UFC

Amanda Nunes dá show, nocauteia Raquel Pennington e defende cinturão no UFC Rio

Foto: Divulgação / UFC

A promoção para a disputa de cinturão entre Amanda Nunes e Raquel Pennington girou toda em torno da amizade que ambas sustentam fora do cage. Mas dentro do octógono, assim como elas prometeram, ficou apenas o lado profissional. Em um combate agitado, a brasileira nocauteou a americana no quinto round e manteve o título peso galo feminino com uma grande vitória na luta principal do UFC Rio. Uma demonstração de garra e coração de ambas as atletas, que lideraram um show histórico como o UFC 224 de uma forma única e especial.

O duelo começou frenético e todo na trocacão. Amanda começou melhor, cercando a rival e acertando os melhores golpes. Pennington circulava e se defendia. A americana até acertou alguns contragolpes, mas o volume da brasileira era muito maior. Amanda chegou a marcar a perna de Rocky com uma série de chutes baixos. Pennington mostrou coração e teve seus bons momentos na luta, todos limitados aos ataques no jogo de boxe. Amanda teve um volume maior, combinando socos, chutes, joelhadas e derrubadas. O resultado foi que no quinto round, enquanto Nunes estava esbanjando preparo físico, Pennington parecia exausta e acumulava hematomas no corpo, um inchaço no rosto e sangramentos. Depois de abalar a rival, Nunes finalizou o combate com um nocaute técnico e manteve o cinturão peso galo feminino do Ultimate.

“Nunca lutei com alguém que tinha medo. Essa foi a primeira vez. Foi difícil demais para nós. Foi a luta mais difícil da carreira”, declarou Amanda, aos prantos, no octógono, enquanto abraçava a amiga Raquel Pennington.

Foi bonito ver o profissionalismo de Amanda e Pennington. O duelo de cinco rounds foi um prato cheio para os fãs de lutas. Amanda mostrou o quanto tem preparo físico e o quanto seu arsenal é vasto. A baiana não esboçou cansaço em momento nenhum. Do outro lado, Pennington se mostrou uma lutadora de garra impressionante. E mesmo abalada ela apresentou certo perigo ao reinado de Amanda.

Depois de dar voz ao assunto superluta contra Cris Cyborg, Amanda sequer mencionou a compatriota após a vitória. Isso pode significar que a lutadora não se interessa mais pelo combate, o que abre brecha para outra rival brasileira, como Ketlen Vieira, top da categoria. Agora ela deve descansar e pensar em seu futuro, mas o confronto com uma compatriota parece estar em seu caminho, seja contra Ketlen ou contra Cyborg.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC 224

Amanda Nunes nocauteou Raquel Pennington no quinto round
Kelvin Gastelum venceu Ronaldo Jacaré na decisão dos juízes
Mackenzie Dern finalizou Amanda Cooper no primeiro round
John Lineker nocauteou Brian Kelleher no terceiro round
Lyoto Machida nocauteou Vitor Belfort no segundo round
Resultados do card preliminar do UFC 224
Cezar Mutante finalizou Karl Roberson no primeiro round
Aleksei Oleinik finalizou Junior Albini no primeiro round
Davi Ramos finalizou Nick Hein no primeiro round
Elizeu Capoeira venceu Sean Strickland por nocaute no primeiro round
Warley Alves venceu Sultan Aliev por nocaute técnico no segundo round
Jack Hermansson nocauteou Thales Leites no terceiro round
Ramazan Emeev venceu Alberto Mina na decisão dos juízes
Markus Perez finalizou James Bochnovic no primeiro round

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar