, aquele que deverá ser o time titular do Corinthians passou com alguma facilidade. Nos 90 minutos em que esteve em campo (45 contra o PSV e 45 contra o Rangers) o time, mesmo em início de temporada, mostrou a conhecida compactação no sistema defensivo e transições rápidas na hora de contra-atacar. Responsável maior pela proteção aos zagueiros, Gabriel se mostrou – pelo menos nos EUA – menos afobado que na temporada passada e mais consciente, preenchendo com eficiência os espaços à frente da zaga corintiana que mostrou segurança quando teve Fágner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba (Guilherme Romão) em campo – mas segue frágil contra jogadas pelo alto. O início foi promissor e tudo indica que, mais uma vez, o Corinthians sofrerá poucos gols na temporada 2018.

Rodriguinho e Jadson também mudaram de posicionamento. O primeiro segue se aproximando mais da área adversária como elemento-surpresa e divide com o segundo a função de “criar” no meio campo (não foram poucos os momentos em que Jadson se posicionou atrás de Gabriel para dar início ao trabalho ofensivo do Timão, enquanto que Rodriguinho seguia centralizado, pronto para distribuir o jogo). Isso também deu certo graças ao comprometimento tático de Romero e Clayson, que desciam para fechar os espaços no meio-campo e acompanhavam as jogadas pelas laterais auxiliando Fágner e Juninho Capixaba na marcação.

Sem um centro-avante de ofício, Fábio Carille optou pelo limitado Kazim para formar o time titular. Fraco taticamente, o turco se fez útil e em alguns momentos conseguiu ser bem-sucedido no papel do pivô – jogando de costas para a zaga e arrumando a bola para quem chega de trás. Contra os Rangers, ajudou na jogada do primeiro gol e deixou o seu. Com a novela em torno da contratação de Henrique Dourado ainda longe de um final o “gringo da favela” pode se firmar no time titular – ainda mais depois que o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, disse que o artilheiro do Brasileiro 2017 não interessa mais e Gilberto (ex-São Paulo) entrou na mira do clube.

No segundo objetivo, jogadores como Guilherme Romão (que será titular na primeira partida do Paulistão por conta de um problema na documentação de Juninho Capixaba), Júnior Dutra e Caíque França sairam-se bem. Lucca e Renê Júnior tiveram pouco tempo para mostrar serviço, mas devem ser mais aproveitados na temporada. Outros como Felipe Bastos e Giovanni Augusto seguem em baixa – não tanto quanto Moisés que, especialista na posição, viu Maycon jogar improvisado como lateral-esquerdo no segundo tempo contra os Rangers.

Pelo que mostrou na Florida Cup, o Corinthians deve confirmar o favoritismo e entrar forte na disputa do Paulistão. Mas que o torcedor não se engane: o time não está pronto para a Libertadores e muito menos para o Brasileirão.

Assim como em 2017, Romero segue peça fundamental no esquema tático do Corinthians de Fábio Carille. (Foto: Miguel Schincariol/Getty Images)

Recomeçando

O próprio técnico Eduardo Baptista admite que a Ponte Preta que irá a campo na primeira rodada do Paulistão 2018 não é um time pronto. Ainda em fase de montagem depois do rebaixamento em 2017 para a Série B do Campeonato Brasileiro e do “desmanche” do time, o clube campineiro – atual vice-campeão estadual – ainda junta os cacos para montar uma equipe que seja competitiva o bastante na temporada e não faça feio no Estadual, na Copa do Brasil e na disputa da segunda divisão nacional.

De olho na base e diminuindo o espaço de alguns veteranos que ficaram no clube – o goleiro Aranha, por exemplo, deverá começar a temporada no banco de reservas – a Ponte fez um jogo-treino equilibrado contra o Red Bull Brasil na última sexta-feira, dia 11 (vitória da Ponte por 1 a 0). Como os volantes Ronaldo e Marciel ainda estão com pendências burocráticas e o lateral-esquerdo Jeferson que não participou da atividade por conta de uma indisposição, podem não entrtar em campo na primeira rodada, Eduardo Baptista deverá levar a campo contra o Corinthians, o mesmo time que iniciou a partida contra o RBB.

 

Formações

Corinthians e Ponte Preta têm problemas para escalar seus times. O Timão não poderá contar com Juninho Capixaba e Guilherme Romão ganha a posição na lateral-esquerda em detrimento de Moisés – reserva de Arana em 2017 e que perdeu muito espaço no clube. Na Ponte, Ronaldo e Marciel não poderão jogar. Caso Jeferson melhore, ele será o lateral-esquerdo e Luan Peres passa para a zaga no lugar de Renan Fonseca que volta ao banco de reservas.

As prováveis escalações serão as seguintes:

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Romão; Gabriel; Clayson, Rodriguinho, Jadson e Romero; Kazim. Técnico: Fábio Carille.

Ponte Preta: Ivan; Emerson, Renan Fonseca (Luan Peres), Wesley Matos e Luan Peres (Jeferson); Jorge Mendoza, Xavier e Léo Artur; Tiago Real, Silvinho e Yuri. Técnico: Eduardo Baptista.

 

Palpite para o jogo

Coisa rara de se ver no Campeonato Paulista onde, via de regra, nas primeiras rodadas os times do interior – que têm mais de tempo de preparação – chegam mais organizados, o Corinthians, pelo que mostrou nos primeiros tempos dos jogos na Florida Cup, chega mais “inteiro” que a Ponte para o duelo desta quarta-feira. Mantendo a segurança defensiva que foi a marca da equipe durante toda a temporada de 2017, o Timão não deverá ter grandes dificuldades para superar a remontada Ponte Preta, que ainda busca um time para chamar de seu.

 

Campeonato Paulista 2018 – Série A1 – primeira rodada

Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

  • 17:00 – Red Bull Brasil x Ferroviária – palpite: Ferroviária
  • 19:30 – São Bento x São Paulo – palpite: São Paulo
  • 19:30 – Linense x Santos – palpite: Santos
  • 19:30 – Ituano x São Caetano – palpite: Ituano
  • 19:30 – Novorizontino x Mirassol – palpite: Novorizontino
  • 21:45 – Corinthians x Ponte Preta – palpite: Corinthians

Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

  • 19:30 – Palmeiras x Santo André – palpite: Palmeiras
  • 19:30 – Bragantino x Botafogo – palpite: Botafogo

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Humor: Candidato a ídolo corintiano | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar