Copa Verde

Atual campeão, Luverdense precisa vencer o Sparta para evitar eliminação precoce na Copa Verde

Luverdense
Foto: Divulgação Luverdense

Mato-grossenses foram surpreendidos na partida de ida, e voltaram do Tocantins com uma derrota por 1×0 na bagagem

As quartas de final da Copa Verde não começaram nada bem para o Luverdense. Na quarta-feira passada, o atual campeão enfrentou o Sparta no Estádio Leôncio de Souza Miranda, o Mirandão, e terminou derrotado pela contagem mínima. Agora, apenas uma vitória interessa para o Verdão do Oeste.

O jogo de volta acontece no domingo (18), às 17 horas (horário de Brasília), no Estádio Municipal Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde.

 

Luverdense x Sparta

O Luverdense entrou em campo para enfrentar o Sparta na partida de ida, em Araguaína, na condição de franco favorito. Na fase anterior, o time não deu qualquer chance ao Corumbaense, e avançou com vitórias por 2×0 em Corumbá e 3×2 no Mato Grosso.

Quem começou tomando a iniciativa, no entanto, foi o time da casa, que antes dos 10 minutos de jogo já havia levado perigo duas vezes. O Verdão acordou aos 12, chegou perto de marcar em uma falha do goleiro Paulo, e a partir daí passou a equilibrar as ações. Aos 30, Ariel levou perigo em cobrança de falta, mas o primeiro tempo terminou com o placar em branco.

O segundo tempo foi todo do Sparta, que perdeu o respeito pelos campeões, começou a gostar do jogo, e acabou premiado com um gol aos 20 minutos da etapa complementar. O pai da criança foi o zagueirão Moacri, completando de cabeça um cruzamento de Patrick,  em cobrança de falta. O Luverdense acusou o golpe, e nada mais fez até o apito final.

Esta foi a primeira vitória do Sparta na Copa Verde. Na primeira fase, o time do Tocantins se classificou nos pênaltis após dois empates em 1×1 com o Real Ariquemes, de Rondônia. Terminar a partida sem ser vazado foi a cereja do bolo para o time spartano. Como na Copa Verde vale o critério que atribui maior valor aos gols marcados fora de casa,  a situação do Verdão pode se complicar ainda mais se o Sparta conseguir balançar a rede. Neste caso, os anfitriões serão obrigados a anotar três tentos. Se o jogo terminar 1×0 para o Luverdense, a classificação será decidida nos pênaltis.

 

Prováveis escalações

No Luverdense, a única dúvida do técnico Odil Soares é sobre a presença do atacante Pimentinha, que ainda se recupera de lesão, e não está na plenitude de sua forma física. Do outro lado, Fernando Brasília terá um problema maior para administrar. O ala Marcelinho, jogador importantíssimo no esquema 3-5-2 adotado pelo treinador, levou o terceiro amarelo na partida de ida, e precisará cumprir suspensão. Seu substituto deve ser o lateral-direito Renatinho.

Luverdense: Diogo Silva; Gabriel Passos, Pablo, Willian e Paulinho; Lorran, Rubinho e Diogo Sodré; Rafael Silva, Ariel e Eduardo. Técnico: Odil Soares

Sparta: Paulo; Rael, Bruno Bahia, Paulão; Renatinho, Adenísio, Jerby, Renatinho Goiano, Tardelly; Alex Júnior e Patrick. Técnico: Fernando Brasília

 

Palpite

Vencer os atuais campeões da Copa Verde foi um grande feito para o jovem time do Sparta, fundado em 2006, e que há apenas dois anos chegou à primeira divisão do futebol do Tocantins. No entanto, acredito que jogando em casa, o Luverdense fará valer a maior rodagem de um time acostumado a enfrentar adversários do nível de Internacional, Ceará e Paraná na Série B do Brasileirão. Além disso, o time chegará no embalo da grande vitória sobre o Mixto por 3×1 no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Matogrossense.

Meu palpite é que o Verdão vence por 2×0 e se classifica para as semifinais sem a necessidade de disputa de pênaltis.

 

Outros jogos das quartas de final

Um dos favoritos ao título, o Paysandu carimbou seu passaporte para as semifinais com a vitória por 4×2 sobre o Santos do Amapá, no estádio da Curuzu. O Papão já havia levado a melhor na primeira partida, em Macapá, pelo placar de 3×2, e manteve sua tradição de sempre ficar entre os quatro primeiros colocados na Copa Verde. Presente em todas as edições, o time paraense cada vez mais se consolida como uma das grandes forças do futebol da região.

Pela chave dois, Rio Branco e Manaus têm um novo encontro marcado no domingo. O jogo de ida, na Arena da Amazônia, terminou empatado em 1×1, e o Estrelão entrará com uma ligeira vantagem por ter feito um gol fora de casa. O tira-teima acontece às 18 horas (horário de Brasília), na Arena da Floresta.

 

Jogos de volta das quartas de final da Copa Verde

Quinta-feira, 15 de março

  • 21:15 – Paysandu 4×2 Santos do Amapá – Paysandu classificado

Sábado, 17 de março

  • 15:00 – Atlético-ES x Cuiabá – Palpite: Empate

Domingo, 18 de março

  • 17:00 – Luverdense x Sparta – Palpite: Luverdense
  • 18:00 – Rio Branco-AC x Manaus – Palpite: Empate

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar