Ganhador.com

NBB

5 motivos para acreditar que o Paulistano vai manter a liderança do NBB

Paulistano NBB
Foto: Davi Tiago/CAP

Tradicional equipe vem de vitórias importantes sobre Flamengo e Minas e agora encara um duelo crucial contra o Mogi                 

Quem imaginava o Flamengo como virtual campeão do NBB levou um susto na última semana: o Paulistano manteve seu desempenho impressionante e deu um sinal claro de que pode reverter a lógica flamenguista e brigar com força pelo título da principal competição do basquete brasileiro. Dá para confiar sim que a exuberante fase da equipe vermelha e branca, da capital paulistana, não é só uma condição passageira. Listamos cinco motivos para acreditar que o Paulistano vai manter esta liderança até o final da fase de grupos, no dia 27 de março.

 

1. Sequência incrível

O aproveitamento do Paulistano é, com o perdão da comparação, digno de um Golden State Warriors. A equipe soma nesta temporada nada menos que 16 vitórias em 19 jogos, uma efetividade de 84,2%. E o que dizer da invencibilidade da equipe no NBB, com nada menos que 14 vitórias seguidas? Trata-se da quarta maior série positiva da história da competição. Toda equipe que atinge um volume assim merece respeito. E o Paulistano não dá sinais de que vai recuar neste ritmo.

 

2. Defesa insana

A torcida nem precisa gritar “Defense!”, pois o Paulistano sabe fazer isso como ninguém hoje no atual NBB. Só mesmo desta maneira para conseguir vencer o Flamengo por 72×71 no último sábado. E tal exemplo da imposição sobre os atacantes adversários veio da última vitória, contra a Liga Sorocabana, que ficou perdida em quadra, perdendo a bola sete vezes e sofrendo contra-ataques de todos os lados. E olho no segundo quarto do Paulistano, período em que a equipe mais aperta o ritmo: contra o time de Sorocaba, a vantagem disparou para 18 pontos – foi só controlar daí para a frente.

 

3. Chutes de três pontos

O fundamento que hoje domina o basquete mundial, tanto NBA quanto FIBA, é o chute de três pontos, e o Paulistano demonstra que está em dia também com ele. É a equipe que mais tenta de longe no atual campeonato, com 33,6 disparos por jogo, com um acerto excelente de 11,8 por partida. Convém reforçar também que este não é o único caminho tentado pela equipe do técnico Gustavo De Conti. Contra o Sorocaba, por exemplo, o time inverteu sua prioridade e atacou muito mais nas bolas de dois, acertando 24 das 37 tentativas, com um espantoso índice de 65% de arremessos convertidos.

 

3. Elenco coeso

O Paulistano joga bem tanto com os titulares como com os reservas. O ala-armador peruano Kyle Fuller está excelente no ataque (contra o Liga Sorocabana, cravou 21 pontos e 8/11 nos arremessos). Outro ponto alto do time tem sido Lucas Dias, que se esforça também para dar contra do recado na defesa. Os reservas também merecem destaque: na última partida, o pivô Guilherme Hubner e o ala-armador Deryk saíram do banco e cumpriram bem suas funções anotando 9 e 12 pontos, respectivamente.

 

4. Foco total

Outro ponto de ótima performance deste Paulistano é a concentração. Nem antes, nem depois – o time todo joga 1000% focado na bola que está nas mãos. “Todo jogo é importante, independente da posição na tabela. Nossa cabeça está sempre no próximo jogo, não importa contra quem seja”, analisou Kyle Fuller.

 

5. E o Mogi?

Um dos grandes testes para este soberano Paulistano será o clássico das 19h30 (de Brasília) desta sexta-feira (9), em casa, contra a equipe de Mogi das Cruzes. Os times se cruzaram duas vezes recentemente e os dois jogos foram espetaculares: há pouco mais de dez dias, o Mogi venceu o Paulistano pela Liga das Américas apenas na última bola, com um cardíaco 87×86 na cidade chilena de Talca. Pouco antes, na abertura do NBB em 2018, o Paulistano venceu o Mogi em plena Mogi das Cruzes por 84×80. É um duelo dos mais pesados, com atenção total de ambos os lados. “Já jogamos contra eles na Liga das Américas e sabemos o que precisamos fazer”, declarou Kyle Fuller. “É um jogo que anima qualquer um. É um dos grandes clássicos do NBB hoje em dia, com partidas muito equilibradas e muito bem jogadas. E deve ser de novo assim neste próximo confronto. O NBB está vivendo uma excelente fase, e meus jogadores devem sempre ter consciência disso”, completou o experiente Guerrinha, treinador do time de Mogi das Cruzes.

 

Jogos da 15ª semana da temporada regular do NBB 2017/2018

Quinta-feira, 8 de fevereiro

  • 20:00 – Joinville x Minas – Palpite: Minas
  • 20:00 – Botafogo x Vitória – Palpite: Vitória
  • 20:00 – Vasco x Basquete Cearense – Palpite: Cearense
  • 20:05 – Caxias do Sul x Flamengo – Palpite: Flamengo 

Sexta-feira, 9 de fevereiro

  • 19:30 – Paulistano x Mogi – Palpite: Paulistano

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar